Podcasts de história

Revisão: Volume 54

Revisão: Volume 54

  • Biografia
  • História Secreta
  • História do século 17
  • A guerra Fria
  • Futebol americano
  • História Sindical
  • The Tudors
  • guerra civil Americana
  • Segunda Guerra Mundial
  • Escravidão

Revisão: Volume 54 - História

THT publica bolsa de estudos inspiradora em técnicas tradicionais e não convencionais
na educação de história.

Volume 54 (2020-2021)
é entregue internacionalmente
impressos para membros da
organização sem fins lucrativos, o
Sociedade de Educação em História. Sobre a Organização O professor de história Arquivos Contribuição de materiais Anúncios de veiculações Permissões e direitos autorais Prêmios para alunos e professores Associações / assinaturas O professor de história
Sociedade para a Educação Histórica
CSULB - 1250 Bellflower Blvd.
Long Beach, CA 90840-1601
(562) 985-2573
[email protected]

O professor de história
A edição impressa
Volume 54
2020-2021

Volume 54, No. 1
Novembro de 2020
thehistoryteacher.org/N20 Capa : U.S. Mail Letterbox. Thurgood Marshall Tribunal dos EUA no distrito financeiro da cidade de Nova York. Fotografia: Carol M. Highsmith, 2019. Biblioteca do Congresso, Divisão de Impressos e Fotografias, Arquivo Carol M. Highsmith, LC-DIG-highsm-55477. https://www.loc.gov/item/2019639050/.

Contracapa : Tribunal e Correios dos EUA, Pittsburgh, Pensilvânia. Fotografia de Carol M. Highsmith, 2006. Biblioteca do Congresso, Divisão de Impressos e Fotografias, Arquivo Carol M. Highsmith, LC-DIG-highsm-01599. https://www.loc.gov/item/2011647740/.

Em uma era eletrônica, quando imagens e informações podem aparecer magicamente na ponta dos dedos - e desaparecer com a mesma rapidez - artefatos históricos são, de fato, coisas do passado. Para historiadores, arquivistas e aventureiros em geral, pouco é mais atraente do que a oportunidade de lidar com os registros físicos reais do passado. Livros, periódicos, cartas pessoais - não só são vitais para a própria história humana, como também são tornados possíveis pelo pessoal dos serviços postais.

O professor de história agradece a incrível dedicação dos funcionários dos serviços postais em todo o mundo e reconhece suas contribuições extraordinárias para nossas vidas e nossa história.

O professor de história
Volume 54, No. 1
Novembro de 2020

O OFÍCIO DE ENSINO

Como os majores de história se saem no mercado de trabalho?
por H. Robert Baker e Gregory B. Lewis (pp. 107-128) CARACTERÍSTICA ESPECIAL
ENSAIOS DO PRÊMIO DO DIA DA HISTÓRIA NACIONAL DE 2020

Introdução
por Jane Dabel, O professor de história (pp. 129-130)

Austin, Brad e Pamela Grundy, eds. Ensino de história dos EUA por meio do esporte
por Ashley Brown

Balto, Simon. Território Ocupado: Policiando Black Chicago do Red Summer ao Black Power
por Sarah E. Doherty

Getz, Trevor R. Uma cartilha para o ensino da história africana: dez princípios de design
por Jonathan T. Reynolds

Guelzo, Allen C. Reconstrução: uma história concisa
por Bradley R. Clampitt

Levin, Kevin M. Em busca de confederados negros: o mito mais persistente da Guerra Civil
por Stanley Harrold

Rembis, Michael, Catherine J. Kudlick e Kim E. Nielsen, eds. The Oxford Handbook of Disability History
por David Neumann

Townsend, Robert B. Babel da História: bolsa de estudos, profissionalização e empreendimento histórico nos Estados Unidos, 1880-1940
por James P. Cousins

Wineburg, Sam. Por que aprender história (quando já está no seu telefone)
por Jeffery D. Nokes

7 colaboradores para O professor de história
194 A História de O professor de história
Questionário 197 para avaliadores em potencial
198 Informações sobre associação / assinatura
200 Diretrizes de Submissão para O professor de história

ANUNCIANTES DESTA EDIÇÃO

8 Sociedade para a Educação de História: Prêmio Richard e Louise Wilde
38 Centro Cultural Sultan Qaboos: Oceano Índico na História Mundial
68 Association for Asian Studies: Participe de uma conferência AAS
154 Society for History Education: Comemorando 50 anos
180 American Historical Association: Novo livreto AHA

Lucia Antonelli-Carter é originalmente de Bolonha, Itália. Ela recebeu um diploma avançado em História Europeia Moderna da Universidade de Bolonha em 1998. É Professora Associada de História na Mars Hill University, onde leciona em cursos de história europeia e mundial. Seu atual interesse de pesquisa reflete sobre as maneiras pelas quais a consciência histórica e o pensamento histórico preparam os graduados universitários para enfrentar com confiança os desafios e oportunidades do ambiente político e econômico atual.

H. Robert Baker possui um Ph.D. Doutor em História pela University of California, Los Angeles. Ele é Professor Associado e Diretor de Estudos de Graduação no Departamento de História da Georgia State University, e Chancellor's Learning Scholar.

Peter Burkholder é professor de história na Fairleigh Dickinson University. Ele está no conselho editorial da O Professor Professor, é um editor consultor para Ensino universitárioe atua nos conselhos consultivos da Society for History Education e da International Society for the Scholarship of Teaching and Learning in History. Seu artigo sobre conteúdo e pensamento crítico, publicado em O professor de história em 2014, ganhou o prêmio Gilbert 2015 da American Historical Association pelo melhor artigo sobre o ensino de história.

Max Grinstein é aluno da Belmont Home School em Houston, Texas. Ele ganhou o primeiro lugar na divisão de Papel Júnior no concurso do Dia da História Nacional de 2020 por seu ensaio, "O Quinto Circuito Quatro: Os Juízes Não Anunciados que Ajudaram a Romper as Barreiras Legais no Extremo Sul."

Gregory B. Lewis possui um Ph.D. Doutor em Administração Pública pela Syracuse University. Ele é professor e catedrático de Políticas Públicas no Departamento de Gestão e Políticas Públicas da Escola Andrew Young de Estudos Políticos da Georgia State University.

Natalie Miller é estudante na East High School em Duluth, Minnesota. Seu artigo, "Muito forte para uma mulher: como Bernice Sandler criou o Título IX para quebrar as barreiras para o corpo docente feminino no ensino superior", ganhou o primeiro lugar na divisão de papel sênior no concurso do Dia da História Nacional de 2020.


