James Earp

James Earp nasceu no condado de Ohio em 28 de junho de 1841. Alistou-se na 17ª Infantaria de Illinois em 1861 e foi membro do Exército da União durante a Guerra Civil Americana. Ele deixou o exército depois de ser gravemente ferido em Fredericktown, Missouri, em 31 de outubro de 1861.

Earp juntou-se ao resto da família em Colton, Califórnia, antes de se mudar para Helena, Montana. Ele também morou em Pineswell, Missouri e Newton, Kansas, antes de se casar com Nellie Ketchum em 18 de abril de 1873. Por um tempo, ele se estabeleceu em Wichita antes de trabalhar como deputado do xerife Charles Bassett em Dodge City.

Em 1879, James Wyatt mudou-se para Tombstone com seus três irmãos, Virgil Earp, Wyatt Earp e Morgan Earp. Ao contrário de seus irmãos, James não estava envolvido nos eventos no OK Corral.

Morgan Earp foi morto quando jogava bilhar com Wyatt Earp em 18 de março de 1882. Testemunhas oculares afirmaram que Frank Stilwell foi visto fugindo da cena do crime. Três dias depois, o Stilwell's foi encontrado morto. Um mexicano que também estava implicado no crime também foi encontrado morto em um campo de madeira. Acredita-se que Wyatt Earp foi o responsável pela morte de ambos.

James Earp e Virgil Earp levaram o corpo de Morgan para a casa de seus pais em Colton, Califórnia, para o enterro. Mais tarde, ele morou no condado de Shoshone, Idaho, antes de se estabelecer na Califórnia em 1890.

James Earp morreu em 25 de janeiro de 1926.


A bagunçada história de Tombstone, Arizona

É quase impossível pensar em Tombstone, Arizona, sem imediatamente evocar imagens de tiroteios e os lendários irmãos Earp. Mas a infame cidade teve um início muito mais tranquilo. Em 1877, um mineiro de prata chamado Ed Schieffelin estava entrando nas Montanhas Dragoon, no sudeste do Arizona. Os soldados locais disseram a Schieffelin que era mais provável que ele encontrasse sua própria lápide antes de localizar qualquer prata, mas o mineiro resistente provou que eles estavam errados. Ao atingir um rico veio, Schieffelin zombeteiramente chamou sua mina de "a lápide" e, em 1879, uma cidade com o mesmo nome brotou perto das escavações de Schieffelin.

Claro, as coisas rapidamente tomaram um rumo violento. Jogadores, donos de bares e prostitutas invadiram a nova cidade. E logo, Tombstone foi colocado no mapa por cortesia do tiroteio no O.K. Corral em 1881. Mas espere, pise no freio por um segundo. Quanto da história de Tombstone é realmente baseada em fatos? Foi realmente tão louco quanto dizem os filmes ou tudo isso é uma grande mentira de Hollywood? Bem, ao que parece, Tombstone definitivamente merece sua reputação selvagem e lanosa. E se você quiser saber mais sobre "a cidade dura demais para morrer", pegue seus seis tiros e prepare-se para a história complicada de Tombstone.


Por que James Earp não foi um ator importante nos problemas de Tombstone no início da década de 1880?

Por que James Earp não foi um ator importante nos problemas de Tombstone no início da década de 1880?

James foi gravemente ferido no braço esquerdo durante uma escaramuça em Fredricktown, Missouri. Como ele não tinha muita função naquele braço, ele não entrou no tiroteio. Além disso, ele era mais velho (40) do que seus irmãos e Doc Holliday, e sua idade pode ter influenciado.

O especialista em Earp Casey Tefertiller compartilha como James ajudou seus irmãos: “James Earp lidou com algumas questões, como obter o mandado quando Wyatt Earp descobriu o cavalo roubado em Charleston com Billy Clanton. Os Earps também precisavam de alguém que não estivesse lutando para se certificar de que seus negócios fossem resolvidos caso algo desse errado. ”

Postagens Relacionadas

De acordo com a lenda, Wyatt Earp sozinho afastou uma multidão de mineiros de Tombstone que tentavam

Dr. George Goodfellow é mais conhecido como o médico que tratou Morgan e Virgil Earp & hellip

O lendário Wyatt Earp de Stuart Lake tem mais prestígio entre os colecionadores do que o homem real por trás.


O misterioso Morgan Earp

Na noite de 18 de março de 1882, em Tombstone, Território do Arizona, Wyatt e Morgan Earp e Doc Holliday assistiram a uma peça no Schieffelin Hall. Depois, Morgan queria jogar sinuca no Campbell & amp Hatch’s Saloon e amp Billiard Parlor. Para os cinco irmãos Earp - James, Virgil, Wyatt, Morgan e Warren - o ar estava pesado de tensão.

Desde que Virgil, Wyatt, Morgan e Doc Holliday mataram Tom e Frank McLaury e Billy Clanton no confuso tiroteio no O.K. Corral em 26 de outubro de 1881, Ike Clanton e os outros chamados Cowboys fizeram muitas acusações e ameaças. Mesmo que Earps e Doc tenham sido inocentados das acusações de assassinato no tiroteio, os Cowboys pontuaram suas ameaças com a emboscada covarde de espingarda de Virgil em 28 de dezembro de 1881, aleijando permanentemente seu braço esquerdo. Wyatt era agora um subchefe dos EUA e trabalhava secretamente como um detetive Wells Fargo, enquanto o incapacitado Virgil, embora destituído de sua comissão de chefe de polícia, ainda era um vice-marechal dos EUA. O problema da Tombstone não acabou.

Portanto, foi contra o melhor julgamento de Wyatt que ele estava sentado em uma cadeira contra a parede na Campbell & amp Hatch’s, assistindo Morgan jogar sinuca, quando, pouco antes da meia-noite, duas balas explodiram através de uma janela superior da porta traseira. O primeiro atingiu Morgan perto da coluna e o segundo estilhaçou a parede a centímetros da cabeça de Wyatt. Morgan caiu em uma poça de sangue no chão e foi levado para a sala de jogos adjacente. De acordo com o biógrafo de Wyatt Earp, Stuart Lake, Wyatt e Morgan ocasionalmente discutiam as “visões do céu” que as pessoas viam ao morrer. Agora, enquanto morria, Morgan sussurrou para Wyatt: "Não consigo ver absolutamente nada." Embora grande parte da vida de Morgan permaneça envolta em mistério, ele era supostamente o irmão favorito de Wyatt. Portanto, foi uma triste ironia que Morgan, de 30 anos, morreu pouco depois da meia-noite de 19 de março - o 34º aniversário do irmão Wyatt.

