Podcasts de história

Haverell, Woodstock e Bath RR 0-40 - História

Haverell, Woodstock e Bath RR 0-40 - História


Haverell, Woodstock e Bath RR 0-40 - História

Localização: Oeste da Rota 302 dos EUA em Pettyboro Road em Bath sobre o rio Ammonoosuc. Estilo de ponte: Treliça de rebarba com arcos suplementares Ano de construção: 1832 Custo original: Aproximadamente $ 2.900 Características Estruturais: A ponte tem 374'6 "de comprimento e é composta de vãos de 117'6", 66'6 ", 62'6" e 80'0 ". Tem uma largura total de 24'6", uma largura de estrada de 20'6 "e tem uma folga vertical máxima de 11'9". Também possui uma calçada fechada. A ponte foi postada como uma ponte de uma faixa para seis toneladas, apenas para carros de passageiros. Mantido por: Cidade de Bath Número do Guia Mundial: 29-05-03 Número de New Hampshire: 28

Observações históricas: A estrutura atual é a quinta ponte neste local. O primeiro foi construído em 1794 a um custo de $ 366,66. Essa ponte foi demolida por uma enchente e substituída em 1806 a um custo de US $ 1.000. A segunda e a terceira pontes também foram destruídas por inundações, mas imediatamente substituídas em 1820 e novamente em 1824. A quarta ponte foi destruída por um incêndio no final de 1830. Os esforços de reconstrução começaram em março de 1831, quando $ 1.400 foram alocados para cobrir a construção de dois pilares de pedra e cais junto com a compra de outros materiais. Em março de 1832, um adicional de $ 1.500 foi alocado para completar a construção. Parece que a quinta ponte foi concluída no início de 1832. Quando foi construída, a ponte tinha arcos talhados. Novos arcos sobrepostos foram adicionados quando a ponte foi erguida sobre a ferrovia em 1920. Certa vez, havia uma placa afixada na ponte que proibia andar a cavalo na ponte. Acreditava-se que o impacto de cavalos a trote poderia causar o desmoronamento da estrutura. A Bath Bridge está listada no Registro Nacional de Locais Históricos.

Pontes Cobertas de New Hampshire
Compilado e editado por
Richard G. Marshall
Chefe de Planejamento do Sistema
Departamento de Transporte de New Hampshire
Fotografias coloridas de Arthur F. Rounds
1994


Até 1650, a área de East Haddam era habitada por pelo menos três tribos de índios: os Wangunks, os Mohegans e os Nehantics. Os índios chamavam a área de "Machimoodus", o lugar dos ruídos, por causa dos inúmeros terremotos registrados entre 1638 e 1899. Ruídos altos, os "Ruídos Moodus", podiam ser ouvidos por quilômetros ao redor do epicentro dos terremotos perto do Monte Tom. . A terra, que agora é Haddam e East Haddam, foi comprada pelos colonos dos nativos em 1662 por trinta casacos - no valor de cerca de US $ 100. [2]

O layout das rodovias começou em 1669 com Creek Row cerca de ¼ de milha a leste do River e Town Street “A Grande Rodovia” cerca de ¼ de milha a leste de Creek Row. Os primeiros colonos permanentes estabeleceram propriedades ao longo de Creek Row em 1685. Em 1700, havia trinta famílias vivendo em East Haddam. Agricultura e produção de madeira, construção naval, curtumes e ferreiros estavam entre os primeiros negócios. O capitão John Chapman começou o serviço de balsa pelo rio Connecticut em 1695, que terminou com a conclusão da ponte giratória em 1913.

East Haddam foi incorporada como uma cidade separada de Haddam em 1734. Em 1756, havia quase 2.000 residentes, sendo o distrito de Millington o mais populoso. O crescimento do comércio trouxe um aumento da população para cerca de 3.000 pessoas em meados do século XIX. No século XIX, Moodus era a “Twine Capital of America”, com doze fábricas em operação. [3] Visitantes e residentes, como o ator William Gillette, cuja casa no castelo foi concluída em 1914, foram atraídos para a área conhecida por seu charme rural e paisagem natural. O crescimento das áreas de resort do Lago Hayward, Lago Bashan e Reservatório Moodus começou no início de 1900 e foi um negócio em expansão nos cinquenta anos seguintes. [4]

De acordo com o United States Census Bureau, a cidade tem uma área total de 56,6 milhas quadradas (147 km 2), das quais 54,3 milhas quadradas (141 km 2) de terra e 2,2 milhas quadradas (5,7 km 2) dela (3,96%) é água.

Comunidades principais Editar

População histórica
Censo Pop.
17902,749
18002,805 2.0%
18102,537 −9.6%
18202,572 1.4%
18302,664 3.6%
18402,620 −1.7%
18502,610 −0.4%
18603,056 17.1%
18702,951 −3.4%
18803,032 2.7%
18902,599 −14.3%
19002,485 −4.4%
19102,422 −2.5%
19202,312 −4.5%
19302,114 −8.6%
19402,217 4.9%
19502,554 15.2%
19603,637 42.4%
19704,676 28.6%
19805,621 20.2%
19906,676 18.8%
20008,333 24.8%
20109,126 9.5%
2014 (est.)9,127 [5] 0.0%
Censo Decenal dos EUA [6]

De acordo com o censo [7] de 2000, havia 8.333 pessoas, 3.174 famílias e 2.285 famílias residindo na cidade. A densidade populacional era de 153,4 pessoas por milha quadrada (59,2 / km 2). Havia 4.015 unidades habitacionais com uma densidade média de 73,9 por milha quadrada (28,5 / km 2). A composição racial da cidade era 97,26% branca, 0,84% afro-americana, 0,28% nativa americana, 0,40% asiática, 0,46% de outras raças e 0,77% de duas ou mais raças. Hispânicos ou latinos de qualquer raça eram 0,98% da população.

Havia 3.174 domicílios, dos quais 35,2% tinham filhos menores de 18 anos morando com eles, 62,3% eram casais que viviam juntos, 6,9% tinham uma mulher chefe de família sem marido presente e 28,0% eram não familiares. 21,4% de todos os domicílios eram compostos por indivíduos e 8,1% tinham alguém morando sozinho com 65 anos ou mais. O tamanho médio da casa era 2,58 e o tamanho médio da família era 3,02.

