Podcasts de história

O Mosteiro Precariamente Suspenso do Monte Heng

O Mosteiro Precariamente Suspenso do Monte Heng

Hengshan, ou Monte Heng, localizado na província de Shanxi, é uma das Cinco Grandes Montanhas da China. Preso ao lado da face do penhasco está o Xuan Kong Si, também conhecido como Mosteiro Suspenso. Apesar de sua posição precária, o mosteiro está "suspenso" em sua posição original há mais de 1.500 anos, uma prova da engenhosidade de seus construtores.

Diz-se que o Mosteiro Suspenso foi construído em 491 DC, durante o final da Dinastia Wei do Norte. É comumente acreditado que a construção do mosteiro foi iniciada por um único indivíduo, um monge chamado Liao Ran. Com o tempo, porém, Liao Ran recebeu ajuda de construtores taoístas, que foram atraídos para o local devido à sua atmosfera serena e pacífica. O local era perfeito para aqueles que praticavam meditação, pois os ruídos do solo não atingiam alturas tão elevadas. Além disso, sua altura garantiu que o mosteiro ficasse a salvo de enchentes. O Mosteiro Suspenso também é protegido da chuva, neve e sol, pois é protegido pelo pico da montanha. Esta é uma das razões para a existência contínua do mosteiro ao longo dos séculos.

Xuan Kong Si, O Mosteiro Suspenso ( Wikimedia Commons )

A fim de fornecer suporte para o mosteiro, primeiros buracos foram perfurados na lateral do penhasco. Pilares de madeira foram então inseridos pela metade na rocha como base. O mosteiro foi então construído no topo desses pilares, com suporte adicional da rocha na parte de trás do prédio. Alguns alegaram que os pilares de madeira não estavam presentes quando o mosteiro estava sendo construído, e que o edifício seria capaz de se sustentar caso os pilares fossem removidos. Os pilares, afirma-se ainda, foram acrescentados mais tarde, pois os visitantes não ousavam subir ao mosteiro por medo de que caísse. Posteriormente, foi ampliado ao longo dos séculos e também foi restaurado em 1900 durante a Dinastia Qing.

Os pilares de madeira que sustentam o mosteiro ( Wikimedia Commons )

Além de ser uma maravilha arquitetônica, o Mosteiro Suspenso também é uma estrutura única do ponto de vista religioso. O mosteiro é dedicado a três sistemas religiosos - Budismo, Taoísmo e Confucionismo, os quais coexistem harmoniosamente no edifício. No Salão San Jiao, por exemplo, a estátua do Buda Sakyamuni é consagrada junto com a de Lao Zi e Confúcio. Estes são os fundadores do Budismo, Taoísmo e Confucionismo respectivamente, sua existência lado a lado mostrando a harmonia entre os três sistemas neste espaço sagrado.

  • Monastério do Monte Popa e a mitologia dos trinta e sete guardiões espirituais
  • As Cavernas Kizil, as primeiras cavernas budistas da China, escondem imagens raras da época da Rota da Seda
  • Arqueólogos chineses resgatam restos mortais de sepulturas em penhascos antigos

As estátuas dentro do mosteiro suspenso refletem diferentes tradições religiosas ( Wikimedia Commons )

Foi alegado que o Mosteiro Suspenso já serviu como uma espécie de "estação de trânsito" para os viajantes que passavam pela área, devido à natureza remota da área de Hengshan. Era ali que o viajante cansado podia comer e descansar um pouco antes de partir novamente. Devido à prevalência da religião na época, diz-se que as pessoas relutavam em entrar em locais de culto de outras religiões que não a sua. Para aliviar a ansiedade desses viajantes, as três principais religiões da China foram consagradas no Mosteiro Suspenso. Desta forma, mais viajantes poderiam permanecer no mosteiro por um tempo antes de retomar sua jornada.

O Mosteiro Suspenso perto do Monte Heng, China ( Wikimedia Commons )

Em todo o mosteiro, existem cerca de 80 esculturas de importantes indivíduos budistas, taoístas e confucionistas. Essas figuras são feitas de vários materiais, incluindo cobre, bronze, ferro, terracota e pedra, e são esculpidas com cores vivas. No San Sheng Hall, por exemplo, há uma estátua de Buda sentada. Ao seu lado estão vários de seus discípulos, retratados como submissos ao mestre. Existem seis salões principais e 34 salões menores, perfazendo um total de 40 salões, no mosteiro. Esses corredores são ligados por um labirinto de passagens.

Hoje, o Mosteiro Suspenso provavelmente não é o melhor local para meditação devido à sua transformação em uma atração turística. Sua engenharia aparentemente impossível por si só atraiu várias pessoas para ver o Mosteiro Suspenso por si mesmas. Outros são talvez inspirados pela coexistência do Budismo, Taoísmo e Confucionismo. No entanto, a posição precária da estrutura certamente fará com que alguns pensem duas vezes antes de visitar o Mosteiro Suspenso, e uma viagem lá certamente não é para os fracos de coração.

Imagem apresentada: O Mosteiro Suspenso da China. ( Wikimedia Commons )

Por Ḏḥwty

Referências

Brenhouse, H., 2010. Edifícios precários: Xuan Kong Si, província de Shanxi, China. [Conectados]
Disponivel aqui.

famouswonders.com, 2015. Mosteiro Suspenso de Hengshan. [Conectados]
Disponível em: http://famouswonders.com/hanging-monastery-of-hengshan

Josh, 2015. Templo Suspenso de Hengshan. [Conectados]
Disponível em: http://www.atlasobscura.com/places/hanging-temple-hengshan

Ministério da Cultura, P. R. China, 2003. Hanging Temple. [Conectados]
Disponível em: http://www.chinaculture.org/gb/en_travel/2003-09/24/content_32449.htm

Song, C., 2014. Mosteiro Suspenso. [Conectados]
Disponível em: http://www.chinahighlights.com/datong/attraction/hanging-monastery.htm