Pouco se sabe sobre Morgan Seth Earp, já que ele nunca foi conhecido o suficiente para criar muita tinta de jornal. Ele nasceu em Pella, Iowa, em 24 de abril de 1851, o penúltimo filho do irascível patriarca Nicholas Earp. À frente de Morgan estavam o meio-irmão Newton, James, Virgil e Wyatt, com Warren vindo depois. O andarilho de pés de violino Nick Earp geralmente ganhava a vida como fazendeiro e político de meio período. Morgan provavelmente trabalhou na fazenda da família até os 13 anos, quando, em 1864, ele foi de carroça com seus pais, Wyatt de 16 anos, Warren de 9 anos e a irmã Adelia de 3 anos de Pella para Colton, Califórnia.

Uma anotação de 24 de novembro de 1864 no diário de um companheiro de viagem contou como Nick Earp "usou uma linguagem muito profana e jurou que se os pais das crianças não chicoteassem ou corrigissem seus filhos, ele chicotearia até o último deles." Então, a disciplina severa de Nick e sua insistência na lealdade e devoção à família, acima de tudo, ajudaram a moldar seus filhos. Morgan Earp, que se tornaria um aventureiro corajoso e destemido, estava crescendo até atingir a idade adulta de 17 anos em 1868 quando Nick novamente desenraizou sua família e se mudou para Lamar, Mo. A maioria das fontes descreveria posteriormente Virgil, Wyatt e Morgan como esbeltos e musculosos , louros de 6 pés que se pareciam tanto que era difícil distingui-los.

Nick atraiu todos os seus filhos para Lamar, onde Nick logo se tornou juiz de paz e condestável de Wyatt. Wyatt se casou, mas sua esposa, Urilla Sutherland, e seu filho não nascido morreram inesperadamente no final de 1870. Pouco depois, Wyatt, James, Virgil e Morgan entraram no que testemunhas descreveram como uma "briga de rua de 20 minutos" com os irmãos de Urilla e outros parentes por causa as alegadas atividades de contrabando de ambas as famílias. Depois que o desolado Wyatt pulou da cidade devido aos impostos que havia coletado como policial, ele e Morgan trabalharam como caçadores de búfalos no Texas Panhandle. A irmã Adelia relembrou: “Wyatt e Morgan foram caçar búfalos ... em 1871 e voltaram em 1872 com uma grande quantidade de dinheiro”.

Blurbs no Peoria Daily Transcript em 1872 parece lançar uma luz negativa sobre Wyatt e Morgan. O jornal de 27 de fevereiro menciona como eles foram multados em US $ 20 cada e os custos por "serem encontrados em uma casa de má fama" em Peoria, Illinois. De acordo com o jornal de 11 de maio, os irmãos foram novamente multados (cada US $ 4,55) e enviados para a prisão porque eles não podiam pagar. O jornal de 10 de setembro menciona como Wyatt e outros "bawds e proxenetas" (incluindo Sarah Earp, que se autodenominava esposa de Wyatt) foram multados após serem presos em conexão com uma "casa flutuante de prostituição". Seus nomes também aparecem no diretório de 1872 cidades. Os irmãos podem ter estado entre caças de búfalos, apenas “morando” lá ou foram ativos no negócio da prostituição, como foi o irmão James durante toda a sua vida. Os historiadores anti-Earp fizeram muito barulho sobre essa história Earp, mas naquela época a prostituição era freqüentemente considerada não menos moral do que, digamos, o negócio bancário.

Em Wichita, Kansas, em setembro de 1875, Morgan foi preso e multado em US $ 1 e custas por uma infração menor não especificada. Em abril de 1876, o irmão Wyatt, então policial da cidade de Wichita, "agrediu" o ex-marechal da cidade Bill Smith por ter falado mal da decisão do atual marechal Mike Meagher de contratar ou tentar contratar James, Morgan e talvez Virgil Earp como policiais adicionais. Nenhum registro oficial foi encontrado para provar que Morgan alguma vez serviu como policial de Wichita.

Wyatt mudou-se em maio de 1876 para Dodge City, onde foi policial e, mais tarde, vice-marechal da cidade. Seus irmãos e pai ocasionalmente se juntavam a ele lá. Existem evidências de que Morgan serviu papéis legais como vice-xerife do condado de Ford em 1875, antes de Wyatt chegar lá. A lenda também mostra Morgan servindo como policial de Dodge City no verão de 1876. Em sua biografia Wyatt Earp, Marechal de Fronteira, e em anotações que fez ao entrevistar Wyatt em 1928, Lake afirma que no inverno de 1876-77, Morgan seguiu Wyatt até Deadwood, em plena expansão do ouro, Território de Dakota. Embora nenhum registro tenha surgido para confirmar que Morgan usava um distintivo em Dodge City, Lake acrescenta que no final de 1877 Morgan renunciou ao cargo de xerife do condado de Ford e se dirigiu ao Território de Montana - primeiro Miles City e depois Butte. Morgan aparentemente conheceu Louisa “Lou” Houston em Dodge antes de se mudar para Montana. E embora ela seja geralmente referida como sua esposa, não há evidências de que oficialmente se casaram.

The Benton Record de 14 de junho de 1878, relatou a descoberta “secreta” de ouro nas montanhas Bear Paw na Reserva Indígena Blackfeet no território norte de Montana, desencadeando uma debandada de garimpeiros, incluindo Earp. 18 de julho Black Hills Daily Pioneer observou que o general John Gibbon e suas tropas haviam acampado no rio Teton para impedir que os garimpeiros fossem "massacrados por índios". Mas uma sinopse em 25 de julho Daily Pioneer indica que o perigo não assustou Morgan: “Sr. Morgan Earpt [sic] chegou ontem à noite do rio Tongue, de onde saiu há cerca de três semanas. Em Miles City, ele encontrou Doc Baggs, Jim Levy e Mike Smith. Eles não pareciam ter nenhum ponto objetivo, mas disseram que estavam indo na direção de Bear Paw e não parariam enquanto alguém liderasse o caminho. Na viagem, ele estima que seu grupo ultrapassou 500 stampeders, a maioria dos quais não estavam bem armados e provisionados para a expedição, e alguns estavam bastante destituídos. ”

Quanto tempo Morgan ficou nas patas de urso, ou se ele chegou lá, não se sabe. Mas aqui vemos um Morgan Earp jovem e corajoso o suficiente para perseguir ouro, apesar do risco de perder o couro cabeludo para os índios. Ele também mostrou compaixão pelos companheiros “debandados” que estavam desamparados e / ou careciam de armas para se defender.