Na cidade, a população era pulverizada, com 25,5% menores de 18 anos, 4,8% de 18 a 24 anos, 33,3% de 25 a 44 anos, 25,8% de 45 a 64 anos e 10,6% de 65 anos ou Mais velho. A idade média era de 38 anos. Para cada 100 mulheres, havia 100,1 homens. Para cada 100 mulheres com 18 anos ou mais, havia 96,2 homens.

A renda média de uma família na cidade era de $ 62.304 e a renda média de uma família era de $ 70.091. Os homens tinham uma renda média de $ 45.500 contra $ 36.055 para as mulheres. A renda per capita da cidade era de $ 28.112. Cerca de 1,0% das famílias e 2,9% da população estavam abaixo da linha da pobreza, incluindo 1,5% dos menores de 18 anos e 1,5% dos maiores de 65 anos. 2017 CERT Town Profile, clique aqui. [8]

Registro de eleitor e inscrição do partido em 25 de outubro de 2005 [9]
Festa Eleitores Ativos Eleitores Inativos Total de eleitores Percentagem
Democrático 1,529 91 1,620 28.72%
Republicano 1,181 56 1,237 21.93%
Não afiliado 2,598 179 2,777 49.24%
Partes menores 5 1 6 0.11%
Total 5,313 327 5,640 100%
Resultados da eleição presidencial [10] [11]
Ano Democrático Republicano Terceiros
2020 51.2% 2,980 46.9% 2,731 1.9% 114
2016 45.9% 2,331 49.0% 2,487 5.1% 259
2012 53.0% 2,471 45.2% 2,109 1.8% 82
2008 58.9% 2,874 39.3% 1,918 1.8% 87
2004 55.4% 2,607 42.7% 2,009 1.9% 89
2000 52.8% 2,186 40.7% 1,687 6.5% 271
1996 45.4% 1,663 32.6% 1,193 22.0% 804
1992 37.3% 1,468 26.5% 1,042 36.2% 1,427
1988 45.5% 1,457 53.1% 1,702 1.4% 44
1984 36.9% 1,112 62.7% 1,885 0.4% 11
1980 38.9% 1,104 46.6% 1,324 14.5% 413
1976 50.4% 1,308 49.3% 1,280 0.3% 9
1972 41.2% 968 57.6% 1,353 1.2% 28
1968 49.1% 1,028 44.1% 922 6.8% 143
1964 67.3% 1,243 32.7% 605 0.00% 0
1960 50.2% 930 49.8% 921 0.00% 0
1956 38.1% 647 61.9% 1,049 0.00% 0

Edição Pública

O Sistema de Escolas Públicas de East Haddam tem cerca de 1.100 alunos nas séries PreK-12, cerca de 121 professores certificados, 70 funcionários de apoio e 7 administradores. O Sr. Brian Reas é superintendente de escolas. [12] Localizadas em Moodus, Connecticut, as três escolas do sistema público de ensino são:

  • Nathan Hale-Ray High School (9ª a 12ª séries) - cerca de 418 alunos [13]
  • Nathan Hale-Ray Middle School (4ª a 8ª séries) - cerca de 573 alunos [14]
  • Escola primária de East Haddam (séries pré-K3) - cerca de 430 alunos [15]

Edição de transição

Em 2020, a Nathan Hale-Ray High School e a Bacon Academy colaboraram e separaram seus programas de transição de 18 a 21 de suas escolas em Colchester, Connecticut


A cidade foi concedida ao Rev. Andrew Gardner e 61 outros em 10 de setembro de 1761 pelo governador Benning Wentworth, que a nomeou em homenagem a William Pulteney, primeiro conde de Bath. Foi estabelecido pela primeira vez em 1765 por John Herriman de Haverhill, Massachusetts. [2] Mas os termos da concessão original não foram cumpridos, então Bath foi novamente renovada em 29 de março de 1769 pelo governador John Wentworth. O primeiro censo, realizado em 1790, registrou 493 residentes. [3]

Situada na ponta da navegação no rio Connecticut e protegida dos ventos fortes pelas Montanhas Verdes a oeste e pelas Montanhas Brancas a leste, Bath logo se tornou ". Uma das vilas mais ocupadas e prósperas no norte de New Hampshire". [3] Intervales forneceu solo aluvial excelente para a agricultura, e os rios Ammonoosuc e Wild Ammonoosuc forneceram energia hídrica para moinhos. A população chegou a 1.627 em 1830, quando 550 ovelhas pastavam nas encostas. [2] Uma veia de cobre foi extraída. A ferrovia White Mountains no vale do rio Ammonoosuc foi inaugurada em 1º de agosto de 1853, transportando madeira serrada de Bath, batatas, gado e polpa de madeira. Em 1859, a cidade tinha duas gristmills e duas serrarias. [4] Outras indústrias incluiriam uma fábrica de lã, laticínios, destilaria e duas fábricas de amido. [5]

Um desastroso incêndio varreu a vila de Bath em 1 de fevereiro de 1872, destruindo a igreja Congregacional, o Bath Hotel e várias casas residenciais. A igreja foi reconstruída em 1873. [6] Em 1874, Bath era servida pela ferrovia Boston, Concord e Montreal and White Mountains (N.H.). [6]

Mas a vizinha Woodsville desenvolveu-se em um grande entroncamento ferroviário, e o centro comercial da região mudou para lá. Em 1886, a outrora próspera Bath foi descrita como em decadência. [3] Mas essa dormência econômica da era vitoriana preservou muito a arquitetura inicial da vila, particularmente nos estilos Federal e Revival grego. A Brick Store, construída em 1824, é hoje o mais antigo armazém em operação contínua nos Estados Unidos. [7] A mansão Moses P. Payson (1810), projetada por Alexander Parris, já dominou o centro da cidade. Mas o fogo e o abandono cobraram um preço alto, pois está sendo desmontado para recuperação arquitetônica. [8] Mais afortunado é o Upper Village de Bath, um agrupamento de casas de estilo federal baseadas nos projetos do manual do arquiteto Asher Benjamin. [9]

De acordo com o United States Census Bureau, a cidade tem uma área total de 38,6 milhas quadradas (100,0 km 2), das quais 37,7 milhas quadradas (97,6 km 2) é terra e 0,9 milhas quadradas (2,3 km 2) é água, compreendendo 2,31 % da cidade. [10] Os pontos mais altos em Bath são um trio de saliências na montanha Gardner, todas encontradas perto do ponto mais ao norte da cidade e todas medindo um pouco mais de 1.980 pés (600 m) acima do nível do mar. O rio Connecticut forma a fronteira oeste da cidade, os rios Ammonoosuc e Wild Ammonoosuc fluem pela cidade. Bath fica totalmente dentro da bacia hidrográfica do rio Connecticut. [11]

Geologicamente, Bath está localizada na extensão mais ao norte do antigo Lago Hitchcock, um lago pós-glacial que moldou o vale do rio Connecticut deste ponto ao sul até Middletown, Connecticut. [12]

A cidade é atravessada pela Rota 302 dos EUA e pela Rota 112 de New Hampshire. A vila de Swiftwater está localizada ao longo da Rota 112, perto da fronteira da cidade com Haverhill.