Travelmail Reporter, 2014. Desafiando a gravidade: O espetacular Templo Suspenso na China, suspenso 246 pés acima do solo por 1.500 anos. [Conectados]
Disponivel aqui.

www.travelchinaguide.com, 2015. Mosteiro Suspenso (Xuankong Si). [Conectados]
Disponível em: http://www.travelchinaguide.com/attraction/shanxi/datong/hanging.htm


O Mosteiro Precariamente Suspenso do Monte Heng - História

Estendendo-se pelas encostas íngremes das montanhas Troodos do norte, situadas 762 metros acima do nível do mar no vale do rio Setrachos, fica a vila histórica e pitoresca de Kalopanayiotis. Há muito tempo é conhecido por suas fontes de enxofre naturais e um antigo mosteiro protegido pela UNESCO, que abriga afrescos bizantinos. Outros monumentos significativos representativos da cultura material são as igrejas e capelas bizantinas, bem como as pontes e casas venezianas construídas em estilos arquitetônicos tradicionais.
Bem, você está interessado? Então vamos falar sobre como chegar lá ...

Depois de entrar no longo e estreito Markou Drakou (devido ao congestionamento constante e ao número de carros estacionados em frente às casas, muitos dos quais têm um design retro), você verá várias curvas entre as casas da aldeia afogadas em matagais de jasmim e gerânios vermelhos. Além de uma dessas curvas “precariamente” pairando sobre uma ravina profunda, você imediatamente dá um “mergulho” acentuado para baixo. Deste ponto em diante, uma vista para o mosteiro se abre para além da ponte. Seu carro pode ser deixado nas instalações do mosteiro.


Templo Suspenso de Hengshan

Suspenso precariamente ao lado de Hengshan, uma das cinco montanhas sagradas da China, um mosteiro de 1.500 anos parece se agarrar à rocha tão facilmente quanto uma lagartixa em uma parede. O templo suspenso de Hengshan é tão natural na face da rocha quanto aquela lagartixa. Ele apenas pertence.

Uma maravilha chinesa

Cinco anos atrás, discuti o que as Oito Maravilhas da China poderiam ser com meus alunos da Universidade de Anhui. Na lista de potenciais incluí esta maravilha. Foi quando eu aprendi sobre isso. Desde então, tenho vontade de visitar. Eu estava tonto quando chegamos. Nós tivemos um vislumbre do templo pendurado lá quando entramos no estacionamento. Mal podia esperar e comecei a andar para a entrada deixando os outros no carro.

A estrutura não é tão grande, especialmente quando apresentada em uma montanha tão imponente. Ele parece se agarrar à parede e ser sustentado apenas por um conjunto de palafitas dispostas da borda dos edifícios até a parede. No entanto, é exatamente o que parece. Na realidade, a estrutura é ancorada à parede por vigas perpendiculares que são inseridas profundamente na parede de rocha criando cantiléveres. Isso permite que os quartos fiquem flutuando contra a pedra.

Minha visita

Como estivemos lá no inverno, não havia multidões, embora a infraestrutura sugira que elas cheguem ocasionalmente. Subimos direto as escadas para o mosteiro. O primeiro nível é construído em uma saliência de alvenaria saindo da base do penhasco como um passo de gigante. De lá, para entrar no poleiro de madeira, subimos as escadas íngremes. Eles me lembravam escadas de barco. As varandas são todas muito estreitas tornando a aventura um pouco difícil para quem tem medo de altura.

Os quartos eram usados ​​por monges tanto para alojamentos quanto para estudo religioso e meditação. Existem algumas capelas com efígies e entalhes de madeira imaculados. Um deles é de particular importância porque combina três tradições com um nicho para Buda, um para Confúcio e outro para Laozi. Isso é particularmente interessante porque o mosteiro era conhecido como um santuário budista e foi construído por taoístas.

Por que essa estrutura foi construída em um penhasco?

Alguns dizem que é por segurança contra as enchentes potenciais do rio abaixo. Outros dizem para protegê-lo de pessoas hostis. Outra hipótese é motivada por princípios. Afirma que a localização do mosteiro muito acima do solo ajuda na tarefa monástica de meditação. No taoísmo, queremos nos livrar de todas as distrações mundanas, que incluem sons incidentais como o corvo de um galo. Ao construí-lo no alto do penhasco, o som não sobe ou desce nos edifícios, causando distração.

Não importa o motivo, é incrível. Fiquei emocionado e muito feliz por ter experimentado isso. Também estou feliz que a previsão do Lonely Planet de que o próprio templo seria restrito ainda não se concretizou. A experiência não teria sido a mesma apenas de vê-la na parede. Esta foi uma grande aventura para mim na China.


Explore a antiga tradição do tai chi

Para todos vocês que sempre sonharam em desvendar o mistério por trás da antiga arte marcial chinesa conhecida como Tai Chi, este é o passeio para você. Nesta excursão de 11 dias, você terá a oportunidade imperdível de estudar Tai Chi por 5 dias e aprender tudo 24 movimentos de Tai Chi estilo Yang. Você não só aprenderá o padrão completo do estilo Yang de Tai Chi, como também aprenderá o aplicação prática do Tai Chi para autodefesa.

À medida que embarcamos em uma incrível jornada espiritual no mundo do Tai Chi, é apropriado que exploremos fisicamente as raízes dessa venerável arte marcial. Quando não estamos treinando, tomamos o tempo caminhar Moung Heng, uma das cinco grandes montanhas sagradas da China e um local chave no desenvolvimento da religião chinesa indígena do taoísmo. No caminho, faremos uma visita a o deslumbrante Templo Suspenso e a magníficas Grutas Yungang. Também teremos a chance de passar um dia caminhada ao longo de uma seção selvagem da icônica Grande Muralha da China.

Duração: 11 dias e 10 noites

Tour em 2021: 17 º de setembro - 27 de setembro

Uma introdução simples ao tai chi

Antes de apresentarmos nosso itinerário repleto de ação para esta viagem, gostaríamos de lhe contar uma breve história do Tai Chi e apresentá-lo ao estilo Yang de Tai Chi.

