Podcasts de história

27 de fevereiro de 2015, dia 39 do sétimo ano - História

27 de fevereiro de 2015, dia 39 do sétimo ano - História

No primeiro aniversário da iniciativa My Brother's Keeper, o presidente Barack Obama cumprimenta Gerard Contee durante um almoço protégé na Sala de Recepção Diplomática da Casa Branca, 27 de fevereiro de 2015.


10:00 O PRESIDENTE recebe o Briefing Diário Presidencial
sala Oval

11h05 O PRESIDENTE realiza reunião bilateral com a Presidente Ellen Johnson Sirleaf, da Libéria
sala Oval

12h45 O PRESIDENTE almoça com os pupilos do My Brother’s Keeper
Sala do mapa

17:35 O PRESIDENTE faz comentários na cerimônia de inauguração do retrato para o Procurador-Geral dos Estados Unidos, Eric Holder


Avril Lavigne prepara o novo álbum e revela que não há baladas nele: & # 39It & # 39s rock and roll baby & # 39

Avril Lavigne atualizou os fãs sobre seu próximo álbum, revelando que será um caso só de bangers.

A cantora e compositora postou fotos de si mesma em um estúdio de gravação nos últimos meses, e esta semana respondeu a perguntas sobre seu sétimo álbum.

Durante a sessão de perguntas e respostas, Avril disse que o álbum acabou e espera lançar seu primeiro single neste verão. O álbum é produzido por John Feldman, cujos créditos incluem 5 Seconds Of Summer, Blink-182 e Good Charlotte.

MAIS: História da Carta Oficial de Avril Lavigne na íntegra

Questionada sobre quando espera lançar o primeiro single do álbum, ela disse: "Meu palpite é de aproximadamente 2-3 meses. Está feito. Equipe trabalhando na configuração. Wahoo. Estamos dando os retoques finais no álbum. Mal posso esperar!"

Sobre se o novo álbum inclui baladas, ela respondeu: "não muito lol", acrescentando posteriormente: "a produção é rock and roll baby com toneladas de guitarras elétricas e bateria ao vivo. Feldman é um produtor Insane. Gostaria de tê-lo conhecido como Há muito tempo."

No mês passado, Avril se juntou à estrela do punk rock Mod Sun em seu novo single Flames, sua primeira música desde seu álbum Head Above Water de 2019, que alcançou o número 10 no Official UK Albums Chart.


É importante entender o que é um verdadeiro dia bíblico, porque isso é necessário ao praticar a fé.

Se voltarmos ao início. No livro do Gênesis, somos informados de que o dia começou nas trevas & # 8230

Gênesis 1: 1-5

1 No princípio, Deus criou o céu e a terra.

2 E a terra era sem forma, e vazio e escuridão estava sobre a face do abismo. E o Espírito de Deus moveu-se sobre a superfície das águas.

3 E disse Deus: Haja luz; e houve luz.

4 E Deus viu que a luz era boa; e Deus separou a luz das trevas.

5 E Deus chamou à luz dia, e às trevas noite. E foi a tarde e a manhã, o dia primeiro.

Isso é muito semelhante ao cálculo de hoje & # 8217s de um dia que começa à meia-noite da meia-noite, quando está escuro. A diferença é que, nas escrituras, nos é dito que o dia começa e termina à noite & # 8230

Isso está fazendo referência à luz natural do lado de fora, em vez de um relógio que temos hoje.

Uma análise mais detalhada de um dos & # 8220 horários marcados & # 8221, ou seja, & # 8220o dia da Expiação & # 8221, que é um jejum de um dia (que nos ordena não comer por um dia) mostra como um dia foi representado.

A escritura nos diz que este jejum de um dia ocorre de noite em noite & # 8230

Levítico 23:32

32 Sábado de descanso vos será, e afligireis as vossas almas; desde a tarde até à tarde, no nono dia do mês, celebrareis o vosso sábado.

Portanto, somos informados de que o jejum é & # 8220nono dia do mês à noite, desde a noite até a noite & # 8221. Isso significa que a noite do 9º dia até a noite do 10º dia.

Este jejum era para o 10º dia, mas começa no 9º dia à noite, o que nos mostra que um dia começou à noite do dia anterior.


Copyright e cópia 2021 Erotica Pleasure | Desenvolvido por EroticaPleasure

Visão geral de privacidade

Os cookies necessários são absolutamente essenciais para o funcionamento adequado do site. Esses cookies garantem funcionalidades básicas e recursos de segurança do site, de forma anônima.