  1. No seu dispositivo móvel, abra o aplicativo Google Play Store.
  2. Toque em Menu Conta.
  3. Tocar Histórico de compras.

Observação: Os números dos pedidos não estão disponíveis no Google Play no momento. Se você precisar do número do seu pedido para solicitar um reembolso, siga as instruções em "Usando pay.google.com" abaixo.

Observação: Os números dos pedidos não estão disponíveis no Google Play no momento. Se você precisar do número do seu pedido para solicitar um reembolso, siga as instruções em "Usando pay.google.com" abaixo.

  1. Acesse pay.google.com.
  2. Achar Outra atividade de compra.
  3. Selecione Veja as compras.
  4. Selecione um pedido para ver seu recibo.

Índice

Perspectivas em imagem visual para biologia e ecologia marinha: da aquisição à compreensão
Jennifer M. Durden, Timm Schoening, Franziska Althaus, Ariell Friedman, Rafael Garcia, Adrian G. Glover, Jens Greinert, Nancy Jacobsen Stout, Daniel O.B. Jones, Anne Jordt, Jeffrey W. Kaeli, Kevin Köser, Linda A. Kuhnz, Dhugal Lindsay, Kirsty J. Morris, Tim W. Nattkemper, Jonas Osterloff, Henry A. Ruhl, Hanumant Singh, Maggie Tran e Brian J. Bett

A Ecologia Contrastante dos Estuários Macrotidas e Microtidais Temperados
James R. Tweedley, Richard M. Warwick e Ian C. Potter

Desemaranhamento de conceitos de habitat para manejo de peixes marinhos demersais
Sophie. A. M. Elliott, Rosanna J. Milligan, Michael. R. Heath, William. R. Turrell e David M. Bailey

Ocean Sprawl: Desafios e Oportunidades para a Gestão da Biodiversidade em um Mundo em Mudança
Louise B. Firth, Antony M. Knights, Danielle Bridger, Alison J. Evans, Nova Mieszkowska, Pippa Moore, Nessa E. O’Connor, Emma Sheehan, Richard C. Thompson e Stephen J. Hawkins

Respostas dos corais ao estresse antropogênico no século 21 - uma perspectiva ecofisiológica
Michael J. Sweet e Barbara E. Brown

Os impactos ecológicos da colocação de rejeitos submarinos
Elisabetta B. Morello, Michael D.E. Haywood, David T. Brewer, Simon C. Apte, Gert asmund, Y.T. John Kwong e Darren Dennis

Papéis ecológicos de pepinos do mar explorados
Steven W. Purcell, Chantal Conand, Sven Uthicke e Maria Byrne

Estabelecendo linhas de base: oitenta anos de diversidade e biomassa fitoplanctônica no sudeste da Austrália
Penelope A. Ajani, Gustaaf M. Hallegraeff, Drew Allen, Alex Coughlan, Anthony J. Richardson, Leanne K. Armand, Tim Ingleton e Shauna A. Murray


Resenha de ‘I Was Lorena Bobbitt’: Marcando a História

Dani Montalvo e Luke Humphrey

Qualquer um quem viu o documentário dinamite “Lorena” na Amazon no ano passado terá uma perna sobre o que está acontecendo durante a cena de abertura de “I Was Lorena Bobbitt”: Uma mulher perturbada ao volante de um carro para por um vaga na porta de uma loja de conveniência e descobre que tem duas coisas nas mãos. Um é uma faca. O outro ela joga na noite, lançando a maior caça ao homem (capuz) da história de Manassas, Virgínia. E, claro, um dos maiores circos da mídia na última metade do século XX.

É notável e compreensível que o "ferimento malicioso" de 1993 de John Wayne Bobbitt, como viria a ser lido a acusação oficial contra sua esposa, continue a ser um assunto tão fascinante para o público. E que a verdadeira Lorena Bobbitt desempenharia um papel tão importante em uma representação melodramática de sua saga, dada a maneira dolorosa como ela descreveu a atenção pós-operatória que recebeu da TV e dos tabloides. Mas neste exemplo de ponta de programação de férias Lifetime, a ex-Sra. Bobbitt (agora Lorena Gallo) aparece na tela não tanto narrando, mas anotando a história se desenrolando, que é sempre terrível e muitas vezes angustiante.

O objetivo do envolvimento da Sra. Gallo é continuar seu trabalho nos anos mais recentes como uma defensora das vítimas de violência doméstica, que há muito no programa. Durante a transmissão, a Lifetime fará anúncios de serviço público para a Linha Direta Nacional de Violência Doméstica e a Coalizão Nacional contra a Violência Doméstica, como parte de sua campanha Acabar com a Violência Contra as Mulheres.

Uma imigrante da Venezuela, Lorena (Dani Montalvo) é uma inocente de olhos arregalados quando conhece o belo John Bobbitt (Luke Humphrey), um fuzileiro naval estacionado em Quantico. Seu namoro é quase esquisito. John encanta a tia cautelosa de Lorena e, claro, Lorena, que nunca teve um namorado e está encantada com a moda clássica. As coisas não têm para onde ir, a não ser para baixo, e acontecem.

A Sra. Montalvo é encantadora, apesar dos eventos que ela está retratando, e o John do Sr. Humphrey provavelmente faz um favor ao verdadeiro Sr. Bobbitt: Por trás da brutalidade e grosseria está um lampejo de inteligência que faltou nas entrevistas que o próprio Bobbitt deu a os realizadores do documentário “Lorena”. (Danishka Esterhazy dirigiu “I Was Lorena Bobbitt” a partir de um roteiro de Barbara Nance.)


Baixe Agora!

Nós facilitamos para você encontrar um PDF Ebooks sem qualquer escavação. E tendo acesso aos nossos e-books on-line ou armazenando-os em seu computador, você tem respostas convenientes com The Barthes Effect The Essay As Reflective Text Theory And History Of Literature Vol 54. Para começar a encontrar The Barthes Effect The Essay As Reflective Text Theory And History Of Literature Vol 54, você está certo em encontrar nosso site, que tem uma coleção abrangente de manuais listados.
Nossa biblioteca é a maior delas, com literalmente centenas de milhares de produtos diferentes representados.

Finalmente recebo este e-book, obrigado por todos esses The Barthes Effect The Essay As Reflective Text Theory And History Of Literature Vol 54 I can get now!

Eu não pensei que isso iria funcionar, meu melhor amigo me mostrou este site, e funciona! Eu recebo meu e-book mais procurado

wtf este grande ebook de graça ?!

Meus amigos estão tão bravos que não sabem como eu tenho todos os e-books de alta qualidade, o que eles não sabem!