Os registros da cidade de Butte mostram que em 16 de dezembro de 1879, a cidade fez de Morgan um policial. Ele serviu nessa posição até 10 de março de 1880, talvez a data de seu último pagamento, como as evidências sugerem que ele havia deixado Butte uma semana ou mais antes. Em algum momento durante seus dias em Montana, Morgan teria matado o bandido Billy Brooks em um tiroteio em Miles City ou Butte e foi ferido no ombro. Mas, novamente, não existe nenhuma evidência de que Morgan já tenha se envolvido em um tiroteio naquele território.

No final de 1879, James, Virgil e Wyatt Earp e suas esposas haviam se estabelecido na nova cidade de prata próspera de Tombstone, Território do Arizona, e Nick Earp estava morando em Temescal, Califórnia, perto de San Bernardino e Colton. A esposa de Morgan, Lou, escreveu para sua irmã Agnes em uma carta datada de 5 de março de 1880: “Chegamos a San Bernardino na noite de quarta-feira e quinta-feira viemos de trem para as Termas das Montanhas Temescais.… Suponho que terei de morar aqui já faz algum tempo, pois não há como ganhar dinheiro suficiente para fugir. ” Morgan está listado no censo de junho de 1880 para Temescal. Em uma carta de 19 de julho de 1880, Lou escreveu: “Meu marido parte para o Arizona pela manhã”. E em Morgan Earp, irmão na sombra, o único livro já escrito sobre Morgan, o historiador de Earp Glenn Boyer acrescenta: “Morgan chegou a Tombstone no final de julho de 1880, bem a tempo de entrar no ataque inicial do problema que acabou levando à sua morte”.

A exuberante pastagem de gado ao redor de Tombstone tinha tantos ladrões quanto pecuaristas honestos, e a palavra Vaqueiro tornou-se sinônimo de "ladrão". As prósperas minas de prata e o dinheiro sendo transportado para Tombstone para capital operacional também tornavam o roubo de diligências e o jogo de azar lucrativos. Virgil ocupou uma comissão como vice-marechal dos EUA durante a maior parte do tempo, os Earps estiveram em Tombstone e por duas vezes serviu como marechal / chefe de polícia da cidade. Wyatt foi vice-xerife do condado de Pima durante a última metade de 1880 e detetive de Wells Fargo, ele seria deputado marechal dos Estados Unidos a partir de 28 de dezembro de 1881, até deixar a área para sempre em maio de 1882. Depois que os funcionários retiraram o condado de Cochise de Em fevereiro de 1881, o condado de Pima, seu novo xerife, Johnny Behan, estava abertamente em conluio com os Cowboys. Assim, os Earps eram os únicos responsáveis ​​pela aplicação da lei em Tombstone e nos arredores. Mas mesmo os cidadãos honestos estavam se beneficiando do baixo preço da carne bovina. Assim, os policiais Earps se tornaram os bandidos, enquanto os bandidos de Robin Hood se tornaram os mocinhos. Os confrontos resultantes ficaram conhecidos como feudo Earp-Cowboy.

No Morgan Earp: irmão na sombra, Boyer escreveu: “Morgan Earp nunca recebeu crédito por ser um homem da lei bastante justo e ativo por seus próprios méritos em Tombstone & # 8230. Os casos em que Morgan estava envolvido são em grande parte rotineiros em relação ao trabalho como deputado de seus irmãos . ” E assim, durante a maior parte de seu ano e meio como deputado, Morgan foi o misterioso terceiro irmão nos bastidores, cujo nome raramente aparecia nos jornais.

Em 25 de julho de 1880, dois dias antes de Wyatt prestar juramento como xerife do condado de Pima, ladrões roubaram meia dúzia de mulas do Exército dos EUA de Camp Rucker, 50 milhas a leste de Tombstone. Tenente J.H. Hurst e um destacamento misto de quatro soldados e quatro civis, incluindo o vice-marechal dos EUA Virgil Earp e os irmãos Wyatt e Morgan, rastrearam as mulas roubadas até o rancho McLaury, 15 milhas a oeste de Tombstone. Pegados em flagrante, os ladrões fizeram um trato com Hurst: eles entregariam as mulas a ele apenas se ele primeiro ordenasse que os Earps voltassem para Tombstone. O frustrado Earps foi embora, mas o fraco Hurst não recuperou suas mulas e saiu de mãos vazias. Este confronto foi o primeiro de muitos entre os Earps e os Cowboys.

Wyatt andou de espingarda para as remessas expressas de Wells Fargo até ser nomeado xerife adjunto do condado de Pima, em 27 de julho. Morgan assumiu seu lugar como “mensageiro”, como os guardas eram chamados. Os registros do Wells Fargo revelam que em setembro de 1880 Morgan recebeu US $ 45,83 por serviços como mensageiro. E em outubro, novembro e dezembro de 1880 e janeiro de 1881, ele recebeu $ 125 de “salário geral”, presumivelmente seu salário mensal regular como mensageiro de espingarda. Em fevereiro, ele recebeu US $ 95,80, registrados como a "última listagem" para "Morgan Earp, messenger". Em maio, seu pagamento de salário era de apenas $ 4,15 e em junho de $ 16,65, mais outros $ 72 para uma “busca de ladrões”. Em outubro, ele recebeu US $ 12 por "perseguição de ladrões" e, em novembro, o "Earp Bros." foram pagos $ 6,50 por serviços não especificados.

A 17 de agosto de 1880, Epitáfio de Tombstone relataram que o vice-xerife do condado de Pima, Wyatt Earp, designou Virgil e Morgan para perseguir quatro ladrões de cavalos que se dirigiam para o México, mas que em Charleston os dois encurralaram um ladrão de mulas mexicano “que resistiu até que Morgan colocou um revólver de seis tiros sob seu nariz. ” Em 25 de agosto, Wyatt e Morgan cavalgaram até Watervale para prender o cocheiro George McKinney por atirar no capitão Henry Malcolm durante uma briga com um terceiro homem, Charles Mason. Morgan levou McKinney para a prisão do condado de Pima, em Tucson. Sua entrega de prisioneiros em Tucson para o vice-xerife Wyatt Earp do condado de Pima e o vice-marechal dos EUA Virgil Earp se tornaria uma tarefa frequentemente repetida.