O tai chi é muito popular em todo o mundo e atrai pessoas de todas as gerações, mas é especialmente popular entre as gerações anteriores. Isso ocorre porque o tai chi não parece dinâmico ou poderoso do ponto de vista de quem está de fora, por isso é frequentemente mal interpretado como simplesmente uma forma relaxante de exercício. Embora seja, sem dúvida, ótimo para se manter saudável, o tai chi é antes de tudo um estilo prático de kung fu. Na verdade, muitos praticantes de Kung-Fu famosos e formidáveis, como Jet Li e Donnie Yen, defendem a força e a eficácia do Tai Chi.

Em nosso passeio, as aulas serão ministradas pelo venerável Mestre Zhou Qing, que começou sua jornada para se tornar um mestre em artes marciais com apenas 6 anos de idade. Desde então, ele pratica Tai Chi há mais de 30 anos. Em 2016, ele competiu contra mestres de todo o mundo para ganhar três medalhas de ouro nas categorias de Tai Chi estilo Yang, espada de Tai Chi e o tuishou ou o estilo “empurrando as mãos” de Tai Chi no 5º Concurso Internacional de Artes Marciais de Macau.

O Mestre Zhou ensinará todos os 24 movimentos do estilo Yang de Tai Chi e demonstrará suas aplicações práticas como técnicas de autodefesa. Ele também lhe ensinará os movimentos e técnicas básicas do tuishou ou o estilo de “empurrar as mãos” de Tai Chi. Tuishou é a habilidade fundamental quando se trata da aplicação prática do Tai Chi.

Mount Heng

O Monte Heng possui o pico mais alto de todas as Cinco Grandes Montanhas Sagradas da China, o Pico Tianfeng, que se eleva a mais de 2.100 metros (6.900 pés) de altitude. Para colocar isso em perspectiva, tem quase o dobro do tamanho de Ben Nevis, a montanha mais alta do Reino Unido.

No entanto, não é o tamanho da montanha que lhe rendeu tanto prestígio, mas seu valor religioso. De acordo com a religião chinesa do taoísmo, o Monte Heng é considerado uma montanha sagrada e tem sido um local de peregrinação desde a Dinastia Zhou (c. 1045-256 aC). A montanha era tida em tão alta estima que um templo conhecido como Santuário do Pico do Norte ou Templo Beiyue foi erguido lá durante a Dinastia Han (206 aC - 220 dC) e foi dedicado ao deus dentro da montanha.

A partir de então, imperadores, eruditos, viajantes, poetas, monges e pessoas de todas as esferas da vida passaram a visitar esta cordilheira atraente. Muitos deles deixaram inscrições em pedra exaltando sua incrível beleza, que ainda hoje pode ser vista ao longo dos caminhos da montanha. Hoje em dia, enquanto você vagueia por esses caminhos antigos e admira os muitos templos da montanha, é provável que você encontre alguns dos sacerdotes taoístas locais, que estão sempre mais do que felizes em dispensar alguma sabedoria mundana aos transeuntes! Leia mais sobre Mount Heng .

O Templo Suspenso

O Templo Suspenso é um dos poucos lugares no mundo que corresponde ao seu nome incomum, pois é realmente o material das lendas. Também conhecido como Mosteiro Xuankong, este templo oscilante foi literalmente embutido na lateral do Monte Heng e está precariamente pendurado na face do penhasco. No entanto, apesar de sua aparência perigosa, o templo permaneceu firme por mais de 1.500 anos. Além de ser único, é também um dos únicos templos do mundo dedicado a mais de uma religião, combinando ensinamentos do budismo, taoísmo e confucionismo. Afinal, quando você está literalmente pendurado na lateral de um penhasco, provavelmente precisa da ajuda de mais do que apenas um deus!

Ninguém sabe exatamente quem construiu o templo ou quem organizou sua construção, mas muitos historiadores acreditam que provavelmente foi planejado pelo Rei da Dinastia Wei do Norte (386-534 DC). No entanto, de acordo com uma lenda local, o templo original foi construído por um único monge chamado Liao Ran. Ou ele devia ser muito alto ou muito corajoso! O templo passou por várias reconstruções e restaurações durante as dinastias Ming (1368-1644) e Qing (1644-1912) para alcançar sua glória atual. Leia mais sobre O Templo Suspenso .

As Grutas Yungang

No sopé sul das montanhas Wuzhou, no fundo do vale do rio Shi Li, as Grutas de Yungang se estendem por mais de um quilômetro e estão gravadas indelevelmente na face da rocha. Este grupo de 53 cavernas, 252 grutas e mais de 51.000 estátuas e estatuetas inspirou visitantes de todas as origens religiosas durante séculos. Eles são classificados como um dos “Quatro Grandes Grupos de Grutas” na China. As grutas combinam características da arte tradicional chinesa com aquelas de estilos de arte estrangeiros, como grego e indiano, enquanto as próprias estátuas variam em altura de 2 centímetros (0,7 pol.) A 17 metros (56 pés).

A construção das grutas pode ser dividida em três períodos de tempo: o Período Inicial (460-465 DC) e o Período Médio (c. 471-494) e o período tardio (494-525). Aqueles construídos no período inicial são considerados os mais magníficos e contêm as cinco cavernas principais planejadas pelo reverenciado monge Tan Yao (cavernas 16-20). Essas cavernas em particular têm entre 13 e 15 metros de altura e geralmente são em forma de U com um telhado arqueado, imitando os galpões de palha que eram prolíficos na Índia antiga. Cada caverna tem uma porta e uma janela, enquanto a parte principal da caverna é ocupada pela estátua central e as paredes são enfeitadas com entalhes de milhares de estatuetas budistas menores. Leia mais sobre As Grutas Yungang .