É muito fácil obter e-books de qualidade)

tantos sites falsos. este é o primeiro que funcionou! Muito Obrigado

wtffff eu não entendo isso!

Basta selecionar seu clique e, em seguida, o botão de download e concluir uma oferta para iniciar o download do e-book. Se houver uma pesquisa que leve apenas 5 minutos, tente qualquer pesquisa que funcione para você.


Baixe Agora!

Nós facilitamos para você encontrar um PDF Ebooks sem qualquer escavação. E tendo acesso aos nossos e-books on-line ou armazenando-os em seu computador, você tem respostas convenientes com The Barthes Effect The Essay As Reflective Text Theory And History Of Literature Vol 54. Para começar a encontrar The Barthes Effect The Essay As Reflective Text Theory And History Of Literature Vol 54, você está certo em encontrar nosso site, que tem uma coleção abrangente de manuais listados.
Nossa biblioteca é a maior delas, com literalmente centenas de milhares de produtos diferentes representados.

Finalmente recebo este e-book, obrigado por todos esses The Barthes Effect The Essay As Reflective Text Theory And History Of Literature Vol 54 I can get now!

Eu não pensei que isso iria funcionar, meu melhor amigo me mostrou este site, e funciona! Eu recebo meu e-book mais procurado

wtf este grande ebook de graça ?!

Meus amigos estão tão bravos que não sabem como eu tenho todos os e-books de alta qualidade, o que eles não sabem!

É muito fácil obter e-books de qualidade)

tantos sites falsos. este é o primeiro que funcionou! Muito Obrigado

wtffff eu não entendo isso!

Basta selecionar seu clique e, em seguida, o botão de download e concluir uma oferta para iniciar o download do e-book. Se houver uma pesquisa que leve apenas 5 minutos, tente qualquer pesquisa que funcione para você.


Conteúdo

  1. Os primeiros americanos: pré-história - 1600
  2. Fazendo Treze Colônias: 1600-1740
  3. Das Colônias ao País: 1735-1791
  4. The New Nation: 1789-1850
  5. Liberdade para todos? 1820-1860
  6. Guerra, Guerra Terrível: 1855-1865
  7. Reconstruindo a América: 1865-1890
  8. An Age of Extremes: 1880–1917
  9. Guerra, paz e todo esse jazz: 1918–1945
  10. Todas as pessoas: desde 1945

O décimo primeiro volume é um livro de referência e índice, contendo o texto completo das fontes primárias - geralmente documentos governamentais, discursos ou escritos famosos - referenciados ao longo da série e palavras.

A série ganhou o Prêmio James A. Michener de Redação do Conselho Nacional de Estudos Sociais em 1997 e o Prêmio de Ouro da Escolha dos Pais em 1995 por um livro de referência para idades de 9 a 12 anos. A série vendeu milhões de cópias e foi aceita como livro didático em vários estados dos EUA. [1] David McCullough, um autor de livros de história ganhador do Prêmio Pulitzer, elogiou A History of US antes de uma audiência do subcomitê do Senado dos EUA em 2005. [2]

Embora tenha recebido críticas positivas da maioria das pessoas, alguns críticos conservadores alegaram que as obras são politicamente tendenciosas. [3]

Uma série de análises em 2000-2001 em A carta do livro didático, uma publicação da Textbook League, criticou vários aspectos dos dois primeiros livros de A History of US. Em uma revisão do volume 2, Fazendo Treze Colônias: 1600-1740, Alice Whealey observou muitas afirmações sobre a história da civilização ocidental como errônea, concentrando-se no republicanismo, na Espanha mourisca e nas histórias religiosas abraâmicas apresentadas como fatos. [4] Também com relação ao volume 2, o conde Hautala escreveu que a inclusão de Hakim das histórias da Bíblia de Abraão e Moisés é injustificada e incorreta de uma perspectiva bíblica e não bíblica. [5] William J. Bennetta argumentou que o volume 1, Os primeiros americanos: pré-história - 1600, apresentou uma visão multicultural politizada da história antiga. [6] Uma mãe de Portland Oregon trouxe sérias preocupações ao distrito escolar em relação ao retrato desumanizador dos escravos e à minimização do sofrimento dos povos indígenas durante a colonização no texto [7]


Pregando para o Coro

19 de junho de 2021 - Por Jim Hicks

(Foto: "Porque tenho companhia." Carl Hancock Rux, em entrevista sobre ativismo, conduzida por Carrie Mae Weems)

O poeta, dramaturgo, diretor, músico, ator e ativista Carl Hancock Rux cresceu em um orfanato. Seu irmão mais velho, Ralph, era dono de um restaurante em Fort Greene, Brooklyn, e Ralph conseguiu localizar Carl, que ainda vivia com seus pais adotivos. E então, como Rux coloca, eles “tiveram um breve, maravilhoso e lindo tempo juntos”. Um dia, porém, Ralph desapareceu quando Carl o encontrou por acaso, meses depois, ele estava quase irreconhecível, sofrendo de demência e morrendo de AIDS.

O irmão mais novo cuidava do mais velho, numa época em que os pacientes com AIDS eram temidos e evitados até mesmo pelos funcionários do hospital encarregados de seus cuidados. No dia.

Entrevistas


Uma história do antigo Oriente Próximo ca. 3000-323 AC. 2ª edição

Como observei em minha revisão da primeira edição deste livro (BMCR 2006.09.24), Van de Mieroop prestou um grande serviço à Academia, reunindo de forma acessível fontes históricas divergentes sobre o Antigo Oriente Próximo. Pelo que sei, a maioria dos revisores concordou com essa conclusão. Fiquei um tanto surpreso, portanto, ao receber a segunda edição logo após a publicação da primeira.

Van De Mieroop observa em seu prefácio que foi principalmente para aumentar sua acessibilidade como livro que uma segunda edição foi produzida. Na verdade, essa parece ser a justificativa mais óbvia para o volume. Muitos mapas, ilustrações e traduções foram adicionados para aumentar sua facilidade de uso.

Estes incluem: novas ilustrações de uma placa de Uruk um selo cilíndrico usado por Ilum-bani uma estátua de uma divindade síria uma estela cassita da deusa Lama um ortostato neo-hitita de Tell Halaf um relevo assírio mostrando aos refugiados um plano da Babilônia no sexto século e as representações de tijolos vidrados de soldados de Susa. Todos estão perfeitamente situados no texto para que sua relevância seja clara.