11 de setembro Epitáfio relatou que Morgan estava andando de espingarda em um palco para Benson quando descobriu que a bagageira traseira havia se rasgado e duas barras de prata tinham caído. Voltando atrás, Morgan e o motorista encontraram as barras caídas na estrada. O incidente pode ter plantado uma semente para acusações posteriores pela facção antiEarp de que os irmãos estavam por trás de muitos roubos em palco da área.

Um incidente muito mais sério ocorreu em 28 de outubro, quando o marechal de lápide Fred White tentou prender Curly Bill Brocius, que com alguns outros Cowboys bêbados estava "atirando na lua". Ouvindo o tiroteio, o delegado do xerife Wyatt Earp veio por trás de Brocius e o agarrou bem quando ele estava entregando seu revólver de seis tiros para White. A arma disparou e White caiu mortalmente ferido. Wyatt deu um búfalo na cabeça de Curly Bill e o prendeu. O homem disfarçado de Morgan e Wells Faro, Fred Dodge, ficou de guarda enquanto Wyatt prendia os outros bêbados. Quando Wyatt levou Brocius a Tucson para julgamento, Virgil e Morgan andaram de espingarda parte do caminho, pois temiam que uma multidão de linchadores pudesse tentar enforcá-lo. Um juiz mais tarde absolveu Brocius de assassinato porque White havia chamado o tiroteio de "um acidente" antes de morrer.

E então começamos a tirar uma foto de Morgan Earp em Tombstone - pregando um distintivo sempre que solicitado, mas também jogando nas mesas sempre que podia. Quando o velho amigo de Wyatt, John H. "Doc" Holliday, apareceu em Tombstone em meados de setembro, diz a lenda que Doc e Morgan também se tornaram amigos íntimos. A lenda também diz que ambos eram temperamentais, embora Boyer tenha escrito que “Morg tinha uma natureza bastante amável”.

Depois que Wyatt renunciou ao cargo de xerife do condado de Pima em 9 de novembro de 1880, Morgan não perseguiu mais os bandidos para ele, mas o vice-marechal dos Estados Unidos Virgil Earp continuou a chamar Morgan em 1881. Mais dois amigos de Wyatt em Dodge City também apareceram - Luke Short em janeiro e Bat Masterson em fevereiro. Wyatt teve uma parte da ação no Oriental Saloon, e Bat e Short resolveram jogar lá junto com Doc Holliday e os outros quatro irmãos Earp - James, Virgil, Morgan e Warren. Ironicamente, eles costumavam jogar cartas com alguns dos Cowboys.

Enquanto isso, o farfalhar e os assaltos ao palco aumentavam em frequência e violência. O caldeirão começou a ferver na noite de 15 de março de 1881, quando quatro assaltantes mataram o motorista Budd Philpot e o passageiro Peter Roerig durante uma tentativa frustrada de roubar o palco Tombstone-to-Benson. O vice-marechal dos EUA Virgil Earp, o detetive Wyatt Earp do Wells Fargo, Morgan Earp, Masterson, o mensageiro de espingarda de Philpot Bob Paul e outros formaram um pelotão. Eles logo alcançaram um Luther King, a quem Wyatt ou Morgan “persuadiram” a identificar os outros três ladrões. Mas a exaustiva perseguição de 400 milhas do pelotão veio de mãos vazias, desmoronando depois que o cavalo de Virgil caiu morto de exaustão. Pior ainda, os Cowboys acusaram Doc Holliday de estar por trás da tentativa de roubo. Wells Fargo secretamente deu carta branca a Wyatt para pôr fim aos roubos no palco, e em 28 de junho Virgil foi nomeado chefe de polícia de Tombstone em cima de seu distintivo de vice-marechal dos EUA. Um confronto com os Cowboys era inevitável, e Morgan Earp ficou ansioso no meio da ação.

Em 13 de agosto, mexicano Rurales matou “Old Man” Clanton (pai de Ike, Billy e Phin) e seis outros Cowboys por causa de um rebanho de gado em Guadalupe Canyon, do outro lado da fronteira com o Território do Novo México. Alguns historiadores acreditam que Wyatt, Morgan e Warren Earp e Doc Holliday estiveram envolvidos nas mortes, o que teria acendido as tensões. Em setembro, um destacamento que incluía Virgil, Wyatt e Morgan prendeu o badman Pete Spence e Frank Stilwell, que era um dos deputados do xerife Behan, por roubar o palco para Bisbee no dia 8, causando mais atrito entre Earps e Cowboys. O cowboy Frank McLaury mais tarde parou Morgan do lado de fora do Alhambra Saloon e avisou: “Se você vier atrás de mim, nunca me levará”. Morgan respondeu que se ele tivesse a oportunidade de ir atrás de McLaury, ele iria prendê-lo. Enquanto Morgan se afastava calmamente, McLaury disse: "Ameacei a vida de vocês, meninos, [e] desde essa prisão, agora vai embora." Depois disso, os Cowboys começaram a se gabar de querer matar os Earps

No entanto, em outubro de 1881, quando Geronimo e seus guerreiros renegados Apache foram para a guerra, ameaçando os arredores de Tombstone, um destacamento Earp de 17 homens que incluía Morgan teve uma troca estranhamente pacífica com Curly Bill Brocius no rancho McLaury em Sulphur Springs em o 6º. O diarista George Parsons escreveu: "O melhor sentimento não existia entre Wyatt Earp e Curly Bill, e o reconhecimento um do outro foi muito rápido e à distância", embora Virgil "tenha uma conversa" com Curly Bill antes que o líder fora-da-lei cavalgasse desligado. Aparentemente, naquele ponto, todos estavam mais preocupados com os apaches.

Em 21 de outubro, Wyatt, que havia sido nomeado policial temporário pelo irmão Virgil, enviou o "oficial especial" Morgan para buscar Holliday em Tucson. Wyatt já havia feito um acordo secreto com Clanton para que alguns de seus amigos roubadores de palco fossem presos, e Clanton achava que Wyatt havia traído essa confiança para Doc. Os historiadores pró-Earp acreditam que Wyatt mandou chamar Doc para que ele pudesse confirmar a Ike que Wyatt não havia lhe contado nada. Mas historiadores anti-Earp acreditam que Wyatt mandou chamar Doc para armar um confronto clímax com os Cowboys - resultando cinco dias depois no tiroteio.