População histórica
Censo Pop.
1790498
1800825 65.7%
18101,316 59.5%
18201,498 13.8%
18301,627 8.6%
18401,591 −2.2%
18501,574 −1.1%
18601,366 −13.2%
18701,168 −14.5%
18801,032 −11.6%
1890935 −9.4%
19001,006 7.6%
1910978 −2.8%
1920838 −14.3%
1930785 −6.3%
1940686 −12.6%
1950706 2.9%
1960604 −14.4%
1970607 0.5%
1980761 25.4%
1990784 3.0%
2000893 13.9%
20101,077 20.6%
2017 (est.)1,089 [13] 1.1%
Censo Decenal dos EUA [14]

De acordo com o censo [15] de 2000, havia 893 pessoas, 350 famílias e 253 famílias residindo na cidade. A densidade populacional era de 23,4 pessoas por milha quadrada (9,0 / km 2). Havia 450 unidades habitacionais com uma densidade média de 11,8 por milha quadrada (4,5 / km 2). A composição racial da cidade era 99,33% branca, 0,22% afro-americana, 0,22% nativa americana e 0,22% de duas ou mais raças.

Havia 350 domicílios, dos quais 29,7% tinham filhos menores de 18 anos morando com eles, 61,4% eram casais que viviam juntos, 6,6% tinham uma mulher doméstica sem marido presente e 27,7% não eram familiares. 21,7% de todos os domicílios eram compostos por indivíduos e 11,7% tinham alguém morando sozinho com 65 anos ou mais de idade. O tamanho médio da casa era 2,55 e o tamanho médio da família era 2,96.

Na cidade, a população era pulverizada, com 24,3% menores de 18 anos, 6,7% de 18 a 24 anos, 24,2% de 25 a 44 anos, 29,2% de 45 a 64 anos e 15,6% de 65 anos ou Mais velho. A idade média foi de 42 anos. Para cada 100 mulheres, havia 97,6 homens. Para cada 100 mulheres com 18 anos ou mais, havia 97,1 homens.

A renda média de uma família na cidade era de $ 43.088 e a renda média de uma família era de $ 47.000. Os homens tiveram uma renda média de $ 27.679 contra $ 22.167 para as mulheres. A renda per capita da cidade era de $ 17.916. Cerca de 2,8% das famílias e 5,1% da população estavam abaixo da linha da pobreza, incluindo 1,5% dos menores de 18 anos e 5,5% dos maiores de 65 anos.


Conteúdo

Estabelecida por cidadãos de Haverhill, Massachusetts, a cidade foi inicialmente conhecida como Lower Cohos. Foi incorporada em 1763 pelo governador colonial Benning Wentworth e, em 1773, tornou-se a sede do condado de Grafton. Haverhill era o término da antiga estrada da província, que conectava os assentamentos do norte e do oeste com o litoral. Em 1859, quando a cidade tinha 2.405 habitantes, as indústrias incluíam 3 moinhos, 12 serrarias, uma fábrica de papel, um grande curtume, um fabricante de carruagens, uma fundição de ferro, 7 fábricas de calçados, uma gráfica e várias oficinas mecânicas. [3] A cidade abriga a mais antiga ponte coberta documentada do país ainda de pé - a Haverhill – Bath Bridge, construída em 1829.

A vila de Woodsville, em homenagem a John L. Woods de Wells River, Vermont, já foi um centro ferroviário muito importante. Woods operava uma serraria no rio Ammonoosuc e desenvolveu uma empresa de fornecimento de ferrovias após o estabelecimento da Boston, Concord & amp Montreal Railroad. A vila de Pike foi colonizada por futuros funcionários da Pike Manufacturing Company, que já foi a maior fabricante mundial de pedras de amolar.

Embora o vilarejo de Haverhill Corner tenha sido historicamente considerado o maior assentamento da cidade, os escritórios municipais da cidade estão atualmente localizados no vilarejo de North Haverhill, com os escritórios e o tribunal do condado de Grafton localizados a apenas duas milhas ao norte ao longo da Rota 10. Woodsville serviu como a sede do condado até 1972, quando os escritórios administrativos se mudaram para terras rurais a meio caminho entre Woodsville e a vila menor de North Haverhill.

A vila de Woodsville é agora o centro comercial de Haverhill e de suas pequenas cidades vizinhas, incluindo várias em Vermont. Woodsville abriga os supermercados, farmácias, bancos da cidade (incluindo a sede do Woodsville Guaranty Savings Bank), loja de bebidas do estado e a maioria de seus restaurantes e redes de lojas, embora alguns estejam localizados em North Haverhill. Em 2008, o Wal-Mart abriu um Supercenter em Woodsville. As escolas de ensino fundamental e médio da cidade, junto com o Cottage Hospital, um hospital de acesso crítico que atende a área, estão todas localizadas em Woodsville.

De acordo com o United States Census Bureau, a cidade tem uma área total de 52,1 milhas quadradas (134,9 km 2), das quais 51,0 milhas quadradas (132,1 km 2) é terra e 1,1 milhas quadradas (2,8 km 2) é água, compreendendo 2,15 % da cidade. [4] Limitada a oeste pelo rio Connecticut, Haverhill é drenada pelo rio Ammonoosuc, além de Oliverian Brook e Clark Brook. Haverhill está totalmente dentro da bacia hidrográfica do rio Connecticut. [5]

O ponto mais alto em Haverhill, a 2.320 pés (710 m) acima do nível do mar, fica na encosta oeste da Black Mountain, cujo cume de 2.830 pés (860 m) fica na cidade vizinha de Benton.