Cinco novos mapas enfeitam o volume. A maioria deles são mapas gerais no início de cada seção que indicam a localização dos principais assentamentos. O & # 8221 Documentos, & # 8221 essencialmente caixas de texto que fornecem traduções e comentários sobre períodos específicos, também foram consideravelmente expandidas. Estes agora incluem listas lexicais, um trecho de uma lista de rações, hinos aos reis da dinastia Ur III, um trecho do edito do rei Ammisaduqa da Babilônia, um relato da história dos primeiros hititas, literatura babilônica, escritos hurritas, inscrições do elamita médio , reflexões posteriores sobre a Idade das Trevas, uma descrição assíria das montanhas Zagros, Rei Sargon e Dur Sharrukin, comentários acadêmicos, contratos privados neobabilônicos e a biblioteca persa em Sippar. Essas são adições muito úteis, especialmente porque Van de Mieroop fornece uma bibliografia completa para as traduções que ele citou.

O & # 8221 Leituras Sugeridas& # 8221 no final do livro são bastante aumentados em número, o que também é muito bem-vindo.

Existem também mudanças textuais que refletem novas descobertas arqueológicas. Por exemplo, a discussão sobre a Expansão de Uruk (p. 37) agora inclui referência à presença de tigelas de borda chanfrada de Miri Qalat no Paquistão e às escavações em andamento em Nurabad, no sul do Irã. Isso não é importante apenas por questões de precisão, mas também serve ao propósito de reforçar o ponto de que a pesquisa arqueológica ainda está ocorrendo fora do sul da Mesopotâmia, que tem uma relação direta com os desenvolvimentos em toda a região.

Algumas das questões levantadas em minha revisão da primeira edição ainda estão de pé: há muito pouca discussão sobre o Império / Estado de Sabá, e a seção sobre o Império Aquemênida ainda parece um tanto curta (embora tenha aumentado em duas páginas de 13 no primeira edição a 15 na segunda).

Talvez a terceira edição aborde esses dois pontos.

No final, os acréscimos a este volume apenas aumentaram seu imenso valor como livro-texto e como volume acadêmico. Aqueles que não compraram o livro antes serão recompensados ​​com sua aquisição. Felizmente, o preço da capa mole da segunda edição (US $ 37,95) não é tão excessivo a ponto de dissuadir quem comprou a primeira edição de comprar também a segunda.


Revisão da História da Educação

The History of Education Review é um periódico internacional comprometido com a publicação de pesquisas de alta qualidade revisadas por pares e artigos teóricos localizados na história da educação. History of Education Review é o jornal oficial da Sociedade de História da Educação da Austrália e da Nova Zelândia (ANZHES). A associação inclui uma assinatura da History of Education Review. ANZHES tem seu site em: http://www.anzhes.com.

HER publica pesquisa histórica no que se refere a:

  • Infância e Juventude
  • Política educacional
  • Métodos de ensino
  • Currículo
  • Formação de professores
  • Educação de adultos e superior
  • Ambientes de aprendizagem
  • Gênero
  • Classe
  • Etnia
  • Cultura e sociedade
  • Identidade nacional
  • Materialidades da escolaridade
  • Educação indígena
  • Metodologias históricas

Editores-chefes

  • Clarissa Carden
    Griffith University - Austrália
    [e-mail & # 160 protegido]
  • Professora Julie McLeod
    Universidade de Melbourne - Austrália
    [e-mail & # 160 protegido]
  • Dr. Tamson Pietsch
    University of Technology Sydney - Austrália
    [e-mail & # 160 protegido]
  • Dra. Helen Proctor
    Universidade de Sydney - Austrália
    [e-mail & # 160 protegido]

Editor de resenhas

Editor

Escritório Editorial da Revista (para dúvidas relacionadas à pré-aceitação)

Gerente de projeto do fornecedor (para dúvidas relacionadas à pós-aceitação)

Conselho Editorial

  • Professora Maria del Mar del Pozo Andres
    Universidad de Alcala - Espanha
  • Professora Nancy Beadie
    universidade de Washington - EUA
  • Professor Associado Craig Campbell
    Universidade de Sydney - Austrália
  • Roland Sintos Coloma
    Wayne State University - EUA
  • Professor Marc Depaepe
    Katholieke Universiteit Leuven Campus Kortrijk - Bélgica
  • Dra. Ines Dussel
    Departamento de Investigaciones Educativas del Centro de Investigación y Estudios Avanzados (DI-CINVESTAV) - México
  • Professora Tanya Fitzgerald
    La Trobe University - Austrália
  • Professora Joyce Goodman
    Universidade de Winchester - Reino Unido
  • Professor Ian Grosvenor
    Universidade de Birmingham - Reino Unido
  • Professora Therese Hamel
    Université Laval - Canadá
  • Professor Daniel Lindmark
    Umeå University - Suécia
  • Kevin Lowe
    Universidade Macquarie - Austrália
  • Professor Stuart Macintyre
    Universidade de Melbourne - Austrália
  • Dra. Josephine May
    Universidade de Newcastle - Austrália
  • Professor Gary McCulloch
    Instituto de Educação da Universidade de Londres - Reino Unido
  • Professora Elizabeth McKinley
    A universidade de Melbourne - Austrália
  • Professora Pavla Miller
    Universidade RMIT - Austrália
  • Professor Kay Morris Matthews
    Instituto de Tecnologia do Leste, Hawkes Bay - Nova Zelândia
  • Dr. Kevin Myers
    Universidade de Birmingham - Reino Unido
  • Professor Adam R. Nelson
    Universidade de Wisconsin-Madison - EUA
  • Professor Tom O & # 039Donoghue
    Universidade da Austrália Ocidental - Austrália
  • Professor Roger Openshaw
    Massey University - Nova Zelândia
  • Professora Fiona Paisley
    Griffith University - Austrália
  • Professor William Reese
    Universidade de Wisconsin-Madison - EUA
  • Professora Rebecca Rogers
    Université Paris Descartes - França
  • Professora Susan Semel
    Universidade da Cidade de Nova York - EUA
  • Professor Geoffrey Sherington
    Universidade de Sydney - Austrália
  • Professora Elizabeth Smyth
    Instituto de Estudos em Educação de Ontário - Canadá
  • Professor Wayne Urban
    Universidade do Alabama - EUA
  • Professor Noah W. Sobe
    Loyola University Chicago - EUA
  • Professora Kay Whitehead
    Flinders University - Austrália
  • Professor Assistente Weili Zhao
    Universidade Chinesa de Hong Kong - Hong Kong
  • Professora Maria del Mar del Pozo Andres
    Universidad de Alcala - Espanha

Antes que você comece

Para dúvidas relacionadas ao status de pré-decisão do seu artigo, entre em contato com o Editor ou com o Escritório Editorial da Revista. Para dúvidas pós aceitação, entre em contato com o Gerente de Projeto do Fornecedor. Esses detalhes podem ser encontrados na seção Equipe Editorial.