BiscoitoDuraçãoDescrição
cookielawinfo-checbox-analytics11 mesesEste cookie é definido pelo plug-in GDPR Cookie Consent. O cookie é usado para armazenar o consentimento do usuário para os cookies na categoria "Analytics".
cookielawinfo-checbox-funcional11 mesesO cookie é definido pelo consentimento do cookie GDPR para registrar o consentimento do usuário para os cookies na categoria "Funcional".
cookielawinfo-checbox-others11 mesesEste cookie é definido pelo plug-in GDPR Cookie Consent. O cookie é usado para armazenar o consentimento do usuário para os cookies na categoria "Outros.
cookielawinfo-checkbox-needed11 mesesEste cookie é definido pelo plug-in GDPR Cookie Consent. Os cookies são usados ​​para armazenar o consentimento do usuário para os cookies na categoria "Necessário".
cookielawinfo-checkbox-performance11 mesesEste cookie é definido pelo plug-in GDPR Cookie Consent. O cookie é usado para armazenar o consentimento do usuário para os cookies na categoria "Desempenho".
visualizado_cookie_policy11 mesesO cookie é definido pelo plug-in GDPR Cookie Consent e é usado para armazenar se o usuário consentiu ou não com o uso de cookies. Ele não armazena nenhum dado pessoal.

Os cookies funcionais ajudam a realizar certas funcionalidades, como compartilhar o conteúdo do site em plataformas de mídia social, coletar feedbacks e outros recursos de terceiros.

Os cookies de desempenho são usados ​​para entender e analisar os principais índices de desempenho do site, o que ajuda a fornecer uma melhor experiência do usuário para os visitantes.

Cookies analíticos são usados ​​para entender como os visitantes interagem com o site. Esses cookies ajudam a fornecer informações sobre as métricas do número de visitantes, taxa de rejeição, origem do tráfego, etc.

Os cookies de publicidade são usados ​​para fornecer aos visitantes anúncios e campanhas de marketing relevantes. Esses cookies rastreiam visitantes em sites e coletam informações para fornecer anúncios personalizados.

Outros cookies não categorizados são aqueles que estão sendo analisados ​​e ainda não foram classificados em uma categoria.


A história e tradições irlandesas por trás do Dia de Salto

O folclore da Irlanda está repleto de tradições maravilhosas, engraçadas, estranhas, mas às vezes ultrapassadas e durante um ano bissexto, um ano de 366 dias, somos saudados com um dos mais conhecidos.

Embora você possa ter pensado que era um mito, de acordo com a velha tradição irlandesa, o ano bissexto é a chance perfeita para uma mulher resolver o problema com as próprias mãos e se ajoelhar.

Este ano, 2020, é um ano bissexto, o que significa que fevereiro tem 29 dias em vez de 28. Embora as mulheres sejam definitivamente capazes de pedir a mão de um homem em casamento em qualquer dia do ano que ela desejar, tradicionalmente na Irlanda, esse direito foi reservado especificamente para o ano bissexto.

Em 2010, vimos o filme "Ano Bissexto" de Amy Adams - um filme que os irlandeses adoram odiar - baseado na premissa de que uma jovem viaja para a Irlanda e, depois de pousar, ela tem que continuar, aparentemente por todo o caminho através do ilha, a fim de chegar a sua noiva a tempo de propor neste dia especial. (Embora, ela tome uma rota muito estranha ao redor do país enquanto está nisso.)

História das tradições do ano bissexto da Irlanda

Olhando para trás, através da história irlandesa antiga, diz-se que a tradição começou na Irlanda do século V, quando Santa Brígida de Kildare queixou-se amargamente a São Patrício de que as mulheres tinham que esperar muito tempo para que os homens fizessem casamento.

A lenda diz que São Patrício decretou que as mulheres poderiam propor em um dia de fevereiro durante o ano bissexto. Tenho certeza de que as mulheres ficaram emocionadas.

A tradição foi então levada para a Escócia por monges irlandeses.

Em 1288, os escoceses aprovaram uma lei que permitia que uma mulher propusesse casamento ao homem dos seus sonhos em um ano bissexto, com a lei também declarando que qualquer homem que recusasse a proposta neste dia teria que pagar uma multa.

A lei foi supostamente aprovada por uma rainha Margaret solteira (embora os registros mostrem que ela só devia ter cinco anos na época) e ela estabeleceu a regra de que todas as mulheres que proponham devem usar uma anágua vermelha ao fazê-lo.

A multa a ser paga se um homem recusar pode variar de um beijo ao pagamento por um vestido de seda ou um par de luvas.

Essa tradição vem de outro conto sobre São Patrício e Santa Brígida, no qual ela se ajoelha por causa do decreto de Patrick, propondo-se imediatamente a ele. Patrick recusou a oferta - ele provavelmente estava muito ocupado salvando a Irlanda das cobras - mas deu-lhe um beijo na bochecha e um vestido de seda para suavizar o golpe.

Isso também é duvidoso. Embora muitas pessoas acreditem que São Patrício e Santa Brígida se conheceram e que ela ofereceu seus votos a ele, Brígida teria historicamente apenas nove ou dez anos quando Patrício morreu em 461 DC. Se você acredita que ele morreu mais tarde, no entanto, em 493 DC, pode ter sido possível, embora ainda não seja totalmente provável.

Em algumas sociedades europeias de classe alta, o costume da negação envolvia a compra de 12 pares de luvas para a mulher que você estava rejeitando. Para esconder a vergonha de não ter um anel para usar, claro!