Na noite de 25 de outubro, um bêbado Ike Clanton começou a discutir com Holliday na Alhambra. Morgan e Wyatt separaram os dois, e então Virgil chegou, ameaçando prender Doc e Ike. Ike se afastou, resmungando que estaria “atrás de vocês pela manhã”. Ele acabou no Occidental Saloon, jogando pôquer com Tom McLaury e Johnny Behan, mas também, curiosamente, Virgil e possivelmente Morgan.

Na manhã seguinte, dia 26, Ike estava de volta proferindo ameaças e andando bêbado pelas ruas com uma arma de seis tiros e um rifle Winchester. Quando Virgil o confrontou, Ike tentou puxar seu sixshooter. Mas Virgil o enganou e, com a ajuda de Morgan, arrastou o teimoso Clanton para o tribunal. No tribunal, Wyatt e Morgan entraram em outro ataque verbal com Ike, Morgan zombeteiramente oferecendo a Ike sua própria seis armas e desafiando-o a usá-la. Juiz A.O. Wallace deu um tapa em Clanton com uma multa de US $ 25 por porte de arma dentro dos limites da cidade e confiscou suas armas. E quando o ainda fumegante Wyatt deixou a sala do tribunal, ele se deparou com Tom McLaury, o atacou e o deixou tonto e sangrando na rua. Ike Clanton finalmente estourou a tampa da panela.

Por volta das 14h30, Virgil Earp conduziu “policiais especiais” Wyatt, Morgan e Doc Holliday a um terreno baldio de 4,5 metros de largura na Fremont Street, atrás do O.K. Curral. Eles foram lá para desarmar qualquer Cowboys que portasse armas ilegalmente. Talvez nenhum dos lados esperasse que o confronto explodisse em tiroteio, mas aconteceu, com cerca de 30 tiros disparados em 30 segundos. Billy Claiborne e Ike Clanton correram. Quem atirou primeiro continua sendo uma controvérsia sem fim. Tom, Frank McLaury e Billy Clanton foram mortos. Uma bala passou pela panturrilha direita de Virgil, outra bala atingiu o quadril direito de Doc e Morgan recebeu uma bala cruzada do ombro direito até o ombro esquerdo. Em uma carta de 31 de janeiro de 1882 para sua irmã, Lou escreveu que o marido Morgan “levou um tiro no ombro, as duas lâminas foram quebradas e a coluna vertebral ligeiramente ferida”. Acredita-se que Morgan se levantou parcialmente após ser atingido e deu o último tiro do tiroteio - acertando Frank McLaury no lado direito da cabeça, matando-o instantaneamente.

Morgan se recuperou de seus ferimentos e continuou a servir como deputado de campo para Virgil, apesar de novas ameaças de Cowboy. No dia seguinte à emboscada paralisante de Virgil em 28 de dezembro, o marechal dos Estados Unidos Crawley Dake encarregou Wyatt de deputado marechal dos Estados Unidos e Morgan continuou a cavalgar como deputado comissionado de campo para Wyatt. Morgan ainda estava fazendo isso quando os Cowboys o assassinaram no sábado, 18 de março de 1882.

No domingo, dia 19, James Earp levou o corpo de Morgan para Colton, Califórnia, para o enterro. Na manhã seguinte Epitáfio relatou: "O cortejo fúnebre começou longe do Cosmopolitan Hotel por volta das 12h30 de ontem, com o sino de incêndio dobrando seus solenes repiques de‘ Terra para terra, poeira para poeira ’”. (Veja a história relacionada em outubro de 2006 Oeste selvagem.) A viúva de Morgan, Lou, expressou seu desejo de justiça em uma carta de 22 de março a um amigo: "Deus é muito justo para deixar seus assassinos impunes."

Virgil ferido e sua esposa Allie deixaram a cidade na segunda-feira, 20 de março, também com destino a Colton, deixando apenas Wyatt e Warren em Tombstone. Cheio de culpa e raiva, com Warren e Doc em seu grupo, Wyatt começou sua jornada de vingança infame contra os Cowboys.

Mesmo na morte, Morgan, o misterioso, não descansa totalmente em paz. Em 1892, equipes de ferrovias construíram uma nova faixa de domínio através do cemitério de Slover Mountain de Colton, onde o corpo de Morgan foi enterrado. Em 29 de novembro daquele ano, os trabalhadores exumam e reenterram os restos mortais de Morgan e os outros corpos no cemitério Hermosa Gardens nas proximidades. A lenda sugere que suas identidades foram embaralhadas durante a mudança, mas a equipe atual do cemitério insiste que sabe exatamente qual é o túmulo de Morgan. O falecido historiador de Earp, Truman Fisher, colocou um novo marcador corrigido no topo da sepultura, substituindo um que rotulava Morgan de “U.S. Marshall ”(soletrado errado). Claro, Morgan nunca foi um marechal dos EUA de qualquer maneira, mas um vice-marechal dos EUA. E em uma virada ignóbil final, Hollywood repetidamente retratou Morgan como o irmão fraco, quando ele era exatamente o oposto.

Claramente, Morgan permaneceu fiel à lei, ou pelo menos com seus irmãos até o fim. Como ele não deixou diários, exatamente o que o motivou em sua curta vida permanecerá para sempre um mistério. No entanto, seu nome se tornou lendário hoje. É seguro dizer que Morgan provavelmente teria morrido sem saber se não fosse irmão de Wyatt Earp e estivesse envolvido no tiroteio mais famoso do Velho Oeste.

Oeste selvagem contribuidor especial Lee A. Silva é o autor de Wyatt Earp: uma biografia da lenda ([email protected]).

Publicado originalmente na edição de outubro de 2010 de Oeste selvagem. Para se inscrever, clique aqui.


1. Ele passou a maior parte de sua infância em Pella, Illinois

Wyatt Earp era muito jovem para se alistar quando a Guerra Civil Americana estourou, embora tenha feito várias tentativas de fugir de casa e mentir sobre sua idade para os recrutadores, cada uma frustrada por seu pai. Seu pai foi um veterano da Guerra do México e responsável por formar e treinar companhias de tropas para o esforço de guerra da União. Na primavera de 1864, Nicholas Earp, pai de Wyatt & rsquos, organizou um trem de vagões para se mudar para San Bernardino, na distante Califórnia, e Wyatt chegou lá em meados de dezembro, onde procurou trabalho usando a experiência que adquiriu dirigindo vagões na cruz. viagem de campo. Antes do fim da Guerra Civil, ele trabalhava como carroceiro na Califórnia.


James Earp: O esquecido

Muito foi escrito sobre a lenda do Velho Oeste Wyatt Earp e seus irmãos, Virgil e Morgan. Suas façanhas foram retratadas em filmes aparentemente um milhão de vezes.