O Templo Huayan

O Templo Huayan está localizado no coração da cidade velha de Datong e foi originalmente dedicado ao ramo Huayan do Budismo. Abriga cinco grandes estátuas de Buda e mais de 18.000 volumes das escrituras budistas. Foi construído durante a Dinastia Liao (907-1125) e é o maior templo Liao ainda existente. O que torna este templo ainda mais único é que ele é o único templo de seu tipo voltado para o leste em vez de para o sul. Durante a Dinastia Ming, passou por reformas em grande escala e, portanto, permanece bem preservado até hoje. Afinal, toda boa celebridade precisa de uma pequena plástica de vez em quando!

O Templo Shanhua

O Templo Shanhua foi originalmente fundado durante a Dinastia Tang (618-907), mas desde então passou por extensos reparos, o que significa que sua construção mais antiga que sobreviveu remonta ao século XI. No entanto, graças a essas reformas, o Mahavira Hall ou Daxiongbao Hall, o maior de seu tipo na China, conseguiu permanecer lindamente bem preservado desde que foi construído durante a Dinastia Liao. Existem 34 estátuas no salão, que foram esculpidas durante a Dinastia Jin (1115–1234) e 190 metros quadrados de murais da Dinastia Qing.

A Seção Baiyangyu da Grande Muralha

A seção Baiyangyu da Grande Muralha está localizada em Qian'an, na província de Hebei, começando na Torre Da'ao no leste e terminando no Terraço Laojuntai da seção Sidaogou no oeste. Foi originalmente construído no início da Dinastia Ming e foi muito melhorado durante os últimos anos da dinastia. Ele se estende por impressionantes 4.550 metros de comprimento e inclui 1.500 metros de paredes de mármore, o que é altamente incomum quando comparado a outras seções da Grande Muralha. Esta seção de mármore da Grande Muralha tem 10 metros de altura e 5 metros de largura. Das 21 torres que outrora protegiam este trecho da muralha, 6 delas ainda estão em bom estado.

Ao contrário da seção Badaling da Grande Muralha, que é indiscutivelmente a mais famosa, a seção Baiyangyu recebe notavelmente poucos visitantes e caiu em um estado de abandono, dotado de uma beleza selvagem que a diferencia de seções mais completas da parede. Assim, representa a oportunidade ideal para desfrutar de uma caminhada tranquila pelo campo enquanto aprecia uma das maiores realizações arquitetônicas da humanidade.

Nosso retiro de tai chi

Nossas aulas de Tai Chi acontecerão no Lago Huangtai, na cidade de Qian'an, província de Hebei. Existem seis pequenas ilhas isoladas no lago, todas conectadas por pontes, e o parque ao redor possui uma série de belos edifícios tradicionais. A própria Qian'an é cercada por montanhas, algumas das quais abrigam seções selvagens da Grande Muralha.

Itinerário

Dia 1 - Chegada em Pequim

Ponto de encontro: Aeroporto Internacional de Pequim, Terminal 3. Se o seu voo chegar em outro terminal ou se você optar por vir para Pequim por meio de um método alternativo de transporte, informe-nos com antecedência para que possamos tomar as providências para você.

Depois de buscarmos todos no aeroporto, iremos diretamente para o retiro, que é o lugar onde teremos todas as nossas aulas de Tai Chi.

Comida: Café da Manhã e Jantar Incluídos. Desfrutaremos de um jantar de boas-vindas com pratos exclusivos da cozinha tradicional chinesa.

Alojamento: Hotel de 4 estrelas.

Dia 2, Dia 3 - Aulas de Tai Chi

Esses dois dias serão inteiramente dedicados ao aprendizado do Tai Chi. Antes de iniciarmos o passeio, forneceremos a você um cronograma de treinamento detalhado, para que você saiba exatamente quais técnicas estudaremos a cada dia.

Comida: Café da Manhã e Almoço Incluídos.

Alojamento: Hotel de 4 estrelas.

Itinerário

Dia 4 - Caminhada ao longo da Grande Muralha Selvagem

Neste dia, teremos uma pausa de nossos longos dias de estudo! A fim de manter o bombeamento de sangue, no entanto, passaremos o dia caminhando na parte selvagem de Baiyangyu da Grande Muralha.

O que está incluído: Bilhete de entrada para a seção Baiyangyu da Grande Muralha.

Comida: Café da Manhã e Jantar Incluídos.

Alojamento: Hotel de 4 estrelas.

Dia 5, dia 6 - Aulas de Tai Chi

Muito parecido com o Dia 2 e o Dia 3, passaremos esses dois dias dedicados ao nosso estudo intensivo de Tai Chi.

Comida: Café da Manhã e Almoço Incluídos.

Alojamento: Hotel de 4 estrelas.

Itinerário

Dia 7 - Revisão e prática

Pela manhã, revisaremos tudo o que aprendemos, garantir que todos nos lembremos dos 24 movimentos do estilo Yang de Tai Chi e revisar as aplicações práticas desses movimentos.

À tarde, viajaremos para a cidade de Tangshan, onde desfrutaremos de um jantar especial de “ação de graças” junto com o Mestre Zhou. À noite, pegaremos o trem noturno para Datong.

Comida: Café da Manhã e Jantar Incluídos.

Alojamento: Cabine longa no trem para Datong.

Itinerário

Dia 8 - As Grutas Yungang e o Templo Huayan

Chegaremos a Datong pela manhã. Após deixar nossa bagagem no hotel, pegaremos o ônibus para as Grutas de Yungang. Passaremos a manhã inteira explorando as grutas e retornaremos à cidade à tarde.

Depois de fazer o check-in em nosso hotel e almoçar, passaremos a tarde inteira visitando o Templo Huayan, que fica a poucos passos do hotel. Uma tarde pode parecer muito tempo, mas com certeza você passará várias horas encantado com os belos murais do templo.

O que está incluído: Bilhete de entrada para as Grutas de Yungang e o Templo Huayan.

Comida: Café da Manhã e Jantar Incluídos. Iremos desfrutar de alguns dos pratos de assinatura da cozinha tradicional de estilo Shanxi.

Alojamento: Hotel boutique de estilo chinês tradicional.

Itinerário

Dia 9 - Caminhada no Monte Heng e visita ao Templo Suspenso

Neste dia, partiremos para conquistar o Monte Heng. Vamos começar visitando o Templo Suspenso.