Em alguns lugares, o dia 29 de fevereiro foi renomeado como Dia do Solteiro por causa da tradição.

Também há precedentes para a tradição do direito inglês. 29 de fevereiro foi ignorado e não tinha status legal. As pessoas acreditavam que as tradições também não teriam status naquele dia por não ser um dia legal e por isso era possível que as mulheres propusessem, alterando um costume injusto que permitia apenas aos homens propor casamento.

Aqui nos Estados Unidos, a tradição também foi celebrada com algumas pessoas se referindo a 29 de fevereiro como o Dia de Sadie Hawkins. Neste dia atribuído do ciclo de quatro anos, as mulheres, supostamente, têm o direito de correr atrás de homens solteiros para propor casamento.

Sadie Hawkins era uma personagem feminina da história em quadrinhos "Li'l Abner" de Al Capp, que inspirou Sadie Hawkins Dances, onde as meninas convidavam os meninos para comparecer.

O pobre St. Oswald também foi escalado com as mulheres, já que seu dia de festa foi marcado para 29 de fevereiro. Comemorando-o no dia adequado quando possível, seu dia de festa é mais comumente lembrado em 28 de fevereiro.

Esteja avisado, se você for dar uma chance a essa velha tradição, ela pode dar tão errado para as mulheres quanto para os homens. Tudo em nome da igualdade!

* Originalmente publicado em 2012, atualizado em fevereiro de 2020

O que você acha da tradição irlandesa de mulheres pedirem em casamento no dia bissexto? Você é uma mulher que esperou para propor até um dia bissexto? Deixe-nos saber nos comentários!


Bolo De Batata Doce De Chocolate Com Cobertura De Doces De Chocolate

Ingredientes

  • 3/4 xícara de batata-doce descascada, cozida e resfriada com laranja (ver nota)
  • 1/2 xícara mais 1 colher de sopa de água dividida
  • 1/4 xícara de xarope de bordo puro
  • 1 colher de sopa de vinagre balsâmico
  • 2 colheres de chá de extrato de baunilha puro
  • 1 xícara de farinha de espelta de grãos inteiros
  • 1/3 xícara de açúcar de coco
  • 1/4 xícara de microplaquetas de chocolate não lácteo ou regular
  • 1/2 colher de chá de pouco sal marinho
  • 1/4 xícara de cacau em pó
  • 1 colher de chá de fermento em pó
  • 1 colher de chá de bicarbonato de sódio

Geada

  • 1 xícara de batata-doce fracamente embalada, descascada, cozida e resfriada (ver nota)
  • 2/3 e # 8211 3/4 xícara de açúcar de coco ou outro açúcar não refinado, consulte a nota
  • 1/2 xícara de cacau em pó
  • 1/2 xícara de manteiga de caju crua ou manteiga de amêndoa
  • 1/4 colher de chá de sal marinho arredondado
  • 2-5 colheres de sopa de leite não lácteo veja dica
  • 1 colher de chá de extrato de baunilha puro

Instruções

Geada:

Notas de receita

Batata-doce Nota: a batata-doce laranja é um pouco mais doce e também um pouco mais solta do que a batata-doce amarela. Eu prefiro laranja nesta receita, mas se você quiser usar amarelo, adicione mais 1–2 colheres de sopa de água e outra 1 colher de sopa de xarope de bordo aos ingredientes molhados para soltar um pouco.

Batata-doce Nota: Eu prefiro usar batata-doce amarela neste glacê, mas isso ainda é ridiculamente delicioso com batata-doce laranja.

Açúcar de coco Observação: como o açúcar de coco não tem textura fina, é útil primeiro processá-lo no liquidificador para torná-lo pulverulento. Se você tiver um liquidificador de alta velocidade, basta pulsar um copo ou mais até ficar pulverulento (reserve o extra para outro uso). Se estiver usando um liquidificador comum, processe 1 1/2 a 2 xícaras de açúcar com 1 a 1 1/2 colheres de sopa de pó de araruta, até que fique pulverulento.

Dica de cozinha: Este é um glacê espesso. Se você quiser diluir, adicione mais leite. Após a refrigeração, você também pode transferir para uma batedeira com um batedor para adicionar o leite e afofar a cobertura.

Idéia: Adicione 1–1 1/2 colher de chá de raspas de laranja ou 1/2 colher de chá de extrato de amêndoa puro para um leve sabor de cereja.

Esta receita de bolo de chocolate com batata-doce foi reproduzida em Famílias alimentadas por plantas. Obrigado por seu apoio e comentários contínuos. Salvar Salvar

Divulgação: DreenaBurton.com é uma afiliada da Blendtec, Complement, Lululemon, Bellicon e Amazon. Isso significa que se você comprar um produto por meio de qualquer um desses links de afiliados, meu site receberá uma comissão pela venda (sem nenhum custo extra para você). Obrigado por apoiar meu site.