Mas quantas pessoas já ouviram falar do irmão mais velho Jim?

A vida deste Earp de alguma forma & # x201cforgotten & # x201d começou em 28 de junho de 1841, em Hartford, Kentucky, quando James Cooksey se tornou o filho primogênito de Nicholas Porter e Virginia Ann Cooksey Earp.

Pouco depois do nascimento de Virgil, dois anos depois, a família (que incluía Newton, um meio-irmão nascido durante o primeiro casamento de Nick & # x2019) mudou-se de Kentucky para Monmouth, Illinois. Os Earps se estabeleceram lá apenas o tempo suficiente para ver o nascimento de Wyatt em 1848 e então se mudaram para o outro lado do rio Mississippi para Pella, Iowa, onde dois filhos e uma filha nasceram: Morgan, em 1851, Warren, em 1855 e Adelia, em 1861.

Em 25 de maio de 1861, logo após o ataque confederado ao Fort Sumter, Jim alistou-se no exército da União & # x2019s Company F, Seventh Illinois Infantry. Em pouco tempo, Newton e Virgil se juntaram a ele.

Enquanto lutava contra os rebeldes em Fredericktown, Missouri, em 8 de outubro de 1862, Jim sofreu um ferimento a bala no ombro esquerdo. De acordo com seus registros de pensão, a lesão foi grave o suficiente para que ele nunca mais pudesse usar o braço esquerdo por completo. E imediatamente após o incidente, Jim foi enviado de volta para sua casa em Iowa em licença de convalescença. Lá, ele aguardou sua alta, que veio em 22 de março de 1863.

Sempre em busca de aventura e de fazer dinheiro, Jim aproveitou a chance de ir para o Oeste quando seus pais decidiram tirar as apostas de sua casa em Iowa para se mudar para o sul da Califórnia, um ano depois.

Sempre oportunista, quando o trem de vagões & # 8212 que incluía Wyatt, Morgan, Warren e Adelia de 3 anos & # 8212 chegou a Nevada, Jim abandonou o navio e se dirigiu para a cidade em expansão de Austin. Com o ombro ruim e tudo mais, provavelmente foi aqui que ele começou a jogar jogos de azar, uma habilidade formidável que acabou sendo passada para seus irmãos mais novos.

Entre visitas ocasionais com sua família, que havia se estabelecido em uma fazenda nos arredores de San Bernardino em dezembro de 1864, Jim foi para Montana por um período onde trabalhou como jogador.

Quando Nick Earp decidiu fazer as malas e voltar para o meio-oeste em 1868, estabelecendo-se em Lamar, Missouri, James se reuniu com sua família alguns anos depois.

Em 1877, os pais de Earp voltaram ao condado de San Bernardino mais uma vez & # x2026, mas desta vez apenas Warren e Adelia se juntaram a eles. Os meninos mais velhos estavam ocupados se aventurando na fronteira ocidental.

Jim se juntou ao jovem Wyatt enquanto se dirigia para as cidades de Wichita e Dodge City, no Kansas. Lá, o jogador simpático atendia o bar, enquanto seu irmão mais novo desenvolvia a reputação de um duro homem da lei.

Em 1879, Virgil, recém-nomeado delegado dos EUA para o Território do Arizona, escreveu a Jim e Wyatt em Dodge, instando-os a encontrá-lo em uma nova cidade de mineração de prata chamada Tombstone, pois parecia haver oportunidades ilimitadas. Em pouco tempo, os irmãos se reuniram novamente.

Logo após sua chegada à cidade, os meninos Earp entraram com várias ações de mineração. Jim começou a trabalhar na Vogan & # x2019s Bowling Alley e então encontrou um emprego como bartender na recém-inaugurada Sampling Room. Wyatt imediatamente ganhou interesse em alguns layouts de jogos de azar enquanto também trabalhava como mensageiro espingarda para Wells Fargo. Morgan eventually took over that job when Wyatt was appointed Pima County deputy sheriff.

Two years after the brothers arrival in Tombstone, Wyatt, Virgil, and Morgan had their celebrated “O.K. Corral” shootout with the Clantons and the Mc Laurys that would forever engrave their names in Western history.

It is due to this gunfight that the names of Wyatt, Virgil, and Morgan Earp have been immortalized in folklore and legend, while the name of James Earp — who was at home eating lunch when the first gunshots were being fired — has wallowed into oblivion.

After the shooting fiasco, Morgan was murdered, Virgil survived a nearly fatal ambush and there were retaliated killings of members of the cowboy gang.

Jim helped escort Morgan’s body by train to his parents’ home, which was now in Colton, and stayed there for a while before joining Wyatt in Idaho’s short-lived 𠇌oeur d𠆚lene Gold Rush” and then operating the White Elephant Saloon at Eagle City.

By 1885, Jim and brother Virgil were back in Southern California, dealing faro in the silver mining town of Calico, unfortunately as the 𠇋oom” was starting its downhill slide.

A short time later, Jim was back in the San Bernardino Valley. While Virgil and Nick established themselves as constable and justice of the peace in Colton, Jim worked as a stage driver around the area before opening up the Club Exchange Saloon on 𠇍” Street in San Bernardino with a man named J.H. Anderson.

After Jim’s wife, Bessie, died from a sudden illness on Jan. 22, 1887, he hit the road once again for a while before finally settling down for good in San Bernardino in the early 1900s.

While taking up quarters at various locations in town, Jim worked as a laborer until paralysis and high blood pressure forced him into retirement. Becoming more dependent on care from his sister, Adelia, he moved in with her family.

As Jim’s health worsened, the aging gambler needed a full-time nurse, a role provided by his grandniece, Hildreth Hallowell, who was living at 1236 W. 53rd St., in Los Angeles. He died there on Jan. 25, 1926 from a stroke at the age of 84.

When James Cooksey Earp’s body was returned to San Bernardino, Adelia paid for the funeral expenses. He was laid to rest in the 𠇋ubah” Plot” at Mountain View Cemetery.