A cidade é servida por seis rotas mantidas pelo estado. New Hampshire Route 10 é a principal rodovia norte-sul através de Haverhill, paralela ao rio Connecticut. A Rota 302 dos EUA entra em Vermont e passa de leste a oeste por Woodsville na parte norte da cidade, juntando-se à Rota 10 para seguir para o nordeste até Bath e Littleton. New Hampshire Route 25 entra Haverhill de Piermont enquanto co-assinado com Route 10, dividindo-se a sudeste em Haverhill Corner. A Rota 116 de New Hampshire tem seu término ao sul na Rota 10 em North Haverhill, e a Rota 135 de New Hampshire tem seu término ao sul na Rota 10 ao sul de Woodsville. Uma seção muito curta da Rota 112 de New Hampshire corta a parte nordeste da cidade. Haverhill também tem fácil acesso à Rota 5 dos EUA em Vermont por meio de pontes em North Haverhill e Woodsville.

População histórica
Censo Pop.
1790552
1800805 45.8%
18101,105 37.3%
18201,609 45.6%
18302,183 35.7%
18402,675 22.5%
18502,405 −10.1%
18602,291 −4.7%
18702,271 −0.9%
18802,455 8.1%
18902,545 3.7%
19003,414 34.1%
19103,498 2.5%
19203,406 −2.6%
19303,665 7.6%
19403,487 −4.9%
19503,357 −3.7%
19603,127 −6.9%
19703,090 −1.2%
19803,445 11.5%
19904,164 20.9%
20004,416 6.1%
20104,697 6.4%
2017 (est.)4,574 [6] −2.6%
Censo Decenal dos EUA [7]

De acordo com o censo de 2010, havia 4.697 pessoas, 1.928 famílias e 1.208 famílias residindo na cidade. Havia 2.379 unidades habitacionais, das quais 451, ou 19,0%, estavam vagas. 294 das unidades vagas eram para uso sazonal ou recreativo. A composição racial da cidade era 96,7% branca, 0,4% afro-americana, 0,4% nativa americana, 0,9% asiática, 0,1% nativa havaiana ou das ilhas do Pacífico, 0,3% alguma outra raça e 1,2% de duas ou mais raças. 1,3% da população era hispânica ou latina de qualquer raça. [8]

Dos 1.928 domicílios, 26,2% tinham filhos menores de 18 anos morando com eles, 48,5% eram chefiados por casais que moravam juntos, 9,7% tinham uma mulher chefe sem marido presente e 37,3% não eram familiares. 29,3% de todos os domicílios eram compostos por indivíduos e 12,4% por alguém morando sozinho com 65 anos ou mais. O tamanho médio da casa era de 2,29 e o tamanho médio da família era de 2,80. [8]

Na cidade, 19,4% da população tinha menos de 18 anos, 7,4% tinha de 18 a 24 anos, 23,4% de 25 a 44, 31,3% de 45 a 64 anos e 18,7% tinha 65 anos ou mais. A mediana da idade foi de 45,0 anos. Para cada 100 mulheres, havia 97,9 homens. Para cada 100 mulheres com 18 anos ou mais, havia 94,9 homens. [8]

Para o período de 2011-2015, a renda média anual estimada para uma família era de $ 48.405, e a renda média para uma família era de $ 56.100. Trabalhadores em tempo integral do sexo masculino tinham uma renda média de $ 42.363 contra $ 33.150 para mulheres. A renda per capita da cidade era de $ 24.493. 15,1% da população e 9,9% das famílias estavam abaixo da linha da pobreza. 26,7% da população com menos de 18 anos e 5,3% das pessoas com 65 anos ou mais viviam na pobreza. [9]


Conteúdo

Woodsville foi batizado em homenagem a John L. Woods, uma figura em seu desenvolvimento inicial. Ele chegou de Wells River, Vermont, um vilarejo do outro lado do estreito do rio Connecticut em Newbury, e em 1829 comprou uma serraria que estava operando no rio Ammonoosuc desde 1811. Ele fabricava madeira de pinho e abriu uma loja em sua casa. [3] A neve derretida da primavera carregou troncos pelos rios Connecticut e Ammonoosuc. Uma barreira de toras foi construída ao longo do rio Connecticut até o rio Wells para manter as toras brevemente para classificação. As toras não destinadas à fábrica de Woods foram liberadas gradualmente para evitar congestionamentos no prado Ox Bow rio abaixo. Os motoristas de toras destacados para trabalhar no boom gostaram dos saloons de Woodsville e do distrito da luz vermelha. [4]

A Boston, Concord & amp Montreal Railroad foi inaugurada em Woodsville em 1853 e construiu seus escritórios de divisão e uma oficina mecânica filial. Substituiu a ponte original de 1805 entre os estados por um vão de dois níveis, apresentando uma rodovia com pedágio abaixo e trilhos de ferrovia no telhado. [5] A vila cresceu em uma importante cidade ferroviária e entroncamento, dotada de belos exemplos da arquitetura vitoriana. Também se tornou um centro de assuntos jurídicos. As movimentações de toras foram interrompidas depois de 1915, quando os proprietários de barcos de recreio reclamaram dos perigos para a navegação. [6] Em 1889, o Tribunal do Condado de Grafton mudou-se de Haverhill Corner para Woodsville, onde permaneceu até a metade do caminho para North Haverhill em 1972. [7]

Woodsville fica no canto noroeste da cidade de Haverhill, delimitada ao norte pela cidade de Bath e a oeste pelo rio Connecticut, que forma a fronteira do estado com Vermont. De acordo com o United States Census Bureau, o CDP tem uma área total de 0,90 milhas quadradas (2,34 km 2), das quais 0,88 milhas quadradas (2,28 km 2) são terrestres e 0,02 milhas quadradas (0,05 km 2), ou 2,23%, são água. [8] O rio Ammonoosuc corre ao norte do CDP e atinge sua confluência com o rio Connecticut no ponto mais ao norte da comunidade.

Woodsville é atravessada pela US Route 302 e pelas estradas estaduais 10 e 135. A US 302 leva a nordeste 21 milhas (34 km) até Littleton e a oeste através do rio Connecticut até Wells River, Vermont e 3 milhas (5 km) até a Interestadual 91. Rota 10 leva ao sul de Woodsville 37 milhas (60 km) até Hanover, e a Rota 135 leva ao norte 20 milhas (32 km) até a Interstate 93 a noroeste de Littleton.