Os Nephilim, Anjos Caídos, Gigantes e os Vigilantes

Citações do Livro de Enoque

As palavras da bênção de Enoque, com as quais ele abençoou os eleitos e justos, que viverá no dia da tribulação, quando todos os ímpios e ímpios serão removidos. E ele retomou sua parábola e disse & # 8211Enoque um homem justo, cujos olhos foram abertos por Deus, viu a visão do Santo nos céus, que os anjos me mostraram, e deles tudo ouvi, e deles entendi como vi, mas não para esta geração, mas para uma geração remota que está por vir. A respeito dos eleitos, eu disse, e retomei minha parábola a respeito deles: O Santo Grande sairá de Sua morada, E o Deus eterno pisará sobre a terra, (mesmo) no Monte Sinai, [E aparecerá de Seu acampamento] E aparecer na força de Seu poder do céu dos céus. E todos serão atingidos pelo medo E as Sentinelas estremecerão, E grande temor e tremor os agarrarão até os confins da terra.

VI-XI. A Queda dos Anjos: a Desmoralização da Humanidade: a Intercessão dos Anjos pela Humanidade. As condenações pronunciadas por Deus sobre os anjos do reino messiânico & # 8211 (um fragmento de Noé).

E aconteceu que, quando os filhos dos homens se multiplicaram, naqueles dias nasceram lindas e formosas filhas.

E os anjos, os filhos do céu, os viram e os cobiçaram, e disseram uns aos outros: & # 8216Venha, vamos escolher-nos esposas entre os filhos dos homens e gerar-nos filhos. & # 8217 E Semjâzâ, que era o líder deles, disse-lhes: & # 8216 Receio que não concordareis em fazer este ato, e só eu terei de pagar a pena de um grande pecado. & # 8217 E todos eles lhe responderam e disseram : & # 8216 Vamos todos fazer um juramento, e todos nos amarrarmos por imprecações mútuas, não para abandonar este plano, mas para fazer isso. & # 8217 Então, juraram que todos eles estavam juntos e se prenderam por mútuas imprecações sobre isso. E foram ao todo duzentos que desceram nos dias de Jarede no cume do Monte Hermon, e eles o chamaram de Monte Hermon, porque haviam jurado e se comprometido por mútuas imprecações sobre ele. E estes são os nomes de seus líderes: Samîazâz, seu líder, Arâkîba, Râmêêl, Kôkabîêl, Tâmîêl, Râmîêl, Dânêl, Êzêqêêl, Barâqîjâl, Asâêl, Armârâêl, Batârêl, Ananêlê, Batârêl, Anânêlê, Batârêlê Estes são seus chefes de dezenas.

E todos os outros juntamente com eles tomaram para si esposas, e cada um escolheu para si uma, e eles começaram a ir até eles e a contaminar-se com eles, e eles lhes ensinaram encantos e encantamentos, e como cortar raízes, e fizeram eles familiarizados com as plantas. E elas ficaram grávidas, e geraram grandes gigantes, cuja altura era de três mil ells: Quem consumiu todas as aquisições dos homens. E quando os homens não podiam mais sustentá-los, os gigantes se voltaram contra eles e devoraram a humanidade. E eles começaram a pecar contra pássaros e bestas e répteis e peixes, e devorar uns aos outros & # 8217s carne, e beber o sangue. Então a terra lançou acusações contra os iníquos.

E Azâzêl ensinou os homens a fazer espadas, facas, escudos e couraças, e lhes deu a conhecer os metais da terra e a arte de trabalhá-los, e braceletes e ornamentos, e o uso de antimônio e o embelezamento de as pálpebras, e todos os tipos de pedras caras, e todas as tinturas coloridas. E surgiu muita impiedade e eles cometeram fornicação e foram desencaminhados e se tornaram corruptos em todos os seus caminhos. Semjâzâ ensinou encantamentos e cortes de raízes, & # 8216Armârôs a resolução de encantamentos, Barâqîjâl (ensinou) astrologia, Kôkabêl as constelações, Êzêqêêl o conhecimento das nuvens, Araqiêl os signos da terra, Shamsiêl os signos do sol e Sarilêl o curso da lua. E quando os homens morreram, eles choraram, e seu grito subiu ao céu & # 8230
9

E então Michael, Uriel, Raphael e Gabriel olharam para baixo do céu e viram muito sangue sendo derramado sobre a terra, e toda a ilegalidade sendo forjada sobre a terra. E disseram uns aos outros: & # 8216A terra feita sem habitante clama a voz do seu clamor até as portas do céu. E agora a vós, os santos do céu, as almas dos homens fazem seu terno, dizendo: & # 8220Traga nossa causa perante o Altíssimo. & # 8221 & # 8216 E eles disseram ao Senhor dos séculos: & # 8216Senhor dos senhores, Deus dos deuses, Rei dos reis e Deus dos séculos, o trono de Tua glória (permanece) por todas as gerações das eras, e Teu nome santo e glorioso e bendito por todos os tempos! Tu fizeste todas as coisas, e tu tens poder sobre todas as coisas; e todas as coisas estão nuas e abertas à Tua vista, e Tu vês todas as coisas, e nada pode se esconder de Ti. Vês o que Azâzêl fez, que ensinou todas as injustiças na terra e revelou os segredos eternos que foram (preservados) no céu, que os homens se esforçavam por aprender: E Semjâzâ, a quem deste autoridade para governar seus associados. E eles foram para as filhas dos homens na terra, e dormiram com as mulheres e se contaminaram, revelando-lhes todos os tipos de pecados. E as mulheres deram à luz gigantes, e assim toda a terra se encheu de sangue e injustiça. E agora, eis que as almas daqueles que morreram estão clamando e fazendo seu pedido aos portões do céu, e suas lamentações subiram: e não podem cessar por causa das ações ilegais que são cometidas na terra. E tu sabes todas as coisas antes que aconteçam, e tu vês essas coisas e tu as toleras, e não nos dizes o que devemos fazer a eles com respeito a elas. & # 8217