Earp, James (ca. 1798&ndash1861)

James Earp, farmer, merchant, and a founder of Earpville (later part of Longview), was born about 1798 in Georgia, one of at least three children of Patsy (Robertson) and Cullin Earp. Cullin had been captain of a regiment in Washington County, North Carolina, in 1779. James Earp married Mary Sanders on June 20, 1818, in Lawrence County, Alabama. They were the parents of eleven children, the first eight of whom were born in Alabama. James Earp arrived in Texas along with his single brother, Benjamin, sometime before May 2, 1835, and James received a first-class headright certificate entitling him to 4,605 acres of land. After receiving his headright, James returned to Alabama and brought back his elderly father (who had apparently been widowed before moving to Texas), another brother, William, and his family. In 1846 James bought additional acreage. By the mid-1840s he had settled his large family just north of the Sabine River, in what is now Gregg County. At the time of the settlement it was in Upshur County, and the community that developed there was known as Earpville. The community, which had been laid out as a townsite as early as 1841, was a stopover for the stage from Louisiana. Many of the settlers moving west apparently found the rolling hills of East Texas to their liking. James Earp, a gregarious fellow, sold seven pieces of his land between 1849 and 1860 by 1856 he was considered to be the most important citizen of Earpville. In 1861 Earpville included a store, a wagon shop, a blacksmith shop, a Methodist church, and a schoolhouse. In the early census, James Earp was listed as a farmer. But on February 29, 1856, he was appointed postmaster of Earpville, and by 1860 the census listed him as a merchant, indicating he was running a general store in Earpville. (It was common practice for the post office to be housed in a general store.) He was reappointed postmaster under the Confederacy in 1861, a post he held until his death on August 7, 1861. He was buried in the Earpville Cemetery. After he died, his daughter, Louisa (Earp) Glasco, sold 518½ acres of his estate to Ossamus Hitch Methvin, Sr., who in turn in 1870 sold 100 acres to the Southern Pacific line. Earpville was eventually subsumed into the new railroad town of Longview, and the last document showing the old town of Earpville was dated July 3, 1882. A historical marker on Highway 80, at 1107 E. Marshall Avenue, Longview, commemorates this early pioneer.

Longview Junior Chamber of Commerce, The History of Gregg County (Fort Worth, 1957). Longview Morning Journal, May 3, 1970. Jim Wheat, Postmasters and Post Offices of Texas, 1846–1930 (Microfilm, Grover C. Ramsey Papers, Dolph Briscoe Center for American History, University of Texas at Austin).

O seguinte, adaptado do Chicago Manual of Style, 15ª edição, é a citação preferida para esta entrada.


Legends of America

James Cooksey Earp was the lesser-known older brother of Old West lawman Virgil Earp and lawman/gambler Wyatt Earp. James was a saloon-keeper and was not present at the Gunfight at the O.K. Corral on October 26, 1881.

James was born in Hartford, Kentucky in 1841 and was reared in a tight-knit family environment. In 1861, at 19, he enlisted in the Union Army at the outbreak of the Civil War, joining Company F, 17th Illinois Infantry in May 1861. His brothers, Virgil and Newton Earp, also enlisted. His service was cut short when he was wounded in the shoulder and lost the use of his left arm in a battle near Fredericktown, Missouri on October 31, 1861. He was discharged in March 1863. Newton and Virgil served until the end of the war.

After the war, he went with his family to California, before traveling to Montana, back to Missouri, and to Kansas. He married a former prostitute named Nellie Ketchum from Illinois in April 1873 and the following year, the pair were living in Wichita, Kansas. In 1876, he headed to Dodge City, Kansas, where he became a deputy sheriff under Charlie Bassett for a brief time. He then began to roam through Missouri, Arkansas, and Texas, working in saloons or as stage and wagon driver.

In 1879, he moved with his brothers to Tombstone, Arizona but was not involved in the Tombstone troubles or the events of the O.K. Curral. When Morgan was killed, he traveled with Virgil and the Earp women to Colton, California for Morgan’s burial. Afterward, he along with brothers Wyatt and Warren, as well as gambler Doc Holliday and gunmen Sherman McMasters, “Turkey Creek” Jack Johnson, and Texas Jack Vermillion, hunted down those they held responsible for the attacks in Tombstone and for Morgan’s death during the Earp Vendetta Ride.

In 1883-84, James was mining in Shoshone County, Idaho before settling permanently in California in 1890. James Earp died of natural causes on January 25, 1926 and is buried in Mountain View Cemetery, in San Bernardino, California.


James Earp

EARP, JAMES (ca. 1798-1861). James Earp, farmer, merchant, and a founder of Earpvilleqv (later part of Longview), was born about 1798 in Georgia, one of at least three children of Patsy (Robertson) and Cullin Earp. Cullin had been captain of a regiment in Washington County, North Carolina, in 1779. James Earp married Mary Sanders on June 20, 1818, in Lawrence County, Alabama. They were the parents of eleven children, the first eight of whom were born in Alabama. James Earp arrived in Texas along with his single brother, Benjamin, sometime before May 2, 1835, and James received a first-class headright certificate entitling him to 4,605 acres of land. After receiving his headright, James returned to Alabama and brought back his elderly father (who had apparently been widowed before moving to Texas), another brother, William, and his family. In 1846 James bought additional acreage. By the mid-1840s he had settled his large family just north of the Sabine River, in what is now Gregg County. At the time of the settlement it was in Upshur County, and the community that developed there was known as Earpville. The community, which had been laid out as a townsite as early as 1841, was a stopover for the stage from Louisiana. Many of the settlers moving west apparently found the rolling hills of East Texasqv to their liking. James Earp, a gregarious fellow, sold seven pieces of his land between 1849 and 1860 by 1856 he was considered to be the most important citizen of Earpville. In 1861 Earpville included a store, a wagon shop, a blacksmith shop, a Methodist church, and a schoolhouse. In the early census, James Earp was listed as a farmer. But on February 29, 1856, he was appointed postmaster of Earpville, and by 1860 the census listed him as a merchant, indicating he was running a general store in Earpville. (It was common practice for the post office to be housed in a general store.) He was reappointed postmaster under the Confederacy in 1861, a post he held until his death on August 7, 1861. He was buried in the Earpville Cemetery. After he died, his daughter, Louisa (Earp) Glasco, sold 518½ acres of his estate to Ossamus Hitch Methvin, Sr.,qv who in turn in 1870 sold 100 acres to the Southern Pacific line. Earpville was eventually subsumed into the new railroad town of Longview, and the last document showing the old town of Earpville was dated July 3, 1882. A historical marker on Highway 80, at 1107 E. Marshall Avenue, Longview, commemorates this early pioneer.

BIBLIOGRAPHY: Longview Junior Chamber of Commerce, The History of Gregg County (Fort Worth, 1957). Longview Morning Journal, May 3, 1970. Jim Wheat, Postmasters and Post Offices of Texas, 1846-1930 (Microfilm, Grover C. Ramsey Papers, Barker Texas History Center, University of Texas at Austin).