Woodsville serve como centro comercial para a cidade de Haverhill e as comunidades vizinhas, incluindo várias a oeste de Vermont. Muitas das empresas comerciais da cidade, incluindo supermercados, restaurantes com assentos e fast-food e bancos, estão localizadas perto da junção da US 302 com a NH 10. Cottage Hospital, um hospital de acesso crítico que atende a área, também está localizado em Woodsville.

De acordo com o censo de 2010, havia 1.126 pessoas, 482 domicílios e 293 famílias residindo no CDP. Havia 558 unidades habitacionais, das quais 76, ou 13,6%, estavam vagas. A composição racial do CDP era 96,5% branca, 0,2% afro-americana, 0,5% nativa americana, 1,5% asiática, 0,1% das ilhas do Pacífico, 0,3% alguma outra raça e 1,9% de duas ou mais raças. 1,2% da população era hispânica ou latina de qualquer raça. [1]

Dos 482 domicílios do CDP, 30,7% tinham filhos menores de 18 anos morando com eles, 41,1% eram chefiados por casais que moravam juntos, 15,4% tinham uma chefe de família sem marido presente e 39,2% não eram familiares. 31,7% de todos os domicílios eram compostos por indivíduos e 9,8% por alguém morando sozinho com 65 anos ou mais. O tamanho médio da casa era 2,34 e o tamanho médio da família era 2,87. [1]

23,9% dos residentes no CDP tinham menos de 18 anos, 9,4% tinham de 18 a 24 anos, 26,3% tinham de 25 a 44 anos, 28,1% tinham de 45 a 64 anos e 12,3% tinham 65 anos ou mais. A mediana de idade foi de 38,0 anos. Para cada 100 mulheres, havia 92,5 homens. Para cada 100 mulheres com 18 anos ou mais, havia 87,5 homens. [1]

Para o período de 2011-15, a renda média anual estimada para uma família era de $ 40.708, e a renda média para uma família era de $ 34.635. A renda per capita do CDP era de $ 14.945. Cerca de 28,4% da população e 20,3% das famílias estavam abaixo da linha da pobreza, incluindo 40,1% dos menores de 18 anos. [9]

    (1894–1980), professor e cientista pesquisador na Vanderbilt University, arremessador substituto com o Baltimore Orioles, Cleveland Indians, Atlanta Braves e Houston Astros, arremessador com o Boston Red Sox, St. Louis Cardinals, Pittsburgh Pirates e Detroit Tigers, colunista e autor [10]

No A bancada por Stephen King, Woodsville é mencionado como a casa de Glen Pequod Bateman, um personagem principal do romance. Ele era um professor associado de sociologia no fictício Woodsville Community College quando a super gripe o atingiu. [ citação necessária ]


Haverell, Woodstock e Bath RR 0-40 - História

Em Landaff?
Nota do editor: este artigo apareceu na Bridge Weekly
Sho-Case e é usado com permissão.

O historiador de longa data de Hanover e arquiteto de Upper Valley, Jay Barrett, é o apresentador de um curso muito popular e favorito, The History of Dartmouth College e Hanover, New Hampshire 1761 até o presente, oferecido pelo Institute for Lifelong Education at Dartmouth (ILEAD) . Barrett, que mora em Ely, ficou agradavelmente surpreso ao ver uma vista aérea na edição de 25 de agosto do The Bridge Weekly Sho-case, que mostrava o rio Connecticut serpenteando por North Haverhill e Newbury. A imagem coincidiu perfeitamente com a terceira sessão do curso ILEAD da Barrett & # 8217s, que cobriu a história do Dartmouth College & # 8217s de 1770-1780, durante a qual Haverhill e Newbury ofereceram porções de terras nobres em ambos os lados do rio Connecticut e # 8217s Great Oxbow para o Faculdade para seduzir seu assentamento em Haverhill. A vista aérea foi um bom acréscimo à apresentação do Barrett & # 8217s, que já incluía um mapa em destaque mostrando os lotes que Haverhill apresentou aos curadores do College em 1770 com base em um & # 8220Plan do local original do Dartmouth College & # 8221 mostrado em A History of Dartmouth College e da cidade de Hanover, New Hampshire até 1815 por Frederick Chase. Barrett acha a comparação entre as duas imagens fascinante, a ponto de as sebes ainda serem óbvias 241 anos depois. Também é fascinante como Haverhill e outras cidades do Upper Valley chegaram perto de poder chamar sua cidade de lar para o Dartmouth College.


Clique para uma versão maior deste mapa

O Rev. Eleazar Wheelock, o fundador do Dartmouth College, graduou-se em Yale em 1733 e foi ordenado ministro que fundou a Moor & # 8217s Indian Charity School no Lebanon Crank (agora conhecida como Columbia), Connecticut em 1755 e estava procurando expandir sua escola. O governador real de New Hampshire, John Wentworth, tinha um profundo interesse no que Wheelock estava fazendo e trabalharam juntos para conseguir um alvará para a faculdade. Wentworth entendeu que seria benéfico ter a faculdade em New Hampshire. Massachusetts tinha Harvard e Connecticut tinha Yale, então Wheelock sabia que provavelmente não conseguiria uma licença nesses estados. Em dezembro de 1769, o Rev. Eleazar Wheelock obteve uma Carta Real para Dartmouth College do Governador John Wentworth, e muitas cidades, incluindo aquelas no Vale do Rio Connecticut Superior, imediatamente começaram a licitar para a escola se estabelecer em sua cidade como seu ativo. Os representantes do Wheelock & # 8217s conseguiram o financiamento da Escócia e da Inglaterra, e essa acabou sendo a parte fácil do plano. Wheelock não estava preparado para o difícil processo de decidir onde construir a faculdade.