Então disse o Altíssimo, o Santo e Grande falou, e enviou Uriel ao filho de Lameque, e disse-lhe: E irá destruir tudo o que está nele. E agora instrua-o para que ele escape e sua semente seja preservada por todas as gerações do mundo. & # 8217

E outra vez o Senhor disse a Rafael: & # 8216Atende Azâzêl de pés e mãos, e lançai-o nas trevas; e faze uma abertura no deserto, que está em Dûdâêl, e lança-o nele. E coloque sobre ele rochas ásperas e irregulares, e cubra-o com as trevas, e deixe-o permanecer ali para sempre, e cubra seu rosto para que não veja a luz. E no dia do grande julgamento ele será lançado no fogo. E curar a terra que os anjos corromperam e proclamar a cura da terra, para que eles possam curar a praga e para que todos os filhos dos homens não morram por todas as coisas secretas que os Vigilantes revelaram e ensinaram a seus filhos . E toda a terra foi corrompida pelas obras que foram ensinadas por Azâzêl: a ele atribui todo pecado. & # 8217 E a Gabriel disse o Senhor: & # 8216Proceda contra os bastardos e os réprobos, e contra os filhos da fornicação: e destrua [os filhos da fornicação e] os filhos das Sentinelas dentre os homens [e faça-os sair]: envie-os um contra o outro que eles podem destruir uns aos outros na batalha: por extensão de dias eles não terão. E nenhum pedido que eles (ou seja, seus pais) façam de ti será concedido a seus pais em seu nome, pois eles esperam viver uma vida eterna, e que cada um deles viverá quinhentos anos. & # 8217 E o Senhor disse a Miguel: & # 8216Vá, amarra Semjâzâ e seus companheiros que se uniram com as mulheres para se contaminarem com elas em toda a sua impureza. E quando seus filhos se matarem, e eles virem a destruição de seus amados, amarre-os por setenta gerações nos vales da terra, até o dia de seu julgamento e de sua consumação, até o julgamento que é para sempre e sempre é consumado. Naqueles dias, eles serão conduzidos ao abismo de fogo, e ao tormento e à prisão em que serão confinados para sempre. E todos os que forem condenados e destruídos serão, a partir de então, ligados a eles até o fim de todas as gerações. E destruir todos os espíritos dos réprobos e os filhos dos Vigilantes, porque eles fizeram mal à humanidade. Destrói tudo o que há de errado na face da terra e deixa que toda obra do mal chegue ao fim: e que a planta da justiça e da verdade apareça: e será uma bênção as obras da justiça e da verdade & # 8217 serão plantadas na verdade e na alegria para sempre.

E então todos os justos escaparão,
E viverá até gerar milhares de filhos,
E todos os dias de sua juventude e velhice
Eles devem completar em paz.

E então toda a terra será cultivada em retidão e toda plantada com árvores e cheia de bênçãos. E todas as árvores desejáveis ​​serão plantadas nela, e eles plantarão vinhas nela: e a videira que nela plantarem produzirá vinho em abundância e, quanto a todas as sementes que nela foram semeadas, cada medida (dela) produzirá um mil, e cada medida de azeitonas renderá dez lagares de azeite. E purifica tu a terra de toda opressão e de toda injustiça e de todo pecado e de toda impureza: e toda a impureza que é forjada na terra destrói de cima da terra. E todos os filhos dos homens se tornarão justos, e todas as nações oferecerão adoração e Me louvarão, e todos Me adorarão. E a terra será limpa de toda contaminação e de todo pecado e de toda punição e de todo tormento, e eu nunca mais os enviarei sobre ela de geração em geração e para sempre.

E, naqueles dias, abrirei os depósitos de bênçãos que estão no céu, a fim de enviá-los à terra para cuidar do trabalho e do trabalho dos filhos dos homens. E a verdade e a paz estarão associadas em todos os dias do mundo e em todas as gerações dos homens. & # 8217

XII-XVI. Visão onírica de Enoch: sua intercessão por Azâzêl e os anjos caídos: e seu anúncio de seu primeiro e último Doom.