Louisa Alice Earp

Louisa Houston Earp Peters was the wife of famed OK Corral brother, Morgan Seth Earp and Los Angeles/Long Beach Shipyard foreman, Gustave Peters.

She was born in Wisconsin and is possibly the grandaughter of Sam Houston of Houston, Texas fame. She and he sister Kate were once employed as Harvey Girls before Louisa met Morgan.

"Lou" was at the home of the senior Earps in Colton/Temescal California when her husband Morgan was murdered in Tombstone, Arizona as a result of his particiption in the killings of members of the Cowboy faction in Tombstone (Billy Clanton, Frank McLaury and Tom McLaury.) After Morgan's Death, Louisa, remained in southern California. She would go on to marry Gustav Peters in 1885 and died at Long Beach, California.

Louisa was only in her late thirties when she died. She officially died of Nephritis and Diarrhea. Her husband at the time, Gustave Peters made a play for Louisa's sister Agnes and when she said no, he remarried and disappeared from site.

It is said Morgan was the love of her life, and she died of a broken heart.

Once lost, her gravestone was recently restored by Tom Gaurmer and Kenny "The Kid" Vail. These two Old West Historians have also reunited Morgan and Louisa by trading dirt between Morgan's grave in Colton and Louisa's grave in East LA.

Source: http://www.findagrave.com/cgi-bin/fg.cgi?page=gr&GRid=14305129 Sometime between 1871 and 1877 Morgan Earp met and married Louisa Alice Houston, the daughter of H. Samuel Houston and Elizabeth Waughtal. Louisa (born January 24, 1855) was the second eldest of 12 children.

In 1875, Morgan left his family in Wichita, Kansas and became a deputy marshal under Charlie Bassett at Dodge City. In late 1877, Morgan and Louisa moved to Miles City, Montana, where they bought a home. Shortly after his brothers, Wyatt and Virgil Earp, headed for Tombstone, Arizona, Morgan and Louisa sold their home in Montana and headed west. Morgan apparently didn't think the wild mining town of Tombstone was suitable for Louisa, who was a petite woman and suffered from rheumatoid arthritis. He took her instead to stay with his parents in Temescal, California, in March 1880. Morgan set out to meet his older brothers in Tombstone on July 20, 1880. Louisa followed him in early December.

On Wednesday, October 26, 1881, Morgan was involved in the Gunfight at the OK Corral. Two months after the gunfight at the O.K. Corral, in December 1881, Virgil Earp was seriously wounded in an assassination attempt that left him with a permanently crippled left arm. By February 1882, Morgan grew wary of the danger to the Earps in Tombstone and sent Louisa to live with his parents in Colton, California. Morgan remained in Tombstone to support his brothers.

At 10:50 p.m. on Saturday, March 18, 1882, after returning from a musical at Schieffelin Hall, Morgan was ambushed and shot. He was playing a late round of billiards at the Campbell & Hatch Billiard Parlor against owner Bob Hatch. Dan Tipton, Sherman McMaster, and Wyatt watched, having received threats that same day. Morgan died an hour later.

After his death, Morgan was laid out in a blue suit belonging to Doc Holliday. The Earps took his body by wagon the next day to the New Mexico and Arizona railroad station in Contention. From there, his older brother James Earp accompanied Morgan's body to Colton, California where Louisa and her parents were waiting. Morgan was first buried in the old city cemetery of Colton, near Mount Slover. When the cemetery was moved in 1892, Morgan's body was reburied in the Hermosa Cemetery in Colton.

After Morgan's murder, Louisa married Gustav Peters in 1885 and died in 1894 in Long Beach, California.


James Earp - History

W yatt E arp's family can reliably be traced back to Thomas Earp, Jr. (b. 1656, England - d. 1720, Maryland). It would appear that the first Earp to study law was Wyatt's grandfather, Walter, being a Justice of the Peace in Monmouth, Illinois, although his chosen profession was school teacher. He would marry and a son, Nicholas, Wyatt's father, would be born in 1813. Other children born to Walter and wife Martha were Lorenzo Dow in 1809, Elizabeth in 1811, Josiah Jackson in 1816, James in 1818, Francis in 1821, Walter C. (twin) in 1824, Jonathan Douglas (twin) in 1824, Sally Ann in 1827.

Walter and family later moved to Kentucky and there Nicholas married his first wife, Abigail Storm in 1836. To this union a son, Newton and daughter, Mariah, was born. Mariah would die a short time after her birth. Abigail Earp died on October 8, 1839, from unknown causes. In 1840, Nicholas Earp married Virginia Ann Cooksey in Hartford, Kentucky. Following the marriage of Nicholas and Virginia, son James was born in 1841 and Virgil in 1843. Walter Earp, apparently setting the stage for what would be a forever traveling family of Earps, grew restless and moved with Nicholas and family to Monmouth, Illinois. There Walter was elected Justice of the Peace and Nicholas supported his family by being a cooper, dealing real estate, farming, and bootlegging. Further children to be born would be Wyatt in 1848 (March 19th), Morgan in 1851, Warren in 1855 and Adelia in 1861. Two other daughters, Virginia and Martha died early in age. In 1850, Nicholas packed up the family and headed to Pella, Iowa. There the family would remain until Virgil, Newton and James went off to fight for the Union when the Civil War broke out. James would be wounded in battle and thereafter draw a permanent disability because of it. A story was told by Stuart Lake of a young Wyatt trying to run off and join the Union, but being stopped by his father.

With Virgil and Newton still off at war, and James recently returned home, Nicholas Earp again packed up the family and moved them in a wagon train to California in 1864. Virgil would eventually catch up with the family in California when he was discharged from the military. With older brother James wounded, Wyatt grew up fast on the trip west, helping hunt and fend off Indian raids. True to the Earp tradition, 1868 found the family moving again, this time to Lamar, Missouri. Shortly thereafter the family apparently moved to Wyoming for a time where Wyatt and Virgil worked on the railroads. The family would move back to Lamar before 1870 where Wyatt would have his first experience as a law man and marry his first wife. Nicholas and Virginia Earp would eventually settle down in the San Bernadino area of Southern California where Nicholas was elected to the County Court and served until his retirement a short time before his death . Virginia Earp would live until January 14, 1893. Nicholas died on February 12, 1907.


Assista o vídeo: Сергей Вишняков - The Twins James Earp - Cover (Dezembro 2021).