Clique para ampliar a imagem

Orford foi uma cidade que reuniu uma oferta lucrativa de 2.100 acres, mão de obra e dinheiro, mas não era tão lucrativa quanto a oferta de Haverhill, que incluía 5.000 acres em Haverhill, Newbury e Bath, além de prometer dinheiro local. Hanover ofereceu 3.000 acres contíguos. Para complicar a questão, o município instável e confiscado de Landaff, fundado em 1764 pelo Rei George III, foi novamente concedido ao Dartmouth College em 19 de janeiro de 1770. O governador Wentworth era a favor da construção do Dartmouth College em Landaff, porque estava instável e poderia ser governado pelo College, e Wentworth queria empurrar a escola para o norte para aumentar o desenvolvimento. No final, o Dartmouth College foi construído em Hanover, mas o mais perto que chegou de se estabelecer em qualquer outro lugar no Upper Valley foi em Landaff, onde o colégio gastou de US $ 7.000 a US $ 10.000 em melhorias de terrenos, construção de estradas, moinhos e construção de uma gramática escola em 1780 que funcionou por mais de dois anos.

Wheelock queria que a faculdade fosse em Hanover por vários motivos. Hanover fez sua proposta em março de 1770, a oferta mais forte da época. A cidade ficava às margens do rio Connecticut, o que era crucial, e era no topo das cataratas, o lugar para onde todos os suprimentos seriam transportados, independentemente de para onde estivessem indo. Hanover seria o mais próximo. Havia também um lugar estreito no rio para uma futura ponte, agora o local da Ponte Ledyard. Wheelock sentia-se mais confortável com os colonos em Lower Coos, já que eram de seu estado natal, Connecticut, e os colonos em Haverhill e mais ao norte eram predominantemente de Massachusetts.

Haverhill preparou escrituras que incluíam a oferta de uma fazenda de cerca de 600 acres dentro dos dois Oxbows do rio Connecticut, com um celeiro, celeiro de milho, moinho de grãos, serraria e casa ali. North Haverhill poderia ter sido o lar do Dartmouth College, mas Wheelock viu terras de cultivo adequadas em Hanover e não estava tão interessado nos exuberantes Oxbows de Haverhill.

Wentworth e Wheelock eram diplomatas. Wentworth queria que a faculdade fosse construída em Landaff, mas Wheelock disse a ele que realmente a queria em Hanover. Todas as cidades ficaram desapontadas quando souberam que em 5 de julho de 1770 Wheelock anunciou, dos degraus da mansão do governador John Wentworth & # 8217, que escolheria Hanover como lar de seu novo colégio. & # 8220Era quase como dois sistemas de valores diferentes. Deve ter passado na mente de Wheelock e # 8217 que ele conhecia os colonos de Hanover. Ele os conhecia. Ele foi com o que se identificou e precisava, & # 8221 diz Barrett.

O local do Dartmouth College foi consertado em Hanover, e os primeiros edifícios foram erguidos em agosto de 1770. Wheelock planejou a vila de Hanover com base nos bens e serviços necessários para o colégio. A terra foi limpa, moinhos construídos e fazendas, tabernas e outros estabelecimentos foram ocupados.

Enquanto a faculdade crescia em Hanover, continuou a fazer melhorias em Landaff. As melhorias provaram ser atraentes para os donatários que perderam o título de 1764 da Landaff. Até 1791, o colégio continuou a estar presente em Landaff, gastando mais dinheiro em melhorias, bem como lutando contra reivindicações tenazes na primeira concessão. Os materiais da Biblioteca de Coleções Especiais de Rauner na Biblioteca do Dartmouth College revelam muitos detalhes interessantes sobre a presença do College & # 8217s em Landaff. Uma contabilidade para o período de junho de 1773 a janeiro de 1775 lista provisões enviadas a Landaff do Dartmouth College, como carne bovina, suína, açúcar, chocolate, melaço, semente de trevo e pagamento pelo trabalho na construção de uma serraria. Em uma carta datada de janeiro de 1774, Wentworth escreveu a Wheelock & # 8220 transmitindo esta certa inteligência & # 8221 que a renegociação de Landaff foi feita de maneira legal e que os donatários anteriores não puderam provar que seu título ainda era bom. & # 8220Landaff pode, portanto, ser melhorado com segurança por você para a faculdade, sem qualquer consideração adicional. Tenho certeza disso há muito tempo. & # 8221 A carta está assinada & # 8220 Seu afetuoso amigo, Wentworth. & # 8221

Por volta de 1774, vinte famílias haviam se estabelecido em Landaff, e um grande lote fora entregue de uma só vez no rio Ammonoosuc, no canto noroeste da cidade, para a fazenda do Colégio. Uma serraria foi construída em 1774, e uma moenda foi construída em 1775 no lado norte de Mill Brook, a cerca de meia milha de Lisboa. Um mapa manuscrito de 1785 mostra o local da fábrica perto da atual interseção da Rota 10 e da Estrada Mill Brook em Landaff.


Clique para uma versão ampliada deste mapa

Os curadores da faculdade resolveram em 1780 construir uma escola secundária em Landaff e dotá-la com os mesmos privilégios da Wheelock & # 8217s, antiga Moor & # 8217s School em Connecticut. A escola deveria se chamar Phillip & # 8217s School e ter 38 & # 8217 x 28 & # 8217 e um andar de altura. A mensalidade semanal foi fixada em 1 xelim e 6 pence para alunos instruídos na língua aprendida e regras da gramática inglesa, 1 xelim e 3 pence para aritmética, 10 pence para leitura e escrita e 8 pence para leitura em inglês. A escola seria sustentada por mensalidades, aluguéis da fazenda do Colégio, serraria, venda do moinho de milho e venda de terras para assentamento. O que é intrigante é que os curadores do Dartmouth College optaram por custear a construção de uma escola de gramática pública em Landaff em 1780 em conexão com o College, embora houvesse muitos transtornos e despesas causadas pelos donatários originais & reclamações # 8217, e Dartmouth College já havia se estabelecido dez anos antes em Hanover. Há a possibilidade de que o assentamento de Landaff e os aluguéis ajudem a sustentar a faculdade, e o homônimo da escola secundária, John Phillips, um curador da faculdade, teve grande interesse no município de Landaff por causa do eventual apoio que daria à faculdade. Também existe a possibilidade de que os curadores estivessem fiéis à sua resolução de que o objetivo do acordo com Landaff era a promoção do ensino e da religião.