Observe: Se você tem acrofobia (medo de altura), por favor nos avise com antecedência e nos pare a qualquer momento se você se sentir desconfortável.

À tarde, embarcaremos em nossa caminhada no Monte Heng. Se preferir usar o teleférico para chegar ao topo, avise-nos com antecedência, pois precisaremos levá-lo a uma entrada diferente da montanha. O bilhete para o teleférico é atualmente de 98RMB (aproximadamente £ 12) no final de 2018, mas provavelmente aumentará.

Para ter o máximo de liberdade, usaremos um carro particular ou minivan durante todo o dia.

O que está incluído: Bilhete de entrada para o Templo Suspenso e Monte Heng.

Comida: Café da manhã incluso.

Alojamento: Hotel boutique de estilo chinês tradicional.

Itinerário

Dia 10 - Templo Shanhua

Seria uma pena se visitássemos apenas um templo nesta cidade antiga, especialmente porque essas joias escondidas não são tão conhecidas como outros templos mais famosos em toda a China, mas estão cheios de obras de arte deslumbrantes. Embora a cidade esteja aninhada em montanhas de tirar o fôlego e esteja repleta de atrações históricas, Datong continua sendo uma das cidades menos visitadas no norte da China. Vamos aproveitar a oportunidade para nos maravilhar com essas belas obras de arte enquanto o templo ainda está silencioso!

À tarde, pegaremos o trem de volta a Pequim, o que levará cerca de 5 horas e meia. Para tornar a viagem mais confortável, ficaremos em uma cabine-cama.

O que está incluído: Bilhete de entrada para o Templo Shanhua.

Comida: Café da Manhã e Jantar Incluídos. Desfrutaremos de um jantar composto por pratos exclusivos da cozinha tradicional de Pequim.

Alojamento: Hotel chinês tradicional em um dos antigos hutongs da velha Pequim.

Dia 11 - Sua jornada para a frente

Iremos acompanhá-lo ao aeroporto com tempo de sobra para o seu voo. Se o seu voo for à noite, podemos organizar um passeio a pé pela cidade velha de Pequim pela manhã.

Se você planeja estender sua viagem em Pequim por alguns dias e gostaria de nosso conselho, não hesite em perguntar! Podemos projetar um tour privado pela cidade para você, conforme sua solicitação.

Preços e o que está incluído

Ao contrário de outros passeios na China, não pedimos que você dê gorjetas aos seus guias turísticos e motoristas todos os dias. Em vez disso, pagamos aos nossos guias turísticos e motoristas um salário justo, para que eles não precisem pedir gorjetas.

Custo pp: £ 1.950 / 4-6 pessoas em um grupo £ 2.950 / 2-3 pessoas em um grupo.

Suplemento único: 350 (Informamos que, se você for a última pessoa a ingressar no passeio ou se não houver ninguém no grupo com quem você possa compartilhar, pode ser necessário pagar pelo suplemento individual. Avisaremos se for o caso quando você perguntar sobre o passeio).

O que está incluído: 9 noites de hospedagem todas as taxas de entrada para as atrações mencionadas no itinerário todos os cafés da manhã 4 almoços 5 jantares todas as taxas de transporte durante os horários designados do passeio os serviços de um guia que fala inglês Aula de Tai Chi com Mestre Zhou Qing um arquivo pdf com informações úteis sobre o lugares no itinerário e qualquer ajuda ou informação adicional que possamos fornecer se você decidir continuar viajando na China após a excursão.

Alojamento: Ficaremos hospedados em hotéis 4 estrelas no Lago Hangtag e hotéis de estilo chinês tradicional em Datong e Pequim.

Comida: O café da manhã será servido todos os dias e também ofereceremos almoços e 5 jantares compostos da culinária local em cada cidade. Além disso, você está convidado a explorar os restaurantes locais e experimentar os pratos exclusivos por si mesmo, embora estaremos sempre à disposição para traduzir para você e ajudá-lo a fazer seus pedidos.

Transporte: O uso de um carro particular de 7 ou 9 lugares, conforme especificado no ônibus itinerante, para visitar os trens das Grutas de Yungang de Tangshan a Datong e de Datong a Pequim.

Duração: 11 dias e 10 noites.

Como posso me inscrever neste tour?

Etapa 1 ⇒ Entre em contato conosco diretamente para falar sobre o passeio com mais detalhes.

Etapa 2 ⇒ Reserve online e pague o depósito de £ 100. Se você tiver um código de desconto exclusivo, insira-o na caixa de perguntas.

Etapa 3 ⇒ Enviaremos a você a fatura confirmando que você foi agendado para o passeio. Assim que receber a fatura, você terá 30 dias para pagar um adicional de £ 500, que garantirá sua vaga no tour.

Etapa 4 ⇒ Observe que o custo final da excursão será baseado no número de participantes e será dividido em dois pagamentos. O primeiro pagamento deve ser feito dentro de 3 meses da data de início do passeio e é baseado no preço mínimo do passeio menos o seu depósito de £ 600. Depois disso, você precisará pagar o saldo restante um mês antes da data prevista para a partida do passeio, com base na assinatura do passeio. Nesse ínterim, iremos aconselhá-lo sobre como solicitar o seu visto e mantê-lo atualizado sobre a inscrição da excursão.

Etapa 5 ⇒ Assim que tiver efetuado o pagamento final, enviar-lhe-emos o nosso e-book exclusivo da viagem, que contém um itinerário detalhado da viagem e informações detalhadas sobre as áreas que iremos visitar.

Etapa 6 ⇒ Prepare-se para uma aventura inesquecível!

Teremos prazer em responder a qualquer dúvida que você possa ter e sempre o manteremos atualizado sobre o andamento da inscrição da excursão.


Templos no céu: 7 locais sagrados no topo da montanha (FOTOS)

Em todo o mundo, os locais sagrados continuam a ser destinos turísticos populares para peregrinos e turistas. Não apenas oferecem um vislumbre da cultura de um país & # x27, essas maravilhas arquitetônicas - de mosteiros construídos no topo de montanhas a templos esculpidos em penhascos - estão em harmonia com a natureza, levando os visitantes a locais de imensa beleza e solidão espiritual.