Responsabilidades do autor

Nosso objetivo é fornecer a você uma experiência profissional e cortês em cada etapa do processo de revisão e publicação. Existem também algumas responsabilidades que pertencem a você como autor. Nossa expectativa é que você:

  • Responda rapidamente a qualquer dúvida durante o processo de publicação.
  • Seja responsável por todos os aspectos do seu trabalho. Isso inclui investigar e resolver quaisquer dúvidas sobre a precisão ou integridade da pesquisa
  • Trate as comunicações entre você e o editor da revista como confidenciais até que uma decisão editorial seja tomada.
  • Leia sobre nossa ética em pesquisa para autoria. Eles afirmam que você deve:
    • Incluir qualquer pessoa que tenha feito uma contribuição substancial e significativa para a submissão (qualquer outra pessoa envolvida no artigo deve ser listada nos agradecimentos).
    • Excluir qualquer pessoa que não tenha contribuído para o artigo ou que tenha optado por não se associar à pesquisa.

    Ética em pesquisa e publicação

    Nossos editores e funcionários trabalham duro para garantir que o conteúdo que publicamos seja eticamente correto. Para nos ajudar a atingir esse objetivo, seguimos de perto as orientações contidas nas diretrizes e fluxogramas do site do COPE (Comitê de Ética em Publicações).

    Também desenvolvemos nossas diretrizes de ética em pesquisa e publicação. Se você ainda não leu, recomendamos que o faça - eles o ajudarão a evitar os problemas de ética de publicação mais comuns.

    • Qualquer manuscrito que você enviar para esta revista deve ser original. Isso significa que não deveria ter sido publicado antes em sua forma atual ou semelhante. As exceções a esta regra são descritas em nossas políticas de pré-impressão e artigos de conferência. Se qualquer elemento substancial de seu artigo foi publicado anteriormente, você precisa declarar isso ao editor da revista no momento da submissão. Observe que o editor da revista pode usar a Verificação de similaridade Crossref para verificar a originalidade das submissões recebidas. Este serviço compara os envios a um banco de dados de 49 milhões de obras de 800 editoras acadêmicas.
    • Seu trabalho não deveria ter sido submetido em nenhum outro lugar e não deveria estar sendo considerado por nenhuma outra publicação.
    • Se você tiver um conflito de interesses, deve declará-lo no momento do envio, para que o editor decida como deseja proceder. Leia sobre conflito de interesses em nossas diretrizes de ética em pesquisa e publicação.
    • Ao enviar seu trabalho para a Emerald, você garante que o trabalho não viola nenhum direito autoral existente.

    Permissões de direitos autorais de terceiros

    Antes do envio do artigo, você precisa garantir que solicitou e recebeu permissão por escrito para usar qualquer material em seu manuscrito que tenha sido criado por terceiros. Observe que não podemos publicar nenhum artigo que ainda tenha permissões pendentes. Os direitos que exigimos são:

    • Direitos não exclusivos de reprodução do material do artigo ou capítulo de livro.
    • Direitos impressos e eletrônicos.
    • Direitos mundiais do idioma inglês.
    • Usar o material para a vida da obra. Isso significa que não deve haver restrições de tempo para a sua reutilização, por ex. uma licença de um ano.

    Somos membros da Associação Internacional de Editores Científicos, Técnicos e Médicos (STM) e participamos das diretrizes de permissões do STM, uma troca recíproca e gratuita de material com outros editores do STM. Em alguns casos, isso pode significar que você não precisa de permissão para reutilizar o conteúdo. Em caso afirmativo, destaque isso na fase de envio.

    Reserve alguns minutos para ler nosso guia de permissões de publicação para garantir que você atendeu a todos os requisitos, para que possamos processar seu envio sem demora.

    Submissões e informações de acesso aberto

    Todos os nossos periódicos oferecem atualmente dois caminhos de publicação de acesso aberto (OA), acesso aberto ouro e acesso aberto verde.

    Se você quiser ou for obrigado a disponibilizar gratuitamente o PDF do editor da marca (também conhecido como a versão do registro) imediatamente após a publicação, você deve selecionar a rota de acesso aberto ouro durante o processo de envio.

    Se você optou por publicar o acesso aberto ouro, este é o ponto em que você será solicitado a pagar o APC (taxa de processamento do artigo). Isso varia por periódico e pode ser encontrado em nossa lista de preços da APC ou no sistema editorial no momento da submissão. Seu artigo será publicado com uma licença de usuário Creative Commons CC BY 4.0, que descreve como os leitores podem reutilizar seu trabalho.

    Alternativamente, se você deseja, ou é obrigado a publicar o acesso aberto, mas seu financiamento não cobre o custo do APC, você pode escolher o acesso aberto verde ou auto-arquivamento. Assim que seu artigo for publicado, você poderá disponibilizar o manuscrito aceito pelo autor (versão aceita para publicação) abertamente, sem pagamento e sem embargo.

    Para autores de artigos de periódicos do Reino Unido - se você deseja enviar seu trabalho aceito por nós para REF 2021, você deve fazer um 'depósito fechado' de seu manuscrito aceito em seu respectivo repositório institucional após a aceitação de seu artigo. Os artigos aceitos para publicação após 1º de abril de 2018 devem ser depositados o mais rápido possível, mas no máximo três meses após a data de aceitação. Para mais informações e orientações, consulte o site REF 2021.

    Você pode descobrir mais sobre nossas rotas de acesso aberto, nossos APCs e isenções e ler nossas perguntas frequentes em nossa página de pesquisa aberta.

    Diretrizes para promoção de transparência e abertura (TOP)

    Somos signatários das Diretrizes de Transparência e Promoção da Abertura (TOP), uma estrutura que apóia a reprodutibilidade da pesquisa por meio da adoção de práticas de pesquisa transparentes. Isso significa que o encorajamos a:

    • Cite e referencie totalmente todos os dados, código do programa e outros métodos em seu artigo.
    • Inclua identificadores persistentes, como um Digital Object Identifier (DOI), em referências para conjuntos de dados e códigos de programa. Identificadores persistentes garantem acesso futuro a objetos digitais publicados exclusivos, como um trecho de texto ou conjuntos de dados. Identificadores persistentes são atribuídos a conjuntos de dados por arquivos digitais, como repositórios institucionais e parceiros na Aliança de Preservação de Dados para as Ciências Sociais (Data-PASS).
    • Siga os procedimentos internacionais e nacionais apropriados com relação à proteção de dados, direitos à privacidade e outras considerações éticas, sempre que você citar dados. Para obter mais orientações, consulte nossas diretrizes de ética em pesquisa e publicação. Para obter um exemplo de como citar conjuntos de dados, consulte a seção de referências abaixo.

