Podcasts de história

Colhoun DD- 85 - História

Colhoun DD- 85 - História

Colhoun
(DD-85: dp. 1.060; 1. 315'5 "; b 31'9"; dr. 9'2 "; s. 35 k .;
cpl. 100; uma. 4 4 ", 12 21" tt .; cl. Wickes)

O primeiro Colhoun (DD-85) foi lançado em 21 de fevereiro de 1918 pela Fore River Shipbuilding Co., Quincy, Massachusetts, patrocinado pela Srta. A. Colhoun; comissionado em 13 de junho de 1918, comandante B. B. Wygant no comando, e reportado à Frota do Atlântico.

De 30 de junho a 14 de setembro de 1918, Colhoun serviu como escolta de comboio entre Nova York e os portos europeus. Em 10 de novembro de 1918, ela se apresentou a New London para conduzir experimentos com equipamento de som então em desenvolvimento. Em 1 de janeiro de 1919, ela correu para ajudar o transporte do Pacífico Norte, que estava encalhado em Fire Island, levando 194 de suas tropas de retorno para Hoboken, N.J.

Depois de operar no Caribe e na costa leste, Colhoun foi colocada em comissão reduzida no Estaleiro da Marinha da Filadélfia em 1º de dezembro de 1919. Após uma revisão no Estaleiro da Marinha de Norfolk e um período de reserva em Charleston, SC, ela voltou para a Filadélfia, onde foi desativada 28 Junho de 1922.

Rebocado para Norfolk Navy Yard (5 de junho de 1940) Colhoun passou por conversão para um transporte de alta velocidade e foi recomissionado como APD-2 em 11 de dezembro de 1940. Ela operou entre Norfolk e o Caribe em exercícios de treinamento até navegar para Noumea, Nova Caledônia, onde chegou em 21 de julho de 1942.

Ela carregou unidades do 1º Batalhão de Incursão da Marinha nos desembarques de assalto inicial em Guadalcanal em 7 de agosto e continuou a servir como transporte e anti-submarino Yessel em apoio à invasão.

Às 14h do dia 30 de agosto de 1942, enquanto Colhoun estava patrulhando ao largo de Guadalcanal, ela foi atingida por um ataque aéreo japonês. Os primeiros acertos destruíram os barcos do navio e os turcos posteriores e iniciaram um incêndio a diesel dos destroços do barco. Em um segundo ataque, uma sucessão de rebatidas a estibordo derrubou o mastro de proa, explodiu dois de 20 mm. canhões e um canhão de 4 "saíram do navio e danificaram os espaços de engenharia. Mais dois tiros diretos mataram todos os homens na casa do convés posterior. Os cargueiros de Guadalcanal resgataram a tripulação e Calhoun afundou em 09 ° 24 'S., 160 ° 01 'E. Cinquenta e um homens foram mortos e 18 feridos nesta ação.

Colhoun recebeu uma estrela de batalha por sua participação na Segunda Guerra Mundial.


USS Colhoun (DD-85)

USS Colhoun (DD-85 / APD-2) là một tàu khu trục thuộc lớp Wickes của Hải quân Hoa Kỳ trong giai đoạn Chiến tranh Thế giới thứ nhất, và tiếp tục phục vụ như một tàu vậnyển cao tốc với ký hiệu lườn APD-2 trong Chiến tranh Thế giới thứ hai. Nó là chiếc tàu chiến đầu tiên của Hải quân Hoa Kỳ được đặt tên theo Chuẩn đô đốc Edmund Colhoun.

  • 1.154 tấn Anh (1.173 t) (thông thường)
  • 1,247 tấn Anh (1,267 t) (đầy tải)
  • 2 × turbina hơi nước hộp số Parsons [1]
  • 4 × nồi hơi 300 psi (2.100 kPa) [1]
  • 2 × trục
  • công suất 24.610 hp (18.350 kW)
  • 4 × pháo 4 in (100 mm) / calibre 50 [1]
  • 1 × pháo 3 in (76 mm) / calibre 23 [1]
  • 12 × ống phóng ngư lôi 21 pol (530 mm) (4 × 3) [1]

Ciência básica

Melena é o sintoma de apresentação mais comum de hemorragia gastrointestinal grave. Cerca de 90% dos episódios de sangramento gastrointestinal quantitativamente importantes ocorrem em locais acima do ligamento de Treitz. Melena geralmente significa sangramento deste local. São necessários 50 ml ou mais de sangue no estômago para escurecer as fezes. Um a dois litros de sangue administrado por via oral causará fezes com sangue ou alcatrão por até 5 dias, as primeiras fezes geralmente aparecendo dentro de 4 a 20 horas após a ingestão. Assim, fezes melênicas são indicativas de hemorragia recente, mas não indicam a presença ou rapidez do sangramento no momento da passagem. A administração de sangue no intestino delgado ou ceco pode causar melena se o sangue permanecer no intestino por tempo suficiente. Isso torna insustentável a hipótese de que a melena é causada pelo efeito do ácido gástrico e da pepsina no sangue. Embora melena geralmente signifique hemorragia gastrointestinal superior, o intestino delgado e o ceco devem ser estudados se nenhuma causa para o sangramento for encontrada no esôfago, estômago ou duodeno.

A hematêmese confirma uma localização gastrointestinal superior do sangramento e sugere que a hemorragia é grande. Em um pequeno estudo, todos os seis pacientes com hematêmese perderam mais de um quarto do volume de glóbulos vermelhos. O tamanho da hematêmese dá uma indicação adicional da extensão da hemorragia. Em geral, o vômito com sangue vermelho é mais sinistro.