Também conhecido como o & quotTiger & # x27s Nest Temple & quot, Paro Taktsang é um local sagrado e complexo de templos budistas do Himalaia, considerado um dos locais mais sagrados do Butão. Ele se apega precariamente a um penhasco íngreme quase 3.000 pés acima do Vale do Paro, de acordo com o Conselho de Turismo do Butão. O templo foi construído pela primeira vez em 1692, em torno da caverna Taktsang Senge Samdup, onde Guru Padmasambhava (creditado por trazer o budismo ao Butão) teria meditado por três anos, três meses, três semanas, três dias e três horas no século VIII.

Os edifícios do mosteiro são compostos por quatro templos principais e abrigos residenciais concebidos para se adaptarem às saliências da rocha (granito), às grutas e ao terreno rochoso. Eles são interligados por escadas e degraus feitos de pedras e construídos com varandas que proporcionam vistas deslumbrantes sobre o vale abaixo. Para chegar ao local, os caminhantes embarcam em uma escalada de duas horas do fundo do vale a 7.000 pés, para o Ninho do Tigre 3.000 pés acima, 10.000 pés acima do nível do mar, de acordo com Atlas Obscura.

PRÓXIMO: Templos suspensos na China

Templo Xuankong (Templo Suspenso), China

Embora pareça estar precariamente equilibrado na encosta de um penhasco vertical, o Templo Xuankong, próximo ao Monte Heng, na China, sobreviveu mais de 1.500 anos. De acordo com o China Travel Guide, o templo foi construído usando uma base de vigas cruzadas inseridas na rocha e pode ter sido construído neste local estranho para protegê-lo da chuva e da neve. Além de sua engenhosidade arquitetônica, o Mosteiro Suspenso também é famoso por ser o único templo existente que combina as três religiões tradicionais chinesas: confucionismo, budismo e taoísmo, afirma o China Tour Advisors. Esculturas de Confúcio, Sakyamuni e Laotzu (os fundadores das três religiões) aparecem juntas no templo. Para os viajantes que desejam ver como é visitar um templo pendurado em um penhasco, o Monastério Suspenso cobra uma taxa de entrada de 60 yuans (US $ 8,78).


Templo de Xuankong Si (o monastério suspenso), Shanxi, atrações turísticas e viagens na China

O Monastério Suspenso (Templo Suspenso no Ar ou Vazio) do Condado de Hunyuan, província de Shanxi, é um dos feitos únicos e notáveis ​​da engenharia arquitetônica da China. Situada a cerca de 80 km a sudeste de Datong, é construída a cerca de um terço do caminho até um penhasco vertical em Jinlong Guan (Golden Dragon Gorge ou Canyon), parte do longo Hengshan (montanha Heng), um dos quatro montanhas sagradas taoístas. O mosteiro foi fundado durante o período Wei do Norte (386-584) no século 6, embora muito tenha sido reconstruído a partir do Tang durante as eras Qing, bem como em épocas mais recentes.

Viagem ao Templo de Xuankong Si, Shanxi, atrações turísticas na China

O templo Xuankong, fica sob o sopé da montanha Hengshan, o templo Xuankong foi estabelecido no estágio posterior da Dinastia Wei do Norte, cerca de 1400 anos atrás. Reconstrua em dinastias sucessivas, mas a estrutura original não mudou. Nos numerosos templos da China, o templo instável da Montanha Hengshan em Shanxi merece ser chamado de edifício maravilhoso. The general temple is all built on level land, but this Xuankong temple is built on overhanging cliff, hang it in midair. Its design philosophy is very splendid, its building of arts are very high.Oxford University

Xuankong Si Temple attractions

Xuankong, or Suspended Temple, lies 5 kilometers east of the city of Yang- yuan, between the two peaks of the Beiyue-Hengshan Mountains. The temple has a history of more than 1,400 years. About 40 buildings survived are scattered halfway up the mountain on the cliff face or slopes, from 26 to 50 meters above the foot of the mountain. The temple buildings which seem to be hanging in midair on the cliffs are unique in structure. Within the temple are numerous pictures and 78 color statues made of copper, iron or stone.

Xuankong Si Temple tourism

The complex consists of forty caves, or rooms, including six main halls, but its characteristic feature is the elaborate wooden façade of pavilions and walkways precariously resting on timbers jutting out horizontally and vertically from the cliff. There are colorful tiles on the roofs. Inside the caves are a number of Buddhist figures in bronze, stone, clay and iron. Although built on a sacred Daoist mountain, it has had many influences on it. The Three Religions Hall (San Jiao Dian) reflects the syncretic element of the Chinese religious and philosophical tradition. Xuankong Si Temple travel It contains the seated images representing the Buddha, Confucius and Laozi, seemingly in perfect harmony with each other. Most of the caves were closed over during a wintry November day when this writer visited, but there were few other visitors, so it was an unhurried visit.


Places to visit in Shanxi

There are many historic sights to see in Shanxi. Taiyuan has a fine provincial museum and the ancient Chong Shan temple. Bai yun (white cloud) monastery is close by.Datong was the dynastic capital a couple of times during China's long history. Hua yan Temple in Datong has a large hall with five gilded figures. Datong also has a Nine dragon screen to rivals those at Beijing. Congshan Monastery ➚ in Taiyuan dating back as far as the 6th century but rebuilt in the 14th. o Shuanglin Monastery is nearby. Guandi Temple ➚ at Xiezhou commemorates a famous General from the Three Kingdoms period who became the &lsquoGod of Righteous Action&rsquo. South-west of Taiyuan is the popular tourist Ancient town of Pingyao ➚ with many intact Ming and Qing dynasty buildings &ndash including the city walls and the Yamen. It is also mercifully free of cars. The town used to be an affluent banking center. Near Yuncheng are the Daoist temples of Yonglegong. The three main temples have fine murals from the Yuan dynasty. It is associated with the immortal Lu Dongbin. The Temple of the Three Pure Ones is one of the finest temples. Northern Mount Heng ➚ is a 6,617 feet [2,017 meters] sacred Daoist mountain in the north-east of the province (there is a Southern Hengshan too). Nearby is the famous Xuankongsi ➚ &lsquoHanging Monastery&rsquo clinging precariously to a cliff. Another place well worth a visit is the Wooden Pagoda ➚ at Yingxian.