    Prepare sua inscrição

    Serviços de suporte a manuscritos

    Temos o prazer de fazer parceria com a Editage, uma plataforma que conecta você a especialistas relevantes em suporte linguístico, tradução, edição, recursos visuais, consultoria e muito mais. Depois de acordar uma taxa, eles trabalharão com você para aprimorar seu manuscrito e deixá-lo pronto para envio.

    Este é um serviço opcional para autores que sentem que precisam de um pouco mais de apoio. Isso não garante que seu trabalho será aceito para revisão ou publicação.

    Requisitos de manuscrito

    Antes de enviar seu manuscrito, é importante que você leia e siga as orientações abaixo. Você também encontrará algumas dicas úteis em nossa estrutura, seu guia de procedimentos para envio de periódicos.

    Os arquivos do artigo devem ser fornecidos no formato Microsoft Word

    Embora você seja bem-vindo para enviar um PDF do documento junto com o arquivo do Word, apenas PDFs não são aceitáveis. Os arquivos LaTeX também podem ser usados, mas apenas se um documento PDF for fornecido. Os tipos de arquivo de figura aceitáveis ​​estão listados mais abaixo.

    Comprimento do artigo / contagem de palavras

    Os artigos devem ter entre 6.000 e 8.000 palavras. Isso inclui todo o texto, por exemplo, o resumo estruturado, referências, todo o texto em tabelas e figuras e apêndices.

    Por favor, permita 280 palavras para cada figura ou tabela.

    Título do artigo

    Deve ser fornecido um título conciso.

    Detalhes do autor

    Os nomes de todos os autores contribuintes devem ser adicionados ao envio do ScholarOne. Liste-os na ordem em que deseja que sejam publicados. Cada autor contribuinte precisará de sua própria conta de autor do ScholarOne, da qual extrairemos os seguintes detalhes:

    • Endereço de e-mail do autor (preferencial institucional).
    • Nome do autor. Iremos reproduzi-lo exatamente, portanto, quaisquer nomes do meio e / ou iniciais que eles queiram apresentar devem ser incluídos.
    • Afiliação do autor. Este deveria ser o local onde eles se baseavam quando a pesquisa para o artigo foi conduzida.

    Em artigos com vários autores, é importante que TODOS os autores que fizeram uma contribuição significativa para o artigo sejam listados. Aqueles que forneceram apoio, mas não contribuíram para a pesquisa, devem ser apresentados em uma seção de agradecimentos. Você nunca deve incluir pessoas que não contribuíram para o artigo ou que não desejam ser associadas à pesquisa. Leia sobre nossa ética em pesquisa para autoria.

    Biografias e agradecimentos

    Se você quiser incluir esses itens, salve-os em um documento separado do Microsoft Word e carregue o arquivo com o seu envio. Quando incluídos, uma breve biografia profissional de não mais de 100 palavras deve ser fornecida para cada autor nomeado.

    Financiamento de pesquisa

    Seu artigo deve fazer referência a todas as fontes de financiamento de pesquisa externa na seção de agradecimentos. Você deve descrever o papel do financiador ou patrocinador financeiro em todo o processo de pesquisa, desde a concepção do estudo até a submissão.

    Resumo estruturado

    Todas as submissões devem incluir um resumo estruturado, seguindo o formato descrito a seguir.

    Esses quatro subtítulos e as respectivas explicações devem sempre ser incluídos:

    Os três subtítulos a seguir são opcionais e podem ser incluídos, se aplicável:


    Você pode encontrar algumas dicas úteis em nosso guia de como fazer para escrever um resumo de artigo.

    O comprimento máximo de seu resumo deve ser de 250 palavras no total, incluindo palavras-chave e classificação do artigo (veja as seções abaixo).

    Sua submissão deve incluir até 12 palavras-chave adequadas e curtas que capturem os principais tópicos do artigo. Nosso Criando um manuscrito amigável para SEO como orientar contém algumas orientações práticas sobre a escolha de palavras-chave amigáveis ​​para mecanismos de pesquisa.

    Please note, while we will always try to use the keywords you’ve suggested, the in-house editorial team may replace some of them with matching terms to ensure consistency across publications and improve your article’s visibility.

    Article classification

    During the submission process, you will be asked to select a type for your paper the options are listed below. If you don’t see an exact match, please choose the best fit:

    You will also be asked to select a category for your paper. The options for this are listed below. If you don’t see an exact match, please choose the best fit:

    Research paper. Reports on any type of research undertaken by the author(s), including:

    • The construction or testing of a model or framework
    • Action research
    • Testing of data, market research or surveys
    • Empirical, scientific or clinical research
    • Papers with a practical focus

    Viewpoint. Covers any paper where content is dependent on the author's opinion and interpretation. This includes journalistic and magazine-style pieces.

    Technical paper. Describes and evaluates technical products, processes or services.

    Conceptual paper. Focuses on developing hypotheses and is usually discursive. Covers philosophical discussions and comparative studies of other authors’ work and thinking.

    Case study. Describes actual interventions or experiences within organizations. It can be subjective and doesn’t generally report on research. Also covers a description of a legal case or a hypothetical case study used as a teaching exercise.

    Literature review. This category should only be used if the main purpose of the paper is to annotate and/or critique the literature in a particular field. It could be a selective bibliography providing advice on information sources, or the paper may aim to cover the main contributors to the development of a topic and explore their different views.

    General review. Provides an overview or historical examination of some concept, technique or phenomenon. Papers are likely to be more descriptive or instructional (‘how to’ papers) than discursive.

    Headings must be concise, with a clear indication of the required hierarchy.

    The preferred format is for first level headings to be in bold, and subsequent sub-headings to be in medium italics.

    Notes/endnotes

    Notes or endnotes should only be used if absolutely necessary. They should be identified in the text by consecutive numbers enclosed in square brackets. These numbers should then be listed, and explained, at the end of the article.

    All figures (charts, diagrams, line drawings, webpages/screenshots, and photographic images) should be submitted electronically. Both colour and black and white files are accepted.