Antes dessas coisas, Enoque estava escondido e nenhum dos filhos dos homens sabia onde ele estava escondido e onde morava e o que havia acontecido com ele. E suas atividades tinham a ver com os Vigilantes, e seus dias eram com os santos. E eu, Enoque, estava abençoando o Senhor da majestade e o Rei de todos os tempos, e eis! os Vigilantes me chamaram de & # 8211Enoch, o escribaE os filhos da terra o fazem, e tomaram para si esposas: & # 8220 Vós causastes grande destruição na terra: E não tereis paz nem perdão dos pecados: e visto que se deleitam com seus filhos, O assassinato de seus entes queridos eles verão e lamentarão sobre a destruição de seus filhos e suplicarão por toda a eternidade, mas misericórdia e paz não alcançareis. & # 8221 & # 8216

E Enoque foi e disse: & # 8216Azâzêl, não terás paz: uma severa sentença foi proferida contra ti para te colocar em cadeias: E tu não terás tolerância nem pedido concedido a ti, por causa da injustiça que tens ensinado e por causa de todas as obras de impiedade e injustiça e pecado que tu mostraste aos homens. & # 8217 Então eu fui e falei com todos eles juntos, e eles estavam todos com medo, e medo e tremor apoderaram-se deles. E eles me imploraram para redigir uma petição para que eles pudessem encontrar perdão, e para ler sua petição na presença do Senhor do céu. Pois desde então eles não podiam mais falar (com Ele) nem levantar seus olhos ao céu por vergonha de seus pecados pelos quais foram condenados. Em seguida, escrevi sua petição e a oração a respeito de seus espíritos e de suas ações individualmente e a respeito de seus pedidos para que tivessem perdão e longanimidade. E eu saí e sentei-me nas águas de Dã, na terra de Dã, ao sul do oeste de Hermon: eu li a petição deles até adormecer. E eis que um sonho veio a mim, e visões caíram sobre mim, e eu tive visões de punição, e uma voz veio ordenando (me) para contá-lo aos filhos do céu, e repreendê-los. E quando acordei, fui ter com eles, e estavam todos sentados reunidos, chorando em & # 8216Abelsjâîl, que está entre o Líbano e Sênêsêr, com os rostos cobertos. E eu contei diante deles todas as visões que eu tinha visto durante o sono, e Comecei a falar palavras de justiça e a repreender os Vigilantes celestiais.

O livro das palavras de justiça e da reprimenda dos Vigilantes eternos de acordo com o comando do Santo Grande naquela visão. Eu vi em meu sono o que agora direi com uma língua de carne e com o sopro de minha boca: o que o Grande deu aos homens para conversar com ele e entender com o coração. Assim como Ele criou e deu ao homem o poder de entender a palavra de sabedoria, Ele também me criou e me deu o poder de repreender os Vigilantes, os filhos do céu. Eu escrevi sua petição, e em minha visão pareceu assim, que sua petição não será concedida a você por todos os dias da eternidade, e que o julgamento foi finalmente passado sobre você: sim (sua petição) não será concedida a tu. E de agora em diante você não deve subir ao céu por toda a eternidade, e nos laços da terra o decreto foi emitido para prendê-lo por todos os dias do mundo. E (que) anteriormente você deve ter visto a destruição de seus filhos amados e não tereis prazer neles, mas eles cairão diante de vós pela espada. E a sua petição em seu nome não será concedida, nem por sua própria conta: mesmo que você chore e ore e fale todas as palavras contidas no escrito que eu escrevi.
E a visão foi mostrada para mim assim: Eis que na visão as nuvens me convidaram e uma névoa me convocou, e o curso das estrelas e os relâmpagos me aceleraram e apressaram, e os ventos na visão me fizeram voar e me ergueram para cima, e me levou ao céu. E entrei até chegar perto de uma parede que é feita de cristais e cercada por línguas de fogo: e isso começou a me assustar. E entrei nas línguas de fogo e me aproximei de uma grande casa que era construída de cristais: e as paredes da casa eram como um piso de mosaico (feito) de cristais, e sua base era de cristal. Seu teto era como o caminho das estrelas e dos relâmpagos, e entre eles havia querubins de fogo, e seu céu era (claro como) água. Um fogo flamejante cercou as paredes, e seus portais resplandeceram com fogo. E eu entrei naquela casa, e era quente como fogo e fria como gelo: não havia delícias da vida nela: o medo me cobriu, e tremores agarraram-me. E enquanto eu tremia e tremi, eu caí sobre o meu rosto. E eu tive uma visão, e eis! havia uma segunda casa, maior do que a anterior, e todo o portal estava aberto diante de mim, e foi construído com chamas de fogo. E em todos os aspectos ela se destacou tanto em esplendor, magnificência e extensão que não posso descrever a você seu esplendor e sua extensão. E seu piso era de fogo, e acima dele havia relâmpagos e o caminho das estrelas, e seu teto também era de fogo flamejante. E olhei e vi nele um trono elevado: sua aparência era de cristal, e as suas rodas como o sol que brilha, e havia a visão de querubins. E de debaixo do trono saíam riachos de fogo flamejante para que eu não pudesse olhar para eles. E a Grande Glória estava assentada sobre ela, e Sua vestimenta brilhava mais intensamente do que o sol e era mais branca do que qualquer neve. Nenhum dos anjos pôde entrar e pôde contemplar Sua face por causa da magnificência e glória e nenhuma carne pôde contemplá-Lo. O fogo flamejante estava ao redor Dele, e um grande fogo estava diante Dele, e ninguém ao redor poderia se aproximar Dele: dez mil vezes dez mil (permaneceram) diante Dele, mas Ele não precisava de nenhum conselheiro. E os santíssimos que estavam perto dele não saíram de noite, nem se afastaram dEle. E até então eu estava prostrado em meu rosto, tremendo: e o Senhor me chamou com Sua própria boca, e disse-me: & # 8216Venha aqui, Enoque, e ouça minha palavra. & # 8217 E um dos santos veio para mim e me acordou, e Ele me fez levantar e me aproximar da porta: e eu inclinei meu rosto para baixo.