A large stupa in front of a Buddhist temple, Wutaishan, Shanxi

Mount Wutai

Dao De Jing ancient classic

Wutai Shan (mountain) in northern Shanxi consists, as its name suggests, of &lsquo five platforms or peaks &rsquo. The highest peak is to the north and is 10,036 feet [3,059 meters] high making it the highest mountain ➚ in northern China. It had a road linking it directly to the Tang capital of China at Chang'an.

Mount Wutai is one of the four sacred Buddhist mountains in China. The platforms are named after the five compass points, which in China include center . Where ground is protected from the sun all year round there is permanent snow cover. It has one of the oldest Buddhist shrines - Dafu Temple ➚ originally of Han dynasty date with 400 rooms. One room, the Bronze Hall, has impressive flowers and Buddhist sculptures all made in bronze. By its side stands a large white Dagoba (a Buddhist stupa). Set apart from the main group is the &lsquoTemple of Buddha's Halo&rsquo with buildings dating back to Northern Wei and Tang date. The surrounding mountain area has extensive coal reserves.

Jinci Temple


Jinci Buddhist Pagoda at Taiyuan, Shanxi. It is an octagonal Sui Dynasty structure standing 38m high with seven stories reconstructed in 1751CE.

The ancient Buddhist Temple of Jinci ➚ is located 16 miles [25 kms] south-west of Taiyuan, Shanxi. Founded way back in the Shang dynasty at the springs that form the source of the Jin River, the temple complex has been much altered over the centuries. The foundation legend talks of a girl who was mistreated by her step mother when the girl gave water to a passing mysterious horseman she was given a jar that magically refilled with water whenever the girl cracked a whip. The wicked step mother muscled in and tried her luck with the whip but this time the water flowed without stopping and turned into an ever-flowing Spring. The area is arid and so a continuous water source was a great boon.

There is a Ming theater on Mirror Terrace where Huixian Bridge crosses the historic Zhibo canal. The &lsquoOfferings Hall&rsquo was built in 1168 but the main attraction is &lsquoMother Goddess Hall&rsquo or &lsquoSacred Lady Hall&rsquo (Shengmudian) rebuilt in 1102 probably commemorating the mother of Shuyu ➚ of the Zhou dynasty. It is a very old wooden building with fine Song dynasty carvings. General Guanyu of the Eastern Han dynasty also has a hall there. Outside there is an ancient cypress tree reputed to be 3,000 years old.

Yungang Caves


Buddha sculpture, Yungang caves, Shaanxi

Next Festival

There are many other joyful festivals spread throughout the year.
Consulte Mais informação.

In northernmost Shanxi, 10 miles [16 kms] west of Datong, Shanxi are some of the best preserved Buddhist carvings in China. The Yungang Caves date back to the Period of Disunity (460-494CE). They were built by the short lived Northern Wei dynasty who had enthusiastically embraced the Buddhist faith. The carvings may have been modeled on the earlier ones at Dunhuang, Gansu but these are carved into the rock in the Indian tradition rather than molded. After the Northern Wei moved their capital from Datong to Luoyang in 494 the area fell into disrepair until the Liao dynasty ➚ in northern China repaired and restored the monuments. The valley has a series of about 1,000 grottoes with at one time an amazing 100,000 carvings of Buddha in all sorts of sizes and guises. There are 21 larger caves. However, over time the numbers have reduced to 51,000. The carvings are embellished with costumes and even musical instruments giving a vivid portrayal of life in ancient times. The 52 feet [16 meters] statue in Grotto 19 is an impressive carving and may represent the Northern Wei Emperor Daiwu ➚ (446-452) who persecuted the Buddhists.


The Precariously Hanging Monastery of Mount Heng - History

Carlow County - Ireland Genealogical Projects ( IGP TM )

Ballinabranna or Ballinabrannagh is a small village in County Carlow, Ireland. It is located approximately 8 kilometres south of Carlow and 5 kilometres from Junction 6 of the M9 motorway. It is within the townland of Ballinabrannagh, and is in the barony of Idrone West. in the parish of Cloydagh. As of the 2016 census, the population of the village was 466.

Traditionally a rural townland, it developed into a nucleated village due to its proximity to the M9 motorway. The Milford Park and Gort na Gr ine housing developments, built in the late-2000s and 2010s respectively, significantly expanded the population of the area. It was first listed as a settlement by the CSO in 2011 (CSO Sapmaps 2016) and had a population of 389. The village has a church (St. Fintan's), a national school, a child daycare and a GAA club/gym .

Source: Wikipedia, the free encyclopedia

St Fintan s Church, Ballinabranna , was built circa 1820 on a site provided by the Alexander family of Milford. The ruin of an earlier church is still visible today in near-by Tomard that is dedicated to St. Brigid. St. Fintan s is a very fine example of a barn style church and it was sympathetically reordered in the early 1980s.
Source: https://www.leighlinparish.ie/2011/08/st-fintans-church-ballinabranna/

Blessing of St Fintans Church, Ballinabranna by Bishop Denis

The following are extracts from Bishop Denis Blessing:

We gather in the afternoon of the Sixth Sunday in Ordinary Time to celebrate our Church, our place of worship here in Ballinabranna. I thank Fr. Pat Hennessy and the team here for the very kind invitation to join you. St. Fintan s Church has a huge resonance with many generations, the foundation stone was laid in 1823 we will mark the bicentenary in three years time.