    There are a few other important points to note:

    • All figures should be supplied at the highest resolution/quality possible with numbers and text clearly legible.
    • Acceptable formats are .ai, .eps, .jpeg, .bmp, and .tif.
    • Electronic figures created in other applications should be supplied in their original formats and should also be either copied and pasted into a blank MS Word document, or submitted as a PDF file.
    • All figures should be numbered consecutively with Arabic numerals and have clear captions.
    • All photographs should be numbered as Plate 1, 2, 3, etc. and have clear captions.

    Tables should be typed and submitted in a separate file to the main body of the article. The position of each table should be clearly labelled in the main body of the article with corresponding labels clearly shown in the table file. Tables should be numbered consecutively in Roman numerals (e.g. I, II, etc.).

    Give each table a brief title. Ensure that any superscripts or asterisks are shown next to the relevant items and have explanations displayed as footnotes to the table, figure or plate.

    All references in your manuscript must be formatted using one of the recognised Harvard styles. You are welcome to use the Harvard style Emerald has adopted – we’ve provided a detailed guide below. Want to use a different Harvard style? That’s fine, our typesetters will make any necessary changes to your manuscript if it is accepted. Please ensure you check all your citations for completeness, accuracy and consistency.

    Emerald’s Harvard referencing style

    References to other publications in your text should be written as follows:

    • Single author: (Adams, 2006)
    • Two authors: (Adams and Brown, 2006)
    • Three or more authors: (Adams et al., 2006) Please note, ‘et al' should always be written in italics.

    A few other style points. These apply to both the main body of text and your final list of references.

    • When referring to pages in a publication, use ‘p.(page number)’ for a single page or ‘pp.(page numbers)’ to indicate a page range.
    • Page numbers should always be written out in full, e.g. 175-179, not 175-9.
    • Where a colon or dash appears in the title of an article or book chapter, the letter that follows that colon or dash should always be lower case.
    • When citing a work with multiple editors, use the abbreviation ‘Ed.s’.

    At the end of your paper, please supply a reference list in alphabetical order using the style guidelines below. Where a DOI is available, this should be included at the end of the reference.

    Surname, initials (year), title of book, publisher, place of publication.

    por exemplo. Harrow, R. (2005), No Place to Hide, Simon & Schuster, New York, NY.

    Surname, initials (year), "chapter title", editor's surname, initials (Ed.), title of book, publisher, place of publication, page numbers.

    por exemplo. Calabrese, F.A. (2005), "The early pathways: theory to practice – a continuum", Stankosky, M. (Ed.), Creating the Discipline of Knowledge Management, Elsevier, New York, NY, pp.15-20.

    Surname, initials (year), "title of article", journal name, volume issue, page numbers.

    por exemplo. Capizzi, M.T. and Ferguson, R. (2005), "Loyalty trends for the twenty-first century", Journal of Consumer Marketing, Vol. 22 No. 2, pp.72-80.

    For published
    conference proceedings

    Surname, initials (year of publication), "title of paper", in editor’s surname, initials (Ed.), title of published proceeding which may include place and date(s) held, publisher, place of publication, page numbers.

    por exemplo. Wilde, S. and Cox, C. (2008), “Principal factors contributing to the competitiveness of tourism destinations at varying stages of development”, in Richardson, S., Fredline, L., Patiar A., & Ternel, M. (Ed.s), CAUTHE 2008: Where the 'bloody hell' are we?, Griffith University, Gold Coast, Qld, pp.115-118.

    For unpublished
    conference proceedings

    Surname, initials (year), "title of paper", paper presented at [name of conference], [date of conference], [place of conference], available at: URL if freely available on the internet (accessed date).

    por exemplo. Aumueller, D. (2005), "Semantic authoring and retrieval within a wiki", paper presented at the European Semantic Web Conference (ESWC), 29 May-1 June, Heraklion, Crete, available at: http://dbs.uni-leipzig.de/file/aumueller05wiksar.pdf (accessed 20 February 2007).

    Surname, initials (year), "title of article", working paper [number if available], institution or organization, place of organization, date.

    por exemplo. Moizer, P. (2003), "How published academic research can inform policy decisions: the case of mandatory rotation of audit appointments", working paper, Leeds University Business School, University of Leeds, Leeds, 28 March.

    For encyclopaedia entries
    (with no author or editor)

    Title of encyclopaedia (year), "title of entry", volume, edition, title of encyclopaedia, publisher, place of publication, page numbers.

    por exemplo. Encyclopaedia Britannica (1926), "Psychology of culture contact", Vol. 1, 13th ed., Encyclopaedia Britannica, London and New York, NY, pp.765-771.

    (for authored entries, please refer to book chapter guidelines above)

    For newspaper
    articles (authored)

    Surname, initials (year), "article title", jornal, date, page numbers.

    por exemplo. Smith, A. (2008), "Money for old rope", Notícias diárias, 21 January, pp.1, 3-4.

    For newspaper
    articles (non-authored)

    Newspaper (year), "article title", date, page numbers.

    por exemplo. Notícias diárias (2008), "Small change", 2 February, p.7.

    For archival or other unpublished sources

    Surname, initials (year), "title of document", unpublished manuscript, collection name, inventory record, name of archive, location of archive.

    por exemplo. Litman, S. (1902), "Mechanism & Technique of Commerce", unpublished manuscript, Simon Litman Papers, Record series 9/5/29 Box 3, University of Illinois Archives, Urbana-Champaign, IL.

    If available online, the full URL should be supplied at the end of the reference, as well as the date that the resource was accessed.

    Surname, initials (year), “title of electronic source”, available at: persistent URL (accessed date month year).

    por exemplo. Weida, S. and Stolley, K. (2013), “Developing strong thesis statements”, available at: https://owl.english.purdue.edu/owl/resource/588/1/ (accessed 20 June 2018)

    Standalone URLs, i.e. those without an author or date, should be included either inside parentheses within the main text, or preferably set as a note (Roman numeral within square brackets within text followed by the full URL address at the end of the paper).

    Surname, initials (year), title of dataset, name of data repository, available at: persistent URL, (accessed date month year).

    por exemplo. Campbell, A. and Kahn, R.L. (2015), American National Election Study, 1948, ICPSR07218-v4, Inter-university Consortium for Political and Social Research (distributor), Ann Arbor, MI, available at: https://doi.org/10.3886/ICPSR07218.v4 (accessed 20 June 2018)

    Submit your manuscript

    There are a number of key steps you should follow to ensure a smooth and trouble-free submission.