A complicação mais importante da hemorragia é o comprometimento circulatório com hipoxemia tecidual. Melena, hematêmese ou hematoquezia indica que uma situação potencialmente letal pode estar se desenvolvendo. Uma perda de 15% do volume sanguíneo é geralmente facilmente tolerada e compensada pela contração de grandes veias e recrutamento de fluido de locais extravasculares. À medida que a depleção de volume se torna maior, ocorre constrição das arteríolas, desvio do débito cardíaco de áreas não vitais, como pele e osso, taquicardia, diminuição do débito cardíaco e hipotensão ortostática. É provável que o paciente fique com sede e desmaie ao se levantar. Após depleção de 40 a 50% do volume de sangue, ocorre perda completa da capacidade de compensação com choque, fluxo de sangue prejudicado para órgãos vitais, hipoxemia tecidual, acidose láctica e, por fim, morte.

A correção rápida do volume de sangue é essencial. Em cães, as alterações irreversíveis ocorrem dentro de 4 horas após uma flebotomia que mantém uma redução de 35 mm Hg da pressão arterial média. A transfusão mais cedo salvará a maioria dos animais. O papel de muitos mecanismos homeostáticos e mediadores patogenéticos na resposta ao choque hipovolêmico está apenas começando a ser elucidado. Esses mediadores incluem catecolaminas, renina, complemento, cininas e enzimas lisossomais. O objetivo da terapia é proteger cada elo do fornecimento de oxigênio às células, restaurando e mantendo o volume normal de sangue.


Qual é a história do Rancho Drummond em Pawhuska, Oklahoma?

O Rancho Drummond, na cidade de Pawhuska, Oklahoma, do condado de Osage, começou com a colonização de Frederick Drummond em 1886 e levou ao estabelecimento de uma empresa comercial antes que seu filho, Roy, começasse a pecuária em 1913. Na década de 1980, os irmãos sobreviventes e seus descendentes possuíam e administravam mais de 200.000 acres em Oklahoma e partes do Kansas.

Os filhos de Drummond, Roy, Jack e Frederick Jr., todos frequentaram a faculdade para ajudar a escrever a história da pecuária nas cidades do Condado de Osage. Depois que Roy começou a criar fazendas em 1913, seu irmão Jack começou fazendas nos condados de Marshall e Osage. Após sua educação na Oklahoma A & ampM College e na Harvard Business School, Frederick Jr. usou suas habilidades e educação avançada para iniciar duas fazendas de gado adicionais no Condado de Osage durante a Grande Depressão. Na época de sua morte em 1958, essas duas fazendas se espalhavam por mais de 25.000 acres.

As operações do rancho foram passadas para Frederick Drummond III, que se formou em negócios e bancos nas universidades de Oklahoma e Stanford. Membro da Texas and South Western Cattle Raisers Association desde os sete anos de idade, seu conhecimento agrícola e experiência bancária ao longo da vida o deixaram bem equipado para liderar e operar a fazenda. Em 2002, ele começou a treinar seu filho, Ford, para liderar a quarta geração de fazendeiros Drummond.


Aumenta a afluência de eleitores no sul

Embora a Lei de Direitos de Voto tenha sido aprovada, a aplicação estadual e local da lei foi fraca, e muitas vezes foi totalmente ignorada, principalmente no Sul e em áreas onde a proporção de negros na população era alta e seu voto ameaçava o status quo político .

Ainda assim, o Voting Rights Act deu aos eleitores afro-americanos os meios legais para contestar as restrições de voto e melhorou muito a participação eleitoral. Somente no Mississippi, a participação eleitoral entre os negros aumentou de 6% em 1964 para 59% em 1969.

Desde sua aprovação, a Lei de Direitos de Voto foi alterada para incluir recursos como a proteção dos direitos de voto para cidadãos americanos que não falam inglês.


85 anos atrás hoje: J. R. R. Tolkien Convence C. S. Lewis que Cristo é o verdadeiro mito

Em uma manhã de domingo, 20 de setembro de 1931, três professores de inglês de 30 e poucos anos deram um passeio juntos no Addison & # 8217s Walk nos terrenos do Magdalen College na Universidade de Oxford:

  • C. S. Lewis, 32 anos (Fellow e Tutor de Literatura Inglesa no Magdalen College, Oxford),
  • J. R. R. Tolkien, de 39 anos (Rawlinson e Bosworth Professor de Anglo-Saxão em Oxford), e
  • Hugo Dyson de 35 anos (Tutor e Professor na Reading University).

O tempo que passaram juntos havia começado na noite anterior no jantar, mas a conversa ia tarde da noite.

Depois que Tolkien saiu por volta das 3 da manhã, Lewis e Dyson continuaram conversando até se retirarem às 4 da manhã.

Na terça-feira seguinte (22 de setembro), Lewis contou a cena a seu amigo de longa data e correspondente, Arthur Greeves:

Começamos com metáforas e mitos - interrompidos por uma rajada de vento que veio tão repentinamente na noite quieta e quente e fez cair tantas folhas que pensamos que estava chovendo. Todos nós prendemos a respiração, os outros dois apreciando o êxtase de tal coisa quase como você.

Continuamos (em meu quarto) com o cristianismo: uma longa e satisfatória conversa na qual aprendi muito: depois discutimos a diferença entre amor e amizade - e finalmente voltamos para poesia e livros.

Mais tarde na carta, discutindo os escritos de William Morris (um romancista e poeta inglês do século 19 que influenciou muito Lewis desde sua juventude), Lewis observa:

Essas terras assustadoramente belas que de alguma forma nunca satisfazem - essa paixão por escapar da morte mais a certeza de que a vida deve todo o seu encanto à mortalidade - levam você para a realidade porque o enchem de desejo e, no entanto, provam com absoluta clareza que em Morris e # 8217s mundo que o desejo não pode ser satisfeito.