St. Luke reminds us of the importance of having good solid foundations, when setting out on a building project. There is no mention of #Storm Dennis, but we can be sure these more frequent storms, following closely on #Storm Ciara will test the structure of many of our buildings, not to mention trees that have stood in place as long as Ballinabranna Church and forgotten Election Posters precariously hanging onto polls with loose plastic tying s!

Huge thanks at the outset must be paid to Dr. Shay Kinsella for his excellent short history, especially produced for today s celebration. Most of what I say this afternoon has been gleaned from Shay s excellent research and his passion for local history. I also commend Martin Nevin s research on Ballinabranna

A quote from Shay s introduction beautifully captures the scene for us all: those builders who laid its first stones on 26 May 1823, had they raised their heads to survey the surrounding countryside, would have seen little beyond the odd thatched cottage, poor mud tracks for roads and small fields of poorly-drained yet fertile land [1].

Ballinabranna is a very different place today. Raise your heads, look around you. Everything outside has been built around this Church.

Luke s gospel comes to life in the solid foundations of St. Fintan s Church, Ballinabranna. Without the Church, originally known as Milford Chapel, we would probably today be at no more than a crossroads. But this is a community, a faith-filled community.

Much is made of the relationship of Bishop JKL and the local landlord John Alexander of Milford House and rightly so. John Alexander was a kind landlord who saw education and practice of faith, important for his Catholic tenants. It was as much about rights as it was about a deep faith.

John Alexander appreciated that the cultural identity of Catholics needed acknowledgement and recognition. The site for the chapel would be beside the school-house, a site already given by him. Records suggest there were 45 males and 23 females attending school there in 1824, 62 of them Roman Catholic. A footnote added scripture not read [3].

Much is made at the moment of what kind of education system we will have into the future. JKL was a great proponent of rooting faith in the community, not necessarily in the school.

Other Protestant gentry were also generous towards the building of Catholic places of worship, I include Henry Bruen of Oak Park and John Staunton Rochefort, Milford. It wasn t all plain sailing as our history will tell us.

I love Shay Kinsella s account of how the church pew purchased by local Catholic Pat Neill was singled out for vengeance when he voted for the Tories, against the stated advice of the local PP of the time Fr. Patrick Kehoe (1830-1858). Of course, Milford and the Limeburner s at Clogrennane were the great employers of their day and so often locals were caught between a loyalty to their employer, who was generally good to them and their faith.

Ballinabranna remains a protected structure in Carlow County Council s records. I am always attracted to the simplicity of this church, no stained glass for instance allows us to appreciate where we are: The God of nature outside and the God we worship inside. Who knows what the future holds for the 117 churches that are part of the ecclesiastical landscape of our diocese? The bulk of those churches are here in the Carlow area. What we clearly can say is that people will always gather here, in appreciation of St. Fintan of Clonenagh.

Intriguing it is that as Msgr. Caoimh n O Neill says in the article at the back of your Mass Booklet: twelve centuries after the death of St. Gobban (the founder of the great monastery at Old Leighlin), a church within hearing of the bells of Old Leighlin, should be named after the patron saint of the monastery where St. Gobban was buried . It links this area to the glorious period of early monasticism and their values of hospitality and prayer.

[1] Kinsella, Shay: St. Fintan s Church, Ballinabranna, Co. Carlow A Short History , Mochua Print, February 2020, pg. 5 [3] Brenan, Martin: Schools of Kildare & Leighlin 1775-1835 , Gill & Son, Dublin, 1935, pg. 356

First National School of Ballinabranagh, Co Carlow was Founded in 1832. First Principal was the famous schoolmaster John Conwill First National School of Ballinabranagh, Co Carlow First National School of Ballinabranagh, Co Carlow John Tyndall F.R.S 1820-1893. Scientist, Mountaineer, Educationalist. Attended school here 1837 - 1839. John Conwill was Schoolmaster

Ballinabranagh NS & Church. OSi map c.1900

St. Fintan's Church Ballinabrann.

Family of Elizabeth & Edward Conwill, grand children of John Conwill taken September 1939
John Conwill Died 1880 & Mary Carty (Rathornan) Died 1900
Catherine b.1840 d.1865 Mary b.1844 Edward b.1846 d.1906 Bridget Ellen b.1850 Died Young John Ellen Pat b.1855 Margaret b.1858 James b.1861 America
d.1875 b.1849 b.1852 d.1875 b.1854
John b.1882 Mary b.1883 America Laurance b.1884 Edward b.1887 America Elizabeth Kate b.1888 d.1967 (Ballinakill) James b.1889 America Judith b.1893 America
d.1925 (Ballinakill)
Laurance Died 1963 & Winifred Watters (Ballinakill Co. Laois) Died 1971.
Margaret b.1925 Died Young

Source of images & text from Carloviana 1979/1989/90 provided by M. Purcell 2012, & Michael Brennan.

[ Page 1 ] [ Page 1a ] [ Page 2 ] [ Page 3 ] [ Page 4 ]


8. Ushuaia, Argentina

The world’s southernmost city owes its existence in part to the penal colony established here in 1873. In a bid to further colonize the region, the Argentine state transferred prisoners here from Buenos Aires and by 1914 the austere prison housed almost 1,500 inmates. Dubbed the “Siberia of Argentina”, the prison’s inhospitable location between the icy waters of the Beagle Channel and the jagged mountain range of the Martial Glaciar made the chances of survival outside the prison extremely slim. It finally closed in 1947 and is now a museum. The town itself is a popular tourist destination as the southernmost city in the world. It's also the departure point for expeditions into the Tierra del Fuego National Park and journeys to Antarctica.

Ushuai at night © LMspencer/Shutterstock


20. Chess Pavilion

Mount Hua is a scary hike, so getting to the Chess Pavilion takes some skill. The stairs carved into the mountain are steep and come without handrails. The alternative cliff side path will have you walking on planks sticking out of wood along a vertical mountainside. Once you get to Southern Peak, you’ll reach the Chess Pavilion and one of the world’s most incredible views.


Assista o vídeo: Caminhada para ver os mosteiros pendurados na montanha. Grécia. Odisseia Grega #5 (Outubro 2021).