Um depoimento de 1788 do genro de Wheelock & # 8217s, Bezaleel Woodward, revela os esforços que o Dartmouth College fez para melhorar Landaff. De acordo com a deposição de Woodward & # 8217s, de 1772 a 1774 um número considerável de colonos foi colocado em Landaff por Wheelock, e uma serraria e um moinho de milho foram erguidos. Melhorias consideráveis ​​foram feitas em uma parcela chamada fazenda da faculdade, e uma casa de toras e um grande celeiro foram erguidos nela. Naqueles anos, cerca de 1.500 acres em Landaff foram vendidos por Wheelock como agente dos curadores da faculdade, para encorajar o assentamento. Em 1775, cerca de 1.000 libras haviam sido gastas e apenas um reclamante havia se apresentado.

By August of 1791, the Trustees of Dartmouth College yielded that the title of the first grant would prevail and supporting the second grant would not only be expensive but imprudent and greatly injurious to the college. The Trustees resolved unanimously that the board disclaim, forfeit and relinquish all right, title and interest to the Landaff township. An estimate of $10,000 was spent on improvements and expenses to maintain the title to the Landaff charter. Perhaps the college itself might not have made it had it been built there. We can only imagine how different the landscape of Orford, Haverhill, or Landaff and their surrounding communities would look had they been the chosen site for Dartmouth College, or how different the College would be today.

Barrett maintains that Dartmouth College’s success is due in part to where it ended up being located. In the beginning the school lived from year to year and was almost bankrupted after the Revolutionary War. The turning point was in 1893 when William Tucker became the President of Dartmouth College. He realized expansion was needed which revolutionized the school resulting in a larger campus and endowments. It didn’t hurt that former N.H. Governor and White House Chief of Staff Sherman Adams and former N.H. Governor Lane Dwinell, both Dartmouth graduates, and former Lebanon attorney and U.S. Senator Norris Cotton used their influence to change the course of Interstate 89 in the mid 1960s so it didn’t bypass Hanover.

When Barrett drives up Route 10, he can’t help but look at The Ridge in Orford or the fertile land in North Haverhill and wonder what those towns would look like today if Dartmouth College had chosen them. “At the end of the day, Wheelock made the right decisions. Those reasons are still valid today. Wheelock knew what he was doing,” says Barrett.


40 Valley Rd, Haverhill, NH 03785

40 Valley Road, Haverhill, NH 03785 (MLS# 4741603) is a Single Family property that was sold at $168,500 on May 31, 2019. Want to learn more about 40 Valley Road? Do you have questions about finding other Single Family real estate for sale in Haverhill? You can browse all Haverhill real estate or contact a Coldwell Banker agent to request more information.

Lease with a Right to Purchase

A new affordable option from Home Partners of America. They buy the home, you lease it for 1-5 years with a right to purchase.

Share this Property

Stay Updated

Copyright © 2021 New England Real Estate Network, Inc. All rights reserved. This information is deemed reliable, but not guaranteed. The data relating to real estate displayed on this site comes in part from the IDX Program of NEREN. The information being provided is for consumers’ personal, non-commercial use and may not be used for any purpose other than to identify prospective properties consumers may be interested in purchasing. Data last updated Jun 19 2021 9:44PM

Listing data is derived in whole or in part from the Maine IDX & is for consumers' personal, noncommercial use only. Dimensions are approximate and not guaranteed. All data should be independently verified. © 2021 Maine Real Estate Information System, Inc. All Rights Reserved This web site does not display complete Listings. Certain Listings of other real estate brokerage firms have been excluded. Coldwell Banker Realty - 180 Main Street, Saco, ME 04072

The data relating to real estate for sale on this site comes from the Broker Reciprocity (BR) of the Cape Cod & Islands Multiple Listing Service, Inc. Summary or thumbnail real estate listings held by brokerage firms other than Coldwell Banker Realty are marked with the BR Logo and detailed information about them includes the name of the listing broker. Neither the listing broker nor Coldwell Banker Realty shall be responsible for any typographical errors, misinformation, or misprints and shall be held totally harmless. This site was last updated Jun 18 2021 12:59PM. All properties are subject to prior sale, changes, or withdrawal.

The property listing data and information (in part) set forth herein were provided to MLS Property Information Network, Inc. from third party sources, including sellers, lessors and public records, and were compiled by MLS Property Information Network, Inc. The property listing data and information are for the personal, non commercial use of consumers having a good faith interest in purchasing or leasing listed properties of the type displayed to them and may not be used for any purpose other than to identify prospective properties which such consumers may have a good faith interest in purchasing or leasing. MLS Property Information Network, Inc. and its subscribers disclaim any and all representations and warranties as to the accuracy of the property listing data and information set forth herein.

Boundaries © 2014-2018 Pitney Bowes Inc. All rights reserved.

Home Partners of America and A New Path to Homeownership are registered trademarks of Home Partners of America LLC.

Coldwell Banker Realty and Guaranteed Rate Affinity, LLC share common ownership and because of this relationship the brokerage may receive a financial or other benefit. You are not required to use Guaranteed Rate Affinity, LLC as a condition of purchase or sale of any real estate. Operating in the state of New York as GR Affinity, LLC in lieu of the legal name Guaranteed Rate Affinity, LLC.

Real estate agents affiliated with Coldwell Banker are independent contractor sales associates and are not employees of Coldwell Banker.

© 2021 Coldwell Banker. Todos os direitos reservados. Coldwell Banker and the Coldwell Banker logos are trademarks of Coldwell Banker Real Estate LLC. The Coldwell Banker® System is comprised of company owned offices which are owned by a subsidiary of Realogy Brokerage Group LLC and franchised offices which are independently owned and operated. The Coldwell Banker System fully supports the principles of the Fair Housing Act and the Equal Opportunity Act.


Conteúdo

First granted in 1763, Colonial Governor Benning Wentworth named the town Peeling after an English town. Many of the first colonists were originally from Lebanon, Connecticut. In 1771, his nephew, Governor John Wentworth, gave it the name Fairfield, after Fairfield, Connecticut. The town was renamed Woodstock in 1840 for Blenheim Palace in Woodstock, England, possibly due to the popularity of the 1826 Walter Scott novel Woodstock. [2] [3]

Logging became a principal early industry, with sawmills established using water power from the Pemigewasset River. The entrance of the railroad in the 19th century opened the wilderness to development, carrying away wood products to market. It also brought tourists, many attracted by paintings of the White Mountains by White Mountain artists. Several inns and hotels were built to accommodate the wealthy, who sought relief from the summer heat, humidity and pollution of coal-age Boston, Hartford, New York and Philadelphia. They often relaxed by taking carriage rides through the White Mountains, or by hiking along the Lost River in Lost River Reservation. But with the advent of automobiles, patrons were no longer restricted by the limits of rail service. Consequently, many grand hotels established near depots declined and closed. Woodstock, however, remains a popular tourist destination.