A concepção de morte de [George] MacDonald - ou, para falar mais corretamente, de São Paulo & # 8217 - é realmente a resposta para Morris: mas não acho que deveria tê-la entendido sem passar por Morris. Ele é uma testemunha involuntária da verdade. Ele mostra o quão longe você pode ir sem conhecer a Deus, e isso é longe o suficiente para forçá-lo. . . ir adiante.

No mês seguinte (18 de outubro), Lewis escreveu a Greeves novamente sobre a conversa:

Agora, o que Dyson e Tolkien me mostraram foi o seguinte: se eu encontrasse a ideia de sacrifício em uma história pagã, não me importaria de forma alguma: novamente, se eu encontrasse a ideia de um deus se sacrificando a si mesmo. . . Gostei muito e fiquei misteriosamente comovido: mais uma vez, que a ideia do deus agonizante e revivendo (Balder, Adônis, Baco) também me comoveu, desde que eu o encontrasse em qualquer lugar, exceto nos Evangelhos. A razão era que nas histórias pagãs eu estava preparado para sentir o mito como profundo e sugestivo de significados além do meu alcance, mesmo que & # 8217 eu não pudesse dizer em prosa fria & # 8216 o que significava & # 8217.

Ora, a história de Cristo é simplesmente um verdadeiro mito: um mito que atua sobre nós da mesma forma que os outros, mas com a tremenda diferença de que realmente ocorrido.

Você pode assistir a seguir uma reconstrução imaginativa de sua conversa:

Anos mais tarde, Lewis escreveu um poema intitulado & # 8220What the Bird Said Early in the Year & # 8221, que não por coincidência é ambientado em Addison & # 8217s Walk e tem a ver com um feitiço que se desfez.

Eu ouvi em Addison e # 8217s Walk a bird cantando claramente:
Este ano o verão se tornará realidade. Este ano. Este ano.

Os ventos não vão tirar a flor das macieiras
Este ano, nem falta de chuva destruir as ervilhas.

Este ano a natureza não irá mais derrotá-lo,
Nem todos os momentos prometidos em sua passagem enganam você.

Desta vez, eles não o levarão de volta e voltas
Para Autumn, um ano mais velho, pela trilha gasta.

Este ano, este ano, como todas essas flores predizem,
Devemos escapar do círculo e desfazer o feitiço.

Muitas vezes enganado, mas abra mais uma vez o seu coração,
Rápido, rápido, rápido, rápido! - os portões estão abertos.

Quem tem ouvidos para ouvir, ouça.

Alguns leitores podem se perguntar sobre a relação entre este evento e a conversão de Lewis ao teísmo, e então sua conversão real ao Cristianismo.

Conversão ao Teísmo

Em suas memórias de 1955, Surpreso com a alegria, Lewis disse a seus leitores que ele finalmente abandonou sua resistência a Deus, tornando-se & # 8220 o mais abatido e relutante convertido em toda a Inglaterra & # 8221 no Termo da Trindade (as oito semanas do final de abril ao final de junho) em 1929.

Esse namoro parece resolver a questão. E funcionou para praticamente todos os estudiosos de Lewis, até que Alister McGrath estava pesquisando a questão para sua biografia de 2013, C. S. Lewis - Uma Vida: Gênio Excêntrico, Profeta Relutante. Em suma, McGrath acredita que Lewis estava errado por um ano em suas lembranças, e que era na verdade o Trinity Term de 1930 (possivelmente em meados de junho). Se McGrath estiver correto, então a conversa com Tolkien (setembro de 1931) foi um pouco mais de um ano depois que Lewis começou a acreditar em Deus (junho de 1930).

McGrath chegou a esta conclusão por quatro razões:

Primeiro, . . . uma leitura atenta e contínua de suas obras - especialmente sua correspondência - não revela nenhum sinal de uma mudança significativa no tom ou humor ao longo de 1929, e mesmo no início de 1930. Entre setembro de 1925 e janeiro de 1930, os escritos de Lewis não revelam nenhum indício de qualquer mudança radical de coração ou mente, ou mesmo uma mudança pendente. Se Lewis foi convertido em 1929, este evento supostamente crucial parece não ter causado impacto em seus escritos - incluindo suas cartas para seus amigos mais próximos na época, Owen Barfield e Arthur Greeves.

Em segundo lugar, o pai viúvo de Lewis morreu em setembro de 1929. Se a cronologia de Lewis de sua própria conversão for aceita, Lewis passou a acreditar em Deus no momento da morte de seu pai. No entanto, a correspondência de Lewis não faz referência alguma a qualquer impacto de uma crença em Deus, por mais emergente que seja, em seus últimos dias passados ​​com seu pai, seu funeral subsequente e suas consequências emocionais. Será que, eu me perguntei, a morte do pai de Lewis foi um estímulo para ele pensar sobre Deus, ao invés de algo que ele abordou de uma perspectiva teísta existente? Se Lewis descobriu Deus no verão de 1930, a morte de seu pai no ano anterior pode muito bem ter marcado uma virada em seu pensamento.