    Double check your manuscript

    Before submitting your work, it is your responsibility to check that the manuscript is complete, grammatically correct, and without spelling or typographical errors. A few other important points:

    • Give the journal aims and scope a final read. Is your manuscript definitely a good fit? If it isn’t, the editor may decline it without peer review.
    • Does your manuscript comply with our research and publishing ethics guidelines?
    • Have you cleared any necessary publishing permissions?
    • Have you followed all the formatting requirements laid out in these author guidelines?
    • Does the manuscript contain any information that might help the reviewer identify you? This could compromise the blind peer review process. A few tips:
      • If you need to refer to your own work, use wording such as ‘previous research has demonstrated’ not ‘our previous research has demonstrated’.
      • If you need to refer to your own, currently unpublished work, don’t include this work in the reference list.
      • Any acknowledgments or author biographies should be uploaded as separate files.
      • Carry out a final check to ensure that no author names appear anywhere in the manuscript. This includes in figures or captions.

      You will find a helpful submission checklist on the website Think.Check.Submit.

      The submission process

      All manuscripts should be submitted through our editorial system by the corresponding author.

      A separate author account is required for each journal you submit to. If this is your first time submitting to this journal, please choose the Create an account ou Register now option in the editorial system. If you already have an Emerald login, you are welcome to reuse the existing username and password here.

      Please note, the next time you log into the system, you will be asked for your username. This will be the email address you entered when you set up your account.

      Don't forget to add your ORCiD ID during the submission process. It will be embedded in your published article, along with a link to the ORCiD registry allowing others to easily match you with your work.

      Don’t have one yet? It only takes a few moments to register for a free ORCiD identifier.

      During the submission process, you will have the opportunity to indicate whether you would like to publish your paper via the gold open access route.

      Visit the ScholarOne support centre for further help and guidance.

      What you can expect next

      You will receive an automated email from the journal editor, confirming your successful submission. It will provide you with a manuscript number, which will be used in all future correspondence about your submission. If you have any reason to suspect the confirmation email you receive might be fraudulent, please contact our Rights team.

      Post submission

      Review and decision process

      Each submission is checked by the editor. At this stage, they may choose to decline or unsubmit your manuscript if it doesn’t fit the journal aims and scope, or they feel the language/manuscript quality is too low.

      If they think it might be suitable for the publication, they will send it to at least two independent referees for double blind peer review. Once these reviewers have provided their feedback, the editor may decide to accept your manuscript, request minor or major revisions, or decline your work.

      While all journals work to different timescales, the goal is that the editor will inform you of their first decision within 60 days.

      During this period, we will send you automated updates on the progress of your manuscript via our submission system, or you can log in to check on the current status of your paper. Each time we contact you, we will quote the manuscript number you were given at the point of submission. If you receive an email that does not match these criteria, it could be fraudulent and we recommend you email [email protected]

      If your submission is accepted

      Open access

      If you’ve chosen to publish gold open access, this is the point you will be asked to pay the APC (article processing charge). This varies per journal and can be found on our APC price list or on the editorial system at the point of submission. Your article will be published with a Creative Commons CC BY 4.0 user licence, which outlines how readers can reuse your work.

      For UK journal article authors - if you wish to submit your work accepted by Emerald to REF 2021, you must make a ‘closed deposit’ of your accepted manuscript to your respective institutional repository upon acceptance of your article. Articles accepted for publication after 1st April 2018 should be deposited as soon as possible, but no later than three months after the acceptance date. For further information and guidance, please refer to the REF 2021 website.

      Copyright

      All accepted authors are sent an email with a link to a licence form. This should be checked for accuracy, for example whether contact and affiliation details are up to date and your name is spelled correctly, and then returned to us electronically. If there is a reason why you can’t assign copyright to us, you should discuss this with your journal content editor. You will find their contact details on the editorial team section above.

      Proofing and typesetting

      Once we have received your completed licence form, the article will pass directly into the production process. We will carry out editorial checks, copyediting, and typesetting and then return proofs to you (if you are the corresponding author) for your review. This is your opportunity to correct any typographical errors, grammatical errors or incorrect author details. We can’t accept requests to rewrite texts at this stage.

      When the page proofs are finalised, the fully typeset and proofed version of record is published online. This is referred to as the EarlyCite versão. While an EarlyCite article has yet to be assigned to a volume or issue, it does have a digital object identifier (DOI) and is fully citable. It will be compiled into an issue according to the journal’s issue schedule, with papers being added by chronological date of publication.

      How to share your paper

      Visit our author rights page to find out how you can reuse and share your work.

      To find tips on increasing the visibility of your published paper, read about how to promote your work.

      Correcting inaccuracies in your published paper

      Sometimes errors are made during the research, writing and publishing processes. When these issues arise, we have the option of withdrawing the paper or introducing a correction notice. Find out more about our article withdrawal and correction policies.

      Need to make a change to the author list? See our frequently asked questions (FAQs) below.

      Frequently asked questions

      Is there a submission fee
      for the journal?

      The only time we will ever ask you for money to publish in an Emerald journal is if you have chosen to publish via the gold open access route. You will be asked to pay an APC (article processing charge) once your paper has been accepted (unless it is a sponsored open access journal).

      At no other time will you be asked to contribute financially towards your article’s publication. If you haven’t chosen gold open access and you receive an email which appears to be from Emerald, asking you for payment to publish, please contact our Rights team.

      How can I become
      a reviewer for a journal?

      Please contact the editor for the journal, with a copy of your CV. You will find their contact details on the editorial team tab on this page.

      Who do I contact if I want to find out which volume and issue my accepted paper will appear in?

      Typically, papers are added to an issue according to their date of publication. If you would like to know in advance which issue your paper will appear in, please contact the content editor of the journal. You will find their contact details on the editorial team tab on this page. Once your paper has been published in an issue, you will be notified by email.

      Who do I contact if I have
      a query about my submission?

      Please email the journal editor – you will find their contact details on the editorial team tab on this page. If you ever suspect an email you’ve received from Emerald might not be genuine, you are welcome to verify it with the content editor for the journal, whose contact details can be found on the editorial team tab on this page. Alternatively, you can email our Rights team.

      Is my paper suitable
      for the journal?

      If you’ve read the aims and scope on the journal landing page and are still unsure whether your paper is suitable for the journal, please email the editor and include your paper's title and structured abstract. They will be able to advise on your manuscript’s suitability. You will find their contact details on the Editorial team tab on this page.

      How do I make a change to the list of authors once the manuscript has been submitted?

      Authorship and the order in which the authors are listed on the paper should be agreed prior to submission. If you need to make any changes to the author information once the paper is under review or has been accepted, we will look into your request and closely follow the Committee on Publication Ethics (COPE) authorship guidelines. We will also require a statement from each author confirming their agreement.


      Assista o vídeo: Eaton Pump (Dezembro 2021).