E Ele respondeu e disse-me, e Eu ouvi Sua voz: & # 8216Não tema, Enoque, homem justo e escriba da justiça: aproxime-se aqui e ouça minha voz. E vai, dize aos Vigilantes do céu, que te enviaram para interceder por eles: & # 8220Você deve interceder & # 8221 pelos homens, e não os homens por você: Por que deixastes o alto, santo e eterno céu, e deitado com mulheres, e contaminou-se com as filhas dos homens e tomou para si esposas, e feito como os filhos da terra, e gerou gigantes (como seus) filhos? E embora vocês fossem santos, espirituais, vivendo a vida eterna, vocês se contaminaram com o sangue de mulheres e geraram (filhos) com o sangue da carne e, como filhos dos homens, cobiçaram carne e sangue como aqueles também que morrem 5 e perecem. Portanto, dei-lhes esposas também para que os engravidassem e gerassem filhos, para que nada lhes faltasse na terra. Mas você era anteriormente espiritual, vivendo a vida eterna e imortal por todas as gerações do mundo. E, portanto, não designei esposas para vocês, pois, quanto às espirituais do céu, no céu é a sua morada. E agora, os gigantes, que são produzidos a partir dos espíritos e da carne, serão chamados de espíritos malignos na terra, e na terra será sua morada. Os espíritos malignos procederam de seus corpos porque nasceram dos homens e dos santos Vigilantes é o seu início e origem primordial; eles serão espíritos malignos na terra, e espíritos malignos serão chamados. [Quanto aos espíritos do céu, no céu será sua morada, mas quanto aos espíritos da terra que nasceram na terra, a terra será sua morada.] E os espíritos dos gigantes afligem, oprimem, destroem, atacam, batalham e causam destruição na terra e causam problemas: eles não comem, mas, no entanto, têm fome e sede, e causam ofensas. E esses espíritos se levantarão contra os filhos dos homens e contra as mulheres, porque procederam deles.

From the days of the slaughter and destruction and death of the giants, from the souls of whose flesh the spirits, having gone forth, shall destroy without incurring judgement –thus shall they destroy until the day of the consummation, the great judgement in which the age shall be consummated, over the Watchers and the godless, yea, shall be wholly consummated.” And now as to the watchers who have sent thee to intercede for them, who had been aforetime in heaven, (say to them): “You have been in heaven, but all the mysteries had not yet been revealed to you, and you knew worthless ones, and these in the hardness of your hearts you have made known to the women, and through these mysteries women and men work much evil on earth.” Say to them therefore: “You have no peace.”‘

XVII-XXXVI. Enoch’s Journeys through the Earth and Sheol. XVII-XIX. The First Journey.

And they took and brought me to a place in which those who were there were like flaming fire, and, when they wished, they appeared as men. And they brought me to the place of darkness, and to a mountain the point of whose summit reached to heaven. And I saw the places of the luminaries and the treasuries of the stars and of the thunder and in the uttermost depths, where were a fiery bow and arrows and their quiver, and a fiery sword and all the lightnings. And they took me to the living waters, and to the fire of the west, which receives every setting of the sun. And I came to a river of fire in which the fire flows like water and discharges itself into the great sea towards the west. I saw the great rivers and came to the great river and to the great darkness, and went to the place where no flesh walks. I saw the mountains of the darkness of winter and the place whence all the waters of the deep flow. I saw the mouths of all the rivers of the earth and the mouth of the deep.