Terceiro, o relato de Lewis sobre a dinâmica de sua conversão em Surpreso com a alegria fala de Deus se fechando sobre ele, tomando a iniciativa e, finalmente, subjugando-o. Encontramos ecos dessa linguagem em uma curta carta de Lewis para Owen Barfield, escrita às pressas em 3 de fevereiro de 1930, que fala do "espírito" se tornando "muito mais pessoal", "tomando a ofensiva" e "se comportando como Deus". Lewis pediu a Barfield que fosse vê-lo em breve, antes que ele tomasse a decisão precipitada de "entrar em um mosteiro". Mais tarde, Barfield foi inequívoco sobre o significado desta carta para o desenvolvimento espiritual de Lewis: ela marcou "o início de sua conversão". A carta reflete a linguagem de Lewis sobre as pressões que ele experimentou imediatamente antes de sua conversão. No entanto, essa conversão está claramente à sua frente, não atrás dele.

Quarto, Lewis deixa claro que seu comportamento mudou como resultado de sua nova crença em Deus. Embora ainda não estivesse comprometido com o cristianismo, ele agora começou a frequentar a igreja paroquial local aos domingos e a capela da faculdade nos dias de semana. No entanto, a correspondência de Lewis não faz referência à frequência regular em qualquer igreja de Oxford ou capela do Magdalen College em 1929 ou na primeira metade de 1930.

No entanto, as coisas mudam decisivamente em outubro de 1930. Em uma carta a seu amigo íntimo e confidente Arthur Greeves, datada de 29 de outubro de 1930, Lewis menciona que agora vai para a cama mais cedo do que antes, pois agora “começou a ir à capela matinal às 8." Isso se apresenta como um novo desenvolvimento, uma mudança significativa em sua rotina, que data do início do ano letivo de 1930-1. A data dessa mudança de hábito faz sentido se Lewis descobriu Deus no verão de 1930 - talvez em junho de 1930, logo no final do ano acadêmico. Isso explicaria Lewis começando a frequentar a capela da faculdade em outubro de 1930. O ano acadêmico de Oxford recomeça em outubro, dando a Lewis a oportunidade de começar a frequentar a capela da faculdade regularmente.

McGrath observa ainda que Lewis era & # 8220 não confiável quando se tratava de relacionar seu mundo interno e externo. & # 8221

Quando se trata de datas, meses e dias, Lewis confunde as coisas. O próprio Lewis comentou sobre essa falha em 1957, logo após a publicação de Surpreso com a alegria : ele poderia agora, ele confessou, "nunca se lembra de datas." Seu irmão mais velho, Warnie, declarou que Lewis tinha uma “incapacidade vitalícia de manter o controle de datas”. Quando Lewis se tornou vice-presidente do Magdalen College, Oxford em 1941 - um cargo por prazo determinado com responsabilidades essencialmente administrativas, que giravam em torno da bolsa - ele logo foi considerado incapaz de cumprir uma das principais responsabilidades dessa função: organizar para a reserva de salas para reuniões universitárias ou compromissos privados. Lewis simplesmente não conseguia se lembrar de datas. Os quartos foram reservados duas vezes - se é que foram reservados.

Conversão ao cristianismo

Em 28 de setembro de 1931 - apenas nove dias após a conversa de Lewis & # 8217s com Tolkien sobre Cristo ser o verdadeiro mito - Lewis deu o passo final para abraçar a divindade de Cristo enquanto andava no sidecar de seu irmão mais velho & # 8217s a caminho do novo abriu o Whipsnade Park Zoo em Bedfordshire. Ele relata:

Sei muito bem quando, mas não como, foi dado o passo final.

Fui levado para Whipsnade em uma manhã ensolarada. Quando partimos, não acreditava que Jesus Cristo fosse o Filho de Deus, e quando chegamos ao zoológico, acreditei.

Mesmo assim, não passei exatamente a jornada pensando.

Justin Taylor é vice-presidente executivo de publicação de livros e editora de livros na Crossway. Ele bloga em Entre dois mundos e História Evangélica. Você pode segui-lo no Twitter.


Que tipo de traços de caráter Harriet Tubman exibiu?

Harriet Tubman, uma abolicionista conhecida por seu papel na Underground Railroad, exibiu os traços de caráter de força, tenacidade e determinação enquanto ajudava as pessoas a escapar da escravidão. Ela própria uma vez escrava, fugiu para a liberdade apenas para retornar ao Sul mais tarde para ajudar outros escravos a fazerem o mesmo.

Nascido na escravidão em 1820, Tubman trabalhou tanto como lavrador de campo quanto como empregado doméstico. Quando jovem, ela sofreu um ferimento na cabeça nas mãos de um feitor ao tentar proteger outro escravo. Essa lesão fez com que ela experimentasse dores, convulsões e sonhos vívidos pelo resto de sua vida.

Ela se casou com John Tubman, um homem negro livre, mas o medo de ser vendida pelo dono a motivou a fugir. Saindo de Maryland para a Pensilvânia, ela finalmente voltou para ajudar familiares e outras pessoas a fugir para o Norte. Isso deu início a seus esforços como trabalhadora da Underground Railroad, durante a qual ela ajudou centenas de pessoas a escapar da escravidão.

Ela se tornou famosa no Sul, onde os defensores da escravidão ofereciam uma recompensa considerável por sua captura. Ela continuou fazendo viagens perigosas ao sul para resgatar escravos, incluindo seus pais idosos.

Quando a Guerra Civil estourou, ela juntou forças com a União e serviu em várias funções, inclusive como espiã. Após a guerra, ela permaneceu uma ativista em questões sociais, como o sufrágio feminino, até sua morte em 1913.


Seguro Social

Desde duas decisões fiscais do Departamento do Tesouro de 1938 e outra em 1941, os benefícios da Previdência Social foram explicitamente excluídos do imposto de renda federal. (Uma revisão foi emitida em 1970, mas não fez alterações na política existente.) Isso mudou pela primeira vez com a aprovação das Emendas de 1983 à Lei da Previdência Social. A partir de 1984, uma parte dos benefícios da Previdência Social está sujeita a impostos federais sobre a renda.