The Hubbard Brook Experimental Forest, an outdoor laboratory for ecological studies founded by the United States Forest Service in 1955, is located in the southern part of town.

According to the United States Census Bureau, the town has a total area of 59.2 square miles (153 km 2 ), of which 58.7 sq mi (152 km 2 ) is land and 0.5 sq mi (1.3 km 2 ) is water, comprising 0.84% of the town. Woodstock is drained by the Pemigewasset River. The town's highest point is the summit of Mount Jim, at 4,172 feet (1,272 m) above sea level, a spur of Mount Moosilauke.

População histórica
Censo Pop.
1840472
1850418 −11.4%
1860476 13.9%
1870405 −14.9%
1880367 −9.4%
1890341 −7.1%
1900628 84.2%
19101,083 72.5%
1920684 −36.8%
1930756 10.5%
1940981 29.8%
1950894 −8.9%
1960827 −7.5%
1970897 8.5%
19801,008 12.4%
19901,167 15.8%
20001,139 −2.4%
20101,374 20.6%
2017 (est.)1,363 [4] −0.8%
U.S. Decennial Census [5]

As of the census of 2010, there were 1,374 people, 624 households, and 353 families residing in the town. There were 1,421 housing units, of which 797, or 56.1%, were vacant. 701 of the vacant units were for seasonal or recreational use. The racial makeup of the town was 96.9% White, 0.1% African American, 0.2% Native American, 0.9% Asian, 0.1% Native Hawaiian or Pacific Islander, 0.1% some other race, and 1.8% from two or more races. 0.3% of the population were Hispanic or Latino of any race. [6]

Of the 624 households, 25.5% had children under the age of 18 living with them, 43.6% were headed by married couples living together, 8.5% had a female householder with no husband present, and 43.4% were non-families. 31.6% of all households were made up of individuals, and 9.2% were someone living alone who was 65 years of age or older. The average household size was 2.20, and the average family size was 2.77. [6]

In the town, 19.2% of the population were under the age of 18, 7.9% were from 18 to 24, 24.2% from 25 to 44, 32.2% from 45 to 64, and 16.4% were 65 years of age or older. The median age was 44.2 years. For every 100 females, there were 102.1 males. For every 100 females age 18 and over, there were 101.5 males. [6]

For the period 2011-2015, the estimated median annual income for a household was $49,063, and the median income for a family was $62,500. Male full-time workers had a median income of $33,750 versus $44,034 for females. The per capita income for the town was $30,671. 8.0% of the population and 2.4% of families were below the poverty line. 7.5% of the population under the age of 18 and 5.0% of those 65 or older were living in poverty. [7]


Get Pre-Approved Today

Listed by Keller Williams Realty, Prime Property Team - Ron Carpenito

Similar Properties near 146 Woodstock St

Just Listed near 146 Woodstock St

Price Reduced near 146 Woodstock St

Recent Sales near 146 Woodstock St

146 Woodstock St, Haverhill, MA 01832 (MLS# 72453495) is a Single Family property that was sold at $400,000 on April 30, 2019. Want to learn more about 146 Woodstock St? Do you have questions about finding other Single Family real estate for sale in Haverhill? You can browse all Haverhill real estate or contact a Coldwell Banker agent to request more information.

Lease with a Right to Purchase

A new affordable option from Home Partners of America. They buy the home, you lease it for 1-5 years with a right to purchase.

Share this Property

Stay Updated

Listing data is derived in whole or in part from the Maine IDX & is for consumers' personal, noncommercial use only. Dimensions are approximate and not guaranteed. All data should be independently verified. © 2021 Maine Real Estate Information System, Inc. All Rights Reserved This web site does not display complete Listings. Certain Listings of other real estate brokerage firms have been excluded. Coldwell Banker Realty - 180 Main Street, Saco, ME 04072

The data relating to real estate for sale on this site comes from the Broker Reciprocity (BR) of the Cape Cod & Islands Multiple Listing Service, Inc. Summary or thumbnail real estate listings held by brokerage firms other than Coldwell Banker Realty are marked with the BR Logo and detailed information about them includes the name of the listing broker. Neither the listing broker nor Coldwell Banker Realty shall be responsible for any typographical errors, misinformation, or misprints and shall be held totally harmless. This site was last updated Jun 18 2021 12:59PM. All properties are subject to prior sale, changes, or withdrawal.

The property listing data and information (in part) set forth herein were provided to MLS Property Information Network, Inc. from third party sources, including sellers, lessors and public records, and were compiled by MLS Property Information Network, Inc. The property listing data and information are for the personal, non commercial use of consumers having a good faith interest in purchasing or leasing listed properties of the type displayed to them and may not be used for any purpose other than to identify prospective properties which such consumers may have a good faith interest in purchasing or leasing. MLS Property Information Network, Inc. and its subscribers disclaim any and all representations and warranties as to the accuracy of the property listing data and information set forth herein.

Boundaries © 2014-2018 Pitney Bowes Inc. All rights reserved.

Home Partners of America and A New Path to Homeownership are registered trademarks of Home Partners of America LLC.

Coldwell Banker Realty and Guaranteed Rate Affinity, LLC share common ownership and because of this relationship the brokerage may receive a financial or other benefit. You are not required to use Guaranteed Rate Affinity, LLC as a condition of purchase or sale of any real estate. Operating in the state of New York as GR Affinity, LLC in lieu of the legal name Guaranteed Rate Affinity, LLC.

Real estate agents affiliated with Coldwell Banker are independent contractor sales associates and are not employees of Coldwell Banker.

© 2021 Coldwell Banker. Todos os direitos reservados. Coldwell Banker and the Coldwell Banker logos are trademarks of Coldwell Banker Real Estate LLC. The Coldwell Banker® System is comprised of company owned offices which are owned by a subsidiary of Realogy Brokerage Group LLC and franchised offices which are independently owned and operated. The Coldwell Banker System fully supports the principles of the Fair Housing Act and the Equal Opportunity Act.


Assista o vídeo: Kids fun in bath tub (Outubro 2021).