As três Decisões do Tesouro (ver abaixo) estabeleceram como política tributária o princípio de que os benefícios da Previdência Social não estavam sujeitos ao imposto de renda federal. Tratava-se de um tratamento especial para os benefícios da Previdência Social, uma vez que a maioria das pensões privadas são parcialmente tributáveis. Na maioria das pensões privadas, um montante da pensão igual às contribuições feitas pelo trabalhador é isento de impostos. O valor dessas pensões privadas que exceder o valor das contribuições do trabalhador está geralmente sujeito a impostos federais sobre a renda.

Uma maneira um pouco diferente e mais complicada de dizer essencialmente a mesma coisa é que a parte dos benefícios de pensão não sujeita a tributação é aquela sobre a & cota após o imposto de renda. & Quot Para um trabalhador, todo o seu salário está sujeito a impostos federais, incluindo aquela parte que está sujeita a impostos sobre a folha de pagamento da Previdência Social e, portanto, na linguagem às vezes confusa da política tributária, é tudo considerado "cota após o imposto de renda". Seu empregador, no entanto, tem permissão para deduzir sua parte da Previdência Social imposto sobre a folha de pagamento de seu lucro tributável. Portanto, os pagamentos da Previdência Social feitos pelo empregador são considerados "receita antes do imposto" (e, portanto, não tributáveis). Portanto, o valor da "receita antes do imposto" recebida pelo beneficiário (ou seja, a contribuição do empregador) é potencialmente tributável. Ou, para dizer o contrário, apenas a parte da receita do trabalhador & cota após os impostos sobre a qual ele pagou impostos sobre a folha de pagamento não é tributável.

Ainda outra maneira de descrever essa ideia é usar "índices de exclusão", que é como o Departamento do Tesouro define a parte tributável de um benefício de pensão. Em todas essas maneiras de descrevê-lo, a ideia básica é a mesma: o beneficiário da pensão geralmente é responsável pelos impostos sobre a parte de seus benefícios com a qual ele próprio não contribuiu.

A justificativa subjacente do Tesouro para não tributar os benefícios da Previdência Social era que os benefícios previstos na Lei podiam ser considerados como & quotgratuidades, & quot e, uma vez que presentes ou gratificações geralmente não eram tributáveis, os benefícios da Previdência Social não eram tributáveis. É provável que o Tesouro tenha tomado essa posição devido à estrutura da Lei de 1935 em que as disposições tributárias e as disposições de benefícios estavam em títulos separados da lei. Por conta dessa estrutura, pode-se argumentar que os impostos eram apenas uma forma de arrecadação de receitas, sem relação com os benefícios. Os próprios benefícios poderiam então ser vistos como uma "gratidão" que o governo federal pagava a certas classes de cidadãos. Embora isso claramente não fosse verdade no sentido político e moral, poderia ser interpretado dessa forma no sentido jurídico. No contexto da política pública, a maioria das pessoas consideraria que as contribuições fiscais criaram um "direito adquirido" aos benefícios subsequentes. Não obstante essa visão comum, o Ministério da Fazenda decidiu que não havia tal conexão necessária e, portanto, que os benefícios da Previdência Social não eram tributáveis.

Por outro lado, o fato é que os beneficiários da Previdência Social não custeiam integralmente seus benefícios por meio do imposto sobre a folha de pagamento. Os benefícios são financiados por três fontes: o imposto sobre a folha de pagamento do funcionário, o imposto sobre a folha de pagamento correspondente do empregador e os juros ganhos pelos fundos fiduciários. Apenas uma parte deste financiamento poderia ter sido paga diretamente pelo beneficiário. Além disso, tecnicamente falando, os benefícios são calculados com base nos ganhos dos trabalhadores, não no valor dos impostos que eles pagam.

Portanto, as próprias contribuições do beneficiário não contabilizam a contribuição complementar do empregador ou os juros auferidos por ambas. Nem contabiliza os benefícios recebidos além do total das contribuições. Ou seja, devido ao fato de que o programa de Previdência Social opera em parte com base no princípio do seguro, a maioria dos beneficiários recebe muito mais benefícios do que eles e / ou seus empregadores contribuíram para o sistema.

Se for feito um esforço rigoroso para identificar quanto do benefício do beneficiário médio foi pago diretamente pelo beneficiário, a resposta geral é de cerca de 15%. Ou seja, cerca de 85% do benefício médio da Previdência Social representa um valor superior ao que o trabalhador médio contribui para o programa.


O Conselho Consultivo de 1979 e a Comissão Greenspan

O Conselho Consultivo de 1979 foi encarregado de estudar as provisões de financiamento e benefícios do programa de Seguridade Social. O Conselho escreveu extensivamente sobre a questão da tributação dos benefícios da Previdência Social:

& quotO atual tratamento fiscal da seguridade social foi estabelecido em uma época em que tanto os benefícios da seguridade social quanto as alíquotas do imposto de renda eram baixas. Em 1941, o Bureau of Internal Revenue determinou que os benefícios da previdência social não eram tributáveis, muito provavelmente porque eram vistos como uma forma de renda semelhante a um presente ou gratificação.
O conselho acredita que essa decisão estava errada quando foi tomada e está errada hoje. O direito aos benefícios da previdência social é derivado dos rendimentos do emprego coberto, assim como acontece com as pensões privadas.
O conselho acredita que o atual tratamento tributário das pensões privadas é um modelo mais apropriado para o tratamento tributário da previdência social. Os benefícios de pensão de planos de pensão privados contributivos (incluindo aqueles para funcionários públicos) são agora tributados na medida em que os benefícios excedem os do funcionário contribuições acumuladas para o plano. Os benefícios de aposentadoria cumulativos até as próprias contribuições totais do empregado não são tributados porque a receita a partir da qual as contribuições foram pagas era tributável. A parte do benefício que representa a contribuição do empregador e a receita de juros sobre as contribuições do empregado e do empregador é tributada quando recebida.
Estimativas do Escritório do Atuário da Administração da Previdência Social indicam que os trabalhadores que agora estão entrando em empregos cobertos em conjunto farão pagamentos de impostos sobre a folha de pagamento totalizando não mais do que 17% dos benefícios que podem esperar receber. Os autônomos não pagam mais do que 26%, em média. Portanto, se os benefícios da previdência social recebessem o mesmo tratamento tributário que as pensões privadas, apenas 17% dos benefícios seriam isentos de impostos quando recebidos e 83% seriam tributáveis. . . A Rough Justice seria feita, no entanto, se metade do benefício (a parte comumente atribuída de forma imprecisa à contribuição do empregador) fosse tributada.

Esta recomendação do Conselho Consultivo encontrou resistência generalizada no Congresso. Em um esforço para tornar a ideia mais palatável, foi sugerido que limites de exclusão poderiam ser adicionados para que os beneficiários de renda baixa a moderada não fossem afetados. Esse procedimento era semelhante ao utilizado para a tributação do seguro-desemprego, iniciado em 1978.

Assim, a proposta, conforme surgiu, era de que 50% dos benefícios da Previdência Social estivessem sujeitos ao imposto de renda federal, com as exclusões de limites fixadas nos mesmos níveis que as utilizadas para o Seguro Desemprego (U.C.).

Após o Conselho Consultivo de 1979, a Comissão Nacional de Reforma da Previdência Social (informalmente conhecida como Comissão Greenspan em homenagem ao seu presidente) foi nomeada pelo Congresso e pelo presidente em 1981 para estudar e fazer recomendações sobre a crise de financiamento de curto prazo que a Previdência Social enfrentou naquela hora. As estimativas eram de que o Fundo Fiduciário do Seguro de Velhice e Sobreviventes ficaria sem dinheiro, possivelmente já em agosto de 1983. Essa Comissão bipartidária faria recomendações ao Congresso sobre como resolver os problemas enfrentados pela Previdência Social. Seu relatório, publicado em janeiro de 1983, foi a base para a consideração do Congresso sobre as propostas de reforma da Previdência Social que, por fim, resultaram nas Emendas de 1983 da Previdência Social.

Em seu relatório, a Comissão recomendou que os benefícios da Previdência Social fossem tributáveis: & quot A Comissão Nacional recomenda que, a partir de 1984, 50% dos benefícios do OASDI sejam considerados como renda tributável para fins de imposto de renda para pessoas com renda bruta ajustada (antes de incluir nele quaisquer benefícios OASDI) de $ 20.000 se solteiro e $ 25.000 se casado. As receitas dessa tributação, conforme estimado pelo Departamento do Tesouro, seriam creditadas aos fundos fiduciários da OASDI sob uma dotação permanente. & quot

Esta foi essencialmente a recomendação do Conselho Consultivo, uma vez que veio a ser modificada no debate subsequente. (Com a mudança de que os limites são calculados antes de adicionar o benefício da Previdência Social - o oposto da forma como era feito na U.C.)

A Comissão estimou que suas propostas afetariam apenas cerca de 10% dos beneficiários da Previdência Social e que resultariam em US $ 30 bilhões em receitas para os fundos fiduciários nos primeiros sete anos.

O Congresso aprovou e o presidente Reagan sancionou as emendas de 1983. De acordo com as Emendas de 83, até a metade do valor do benefício da Previdência Social era tornada renda potencialmente tributável. As regras específicas adotadas em 1983 foram:

Se a renda combinada do contribuinte (total da renda bruta ajustada, juros sobre títulos isentos de impostos e 50% dos benefícios da Previdência Social e Benefícios de Aposentadoria da Ferrovia Nível I) exceder um valor limite (US $ 25.000 para um indivíduo, US $ 32.000 para um casal apresentando um (retorno conjunto e zero para uma pessoa casada apresentando separadamente), o valor dos benefícios sujeitos ao imposto de renda é o menor entre 50% dos benefícios ou 50% do excesso da renda combinada do contribuinte acima do valor limite. As receitas adicionais do imposto de renda resultantes desta provisão são transferidas para os fundos fiduciários a partir dos quais os benefícios correspondentes foram pagos. Válido para exercícios fiscais iniciados após 1983.

Ao considerar as Emendas de 1983, o Relatório do Comitê de Modos e Meios da Câmara argumentou o seguinte: & quot Seu Comitê acredita que os benefícios da previdência social são da natureza dos benefícios recebidos sob outros sistemas de aposentadoria, que estão sujeitos a tributação na medida em que excedem a as contribuições do trabalhador após os impostos e a tributação de uma parte dos benefícios da seguridade social aumentará a equidade fiscal ao tratar de maneira mais quase igual todas as formas de aposentadoria e outras rendas destinadas a substituir os salários perdidos. . . & quot

O Relatório do Comitê de Finanças do Senado ofereceu as seguintes observações adicionais: & quot. . . ao tributar os benefícios da previdência social e alocar essas receitas aos fundos fiduciários apropriados, a solvência financeira dos fundos fiduciários da previdência social será fortalecida. . . . Ao tributar apenas uma parte dos benefícios da previdência social e da aposentadoria da ferrovia (ou seja, até a metade dos benefícios acima de um determinado valor-base), o projeto do Comitê garante a essas pessoas de baixa renda. . . não serão tributados sobre seus benefícios. A proporção máxima dos benefícios tributados é a metade em reconhecimento do fato de que os benefícios da previdência social são parcialmente financiados pelas contribuições dos funcionários após os impostos. & quot

O Relatório do Senado, portanto, reconheceu que um fator motivador na introdução dessa mudança foi aumentar a receita para os fundos fiduciários. Isso fazia parte de um pacote muito maior de mudanças no programa, projetado para lidar com a solvência financeira do programa. One might fairly say that cutting benefits and raising revenues was the purpose of the 1983 Amendments, and the adoption of Social Security benefit taxation was simply one provision among many to facilitate these aims. It is also important to note that funds raised under this provision do not go into the General Fund of the Treasury but into the Social Security Trust Funds. This emphasizes again that the purpose of introducting this provision was to raise revenue to help restore Social Security's financial solvency. (The Committees estimated the six-year savings from this provision at $26.6 billion, and estimated that this provision would supply almost 30% of the total additional long-range funding provided by the Amendments.)

We should also take note of the rationale for the exclusionary thresholds in the law. The Congress intended that the taxation provisions should not affect "lower-income individuals." The $25,000 and $32,000 thresholds were included to accomplish this. So the thresholds are not based on any feature of the Social Security program--they are pure tax policy. Since the thresholds in the 1983 law were intentionally not indexed, over time, they would lose some of their threshold effect as increases in real income or in inflation would tend to pull more and more people into tax liability. Indeed, by the time the law was first amended in 1993, about 18% of Social Security beneficiaries had some tax liability (compared to about 10% when the law was originally enacted).

The idea that only one-half of the benefits would be subject to taxation did have some basis in the Social Security program. It was based on the simple notion that the employee had made only one-half the contributions used to fund his benefit (the other half having been paid by the employer). Since in private pensions, benefits in excess of the employee's own contributions are taxable, one could argue that 50% of Social Security benefits should be subject to taxation. As Ways and Means Committee member Wyche Fowler (D-GA) explained the provision on the House floor: " . . . although employees pay income taxes on their income subject to the payroll tax, employers do not because they can claim a business expense deduction for their payroll tax payments. Therefore, it is argued that requiring Social Security beneficiaries to pay taxes on their benefits--the part provided by employer contributions--is appropriate at the time of receipt. & quot

Even so, this rough-approximation did not really give Social Security benefits the same tax treatment as private pensions--because the real "non-contributed" portion is about 85% of the average benefit, not 50%. During consideration of the bill in the two houses some unsuccessful amendments were advanced to make the Social Security provision more precisely like those governing private pensions, but ultimately the idea of a 50% portion prevailed.

The idea of taxing benefits, like many of the individual features of the omnibus bill, was not universally popular. Some complained that it introduced a form of "means test" in that beneficiaries of lower incomes were not subject to the provision (due to the thresholds). It was also argued that this introduced General Revenue financing into the system, and that it watered-down the equity of those beneficiaries who had to pay taxes.

Ultimately, the 1983 Amendments were passed in the House on the evening of March 9, 1983 by a vote of 282 to 148. On the evening of March 23rd, the Senate passed its version of the bill by a vote of 88 to 9. Both bills contained virtually identical provisions for the taxation of benefits, with only one change in the Senate bill: requiring that tax-free interest income be used in the computation to determine if the thresholds were exceeded. In the Conference, which took place on March 24th, the House accepted the Senate provision. Immediately following the conclusion of the Conference, at 10:25 p.m. that night, the Congress reconvened to consider the Conference Report. The House quickly adopted the Conference Report by a vote of 243 to 102. In the Senate, the debate went on through the night and finally, in the early morning hours of March 25th, the Senate voted 58-14 for final passage. (See detailed Summary of the 1983 Amendments.)

In 1993, as part of Omnibus Budget Reconciliation Act, the Social Security taxation provision was modified to add a secondary set of thresholds and a higher taxable percentage for beneficiaries who exceeded the secondary thresholds. Specifically, the 1993 did the following:

Modified for a taxpayer with combined income exceeding a secondary threshold amount ($34,000 for an individual, $44,000 for a married couple filing a joint return, and zero for a married person filing separately), so that the amount of benefits subject to income tax is increased to the sum of (1) the smaller of (a) $4,500 for an individual, $6,000 for a married couple filing a joint return, or zero for a married person filing separately, or (b) 50% of the benefit, plus (2) 85% of the excess of the taxpayer's combined income over the secondary threshold. However, no more than 85% of the benefit amount is subject to income tax. The additional income tax revenues resulting from the increase in the taxable percentage from 50% to 85% are transferred to the HI Trust Fund. Effective for taxable years beginning after 1993.

Note that these were secondary thresholds and taxable percentages. Thus they did not increase the number of beneficiaries subject to taxation. Rather, they raised the potential tax liability for a subset of those already subject to the tax (those with higher earnings). Prior to this change, 81.8% of Social Security beneficiaries had no potential tax liability for their Social Security benefits. This was not changed, in any way, by the 1993 law. However, of the 18.2% already subject to potential taxation, 10.6% saw their potential tax liability increase, while the remaing 7.6% suffered no change.

The changes introduced by the 1993 amendments were designed to make the treatment of Social Security benefits more closely approximate private pensions--albeit, only for higher-income beneficiaries. To this end, the taxable percentage was set at 85% for these higher-income beneficiaries. New thresholds were added, but only to differentiate those subject to the higher percentage from those still subject to the 50% figure.

In explaining the rationale for these changes, the House Budget Report stated:

" The committee desires to more closely conform the income tax treatment of Social Security benefits and private pension benefits by increasing the maximum amount of Social Security benefits included in gross income for certain higher-income beneficiaries. Reducing the exclusion for Social Security benefits for these beneficiaries will enhance both the horizontal and vertical equity of the individual income tax system by treating all income in a more similar manner. & quot

Under the House version of the bill, however, the increased revenues from the new percentage taxable was to go to the General Fund of the Treasury. Under the Senate version, the increased revenues were to go into the Medicare HI Trust Fund. The Senate position prevailed.

Under the House bill, there were no changes in the existing thresholds--everyone with countable income over the 1983 thresholds would be subject to the 85% rate. Under the Senate version, new secondary thresholds were proposed at $32,000 and $40,000--with the old rules applying for those over the old thresholds but under these secondary thresholds. For those over the new thresholds, the 85% figure would come into play. The Senate version prevailed here as well, except that the Conference agreed to boost the secondary thresholds to $34,000 and $44,000.

Thus, under present law, almost all Social Security beneficiaries still enjoy more favorable tax treatment of their benefits than is the case for recipients of private pensions.

Omnibus Budget Reconciliation Act of 1993. Report of the Committee on the Budget, House of Representatives, to Accompany H.R. 2264 . Report 103-111. May 25, 1993. Pgs. 653-654.

Omnibus Budget Reconciliation Act of 1993. Conference Report, to Accompany H.R. 2264 . Report 103-213. August 4, 1993. Pgs. 594-595.

Pattison, David and Harrington, David, "Proposals to Modify the Taxation of Social Security Benefits: Options and Distributional Effects," Social Security Bulletin , Summer 1993. Vol. 56, No. 2, pgs. 3-21.

Social Security Act Amendments of 1983. Report of the Committee on Ways and Means, House of Representatives, to Accompany H.R. 1900 . Report 98-25. March 4, 1983.

Social Security Act Amendments of 1983. Report of the Committee on Finance, to Accompany S. 1 . Report 98-23. March 11, 1983.


How is PMDD diagnosed?

Aside from a complete medical history and physical and pelvic exam, there are very few diagnostic tests. Because there are mental health symptoms, your healthcare provider may want you to be evaluated for mental health concerns. In addition, your healthcare provider may ask that you keep a journal or diary of your symptoms for several months. In general, to diagnose PMDD the following symptoms must be present:

  • Over the course of a year, during most menstrual cycles, 5 or more of the following symptoms must be present:
    • Depressed mood
    • Anger or irritability
    • Trouble concentrating
    • Lack of interest in activities once enjoyed
    • Moodiness
    • Increased appetite
    • Insomnia or the need for more sleep
    • Feeling overwhelmed or out of control
    • Other physical symptoms, the most common being belly bloating, breast tenderness, and headache

    Great Blizzard of ’88 hits East Coast

    On March 11, 1888, one of the worst blizzards in American history strikes the Northeast, killing more than 400 people and dumping as much as 55 inches of snow in some areas. New York City ground to a near halt in the face of massive snow drifts and powerful winds from the storm. At the time, approximately one in every four Americans lived in the area between Washington, D.C. and Maine, the area affected by the Great Blizzard of 1888.

    On March 10, temperatures in the Northeast hovered in the mid-50s. But on March 11, cold Arctic air from Canada collided with Gulf air from the south and temperatures plunged. Rain turned to snow and winds reached hurricane-strength levels. By midnight on March 11, gusts were recorded at 85 miles per hour in New York City. Along with heavy snow, there was a complete whiteout in the city when the residents awoke the next morning.

    Despite drifts that reached the second story of some buildings, many city residents trudged out to New York’s elevated trains to go to work, only to find many of them blocked by snow drifts and unable to move. Up to 15,000 people were stranded on the elevated trains in many areas, enterprising people with ladders offered to rescue the passengers for a small fee. In addition to the trains, telegraph lines, water mains and gas lines were also located above ground. Each was no match for the powerful blizzard, freezing and then becoming inaccessible to repair crews. Simply walking the streets was perilous. In fact, only 30 people out of 1,000 were able to make it to the New York Stock Exchange for work Wall Street was forced to close for three straight days. There were also several instances of people collapsing in snow drifts and dying, including Senator Roscoe Conkling, New York’s Republican Party leader.

    Many New Yorkers camped out in hotel lobbies waiting for the worst of the blizzard to pass. Mark Twain was in New York at the time and was stranded at his hotel for several days. P.T. Barnum entertained some of the stranded at Madison Square Garden. The East River, running between Manhattan and Queens, froze over, an extremely rare occurrence. This inspired some brave souls to cross the river on foot, which proved a terrible mistake when the tides changed and broke up the ice, stranding the adventurers on ice floes. Overall, about 200 people were killed by the blizzard in New York City alone.

    But New York was not the only area to suffer. Along the Atlantic coast, hundreds of boats were sunk in the high winds and heavy waves. The snowfall totals north of New York City were historic: Keene, New Hampshire, received 36 inches New Haven, Connecticut, got 45 inches and Troy, New York, was hit by 55 inches of snow over 3 days. In addition, thousands of wild and farm animals froze to death in the blizzard.

    In the wake of the storm, officials realized the dangers of above-ground telegraph, water and gas lines and moved them below ground. In New York City, a similar determination was made about the trains, and within 10 years, construction began on an underground subway system that is still in use today.


    Assista o vídeo: İstanbullu Gelin 85. Bölüm - Konağı Sarsan Ölüm (Outubro 2021).