I saw the treasuries of all the winds: I saw how He had furnished with them the whole creation and the firm foundations of the earth. And I saw the corner-stone of the earth: I saw the four winds which bear [the earth and] the firmament of the heaven. And I saw how the winds stretch out the vaults of heaven, and have their station between heaven and earth: these are the pillars of the heaven. I saw the winds of heaven which turn and bring the circumference of the sun and all the stars to their setting. I saw the winds on the earth carrying the clouds: I saw the paths of the angels. I saw at the end of the earth the firmament of the heaven above. And I proceeded and saw a place which burns day and night, where there are seven mountains of magnificent stones, three towards the east, and three towards the south. And as for those towards the east, one was of coloured stone, and one of pearl, and one of jacinth, and those towards the south of red stone. But the middle one reached to heaven like the throne of God, of alabaster, and the summit of the throne was of sapphire. And I saw a flaming fire. And beyond these mountains Is a region the end of the great earth: there the heavens were completed. And I saw a deep abyss, with columns of heavenly fire, and among them I saw columns of fire fall, which were beyond measure alike towards the height and towards the depth. And beyond that abyss I saw a place which had no firmament of the heaven above, and no firmly founded earth beneath it: there was no water upon it, and no birds, but it was a waste and horrible place. I saw there seven stars like great burning mountains, and to me, when I inquired regarding them, The angel said: ‘This place is the end of heaven and earth: this has become a prison for the stars and the host of heaven. And the stars which roll over the fire are they which have transgressed the commandment of the Lord in the beginning of their rising, because they did not come forth at their appointed times. And He was wroth with them, and bound them till the time when their guilt should be consummated (even) for ten thousand years.’

And Uriel said to me: ‘Here shall stand the angels who have connected themselves with women, and their spirits assuming many different forms are defiling mankind and shall lead them astray into sacrificing to demons as gods, (here shall they stand,) till the day of the great judgement in which they shall be judged till they are made an end of. And the women also of the angels who went astray shall become sirens.’ And I, Enoch, alone saw the vision, the ends of all things: and no man shall see as I have seen.

Livros

Contemplating the Nephilim by Scott Alan Roberts

Conscius gigno curator gigno scientia relinquo sapientia. Roughly translated, “Awareness begets Curiosity begets Knowledge bequeathing Wisdom.” In other words: Think, seek, learn and apply. Repetir.

New Evidence of a Hybrid Race That Walked Among Us! A long-time talk show host and researcher in the field of unexplained phenomena, author Scott Alan Roberts has come out with this riveting new book, loaded with the latest research and documentation about ET visitations, a hybrid race on early and alien-human meetings––a must have on the bookshelf of every reader curious about the legends of the Nephilim as mentioned in the Bible.

Fallen Angels and the Origins of Evil:
Why Church Fathers Suppressed the Book of Enoch and Its Startling Revelationse
by Elizabeth Clare Prophet [ 524 pages ]

Did you ever wonder about the “sons of God” in the sixth chapter of Genesis? Well, it was a few lines summing up the book of Enoch, likely written prior to Genesis even. This book argues that Enoch is Scripture and also explains why that is so. But since as the cover reads the church fathers suppressed it, we don’t find it in our Bibles today. But by drawing parallels to it and our Bible it concludes Jesus had thorough Enochian knowledge. Not only that, but that all the characters of biblical times knew of the Watchers’ fall, and the adulteration of our race with Nephilim genetics.

Did rebel angels take on human bodies to fulfill their lust for the “daughters of men”? Did these fallen angels teach men to build weapons of war?
That is the premise of the Book of Enoch, a text cherished by the Essenes, early Jews and Christians but later condemned by both rabbis and Church Fathers. The book was denounced, banned and “lost” for over a thousand years-until in 1773, a Scottish explorer discovered three copies in Ethiopia.
Elizabeth Clare Prophet examines the controversy surrounding this book and sheds new light on Enoch’s forbidden mysteries. She demonstrates that Jesus and the apostles studied the Book of Enoch and tells why Church Fathers suppressed its teaching that angels could incarnate in human bodies. Contains all the Enoch texts, including the Book of Enoch, and biblical parallels.
Fallen Angels and the Origins of Evil takes you back to the primordial drama of Good and Evil, when the first hint of corruption entered a pristine world-earth.
Contains Richard Laurence’s translation of the Book of Enoch, all the other Enoch texts, including the Book of the Secrets of Enoch, biblical parallels.

Quoted in the book of Jude, and used to form our view of angels and demons, this book connects the dots of doctrine and prophecy in the scriptures. It goes into more detail about the “Sons of God (Angels) that left their positions in heaven to marry human women”, having children that became giants and introducing violence, sorcery, and evil spirits into the world.


Poetry contests 2021

Curious about opportunities for poets? Your stanzas — rhyming or not — could be worth a fair amount of money in these poetry competitions.

Check out these poetry writing contests.

34. Black Voices in Children’s Literature Writing Contest

This contest is open to Black writers who are over the age of 18 andresidents of Illinois, Indiana, Iowa, Michigan, Minnesota, Missouri, Nebraska, North Dakota, Ohio, South Dakota or Wisconsin. It’s hosted by Strive Publishing and Free Spirit Publishing and seeks to fill the need for Black representation in children’s and young adult books. Original board and picture books for children aged 0-4 and picture books for ages 4-8 are eligible, provided they feature contemporary, realistic Black characters and culture and focus on character development, self esteem, community and other aspects of positive childhood development.

Three prizes, ranging from $250 to $1,000, will be awarded, and the first place winner will be “seriously considered” for publication, though it’s not guaranteed.

Deadline: September 20, 2021.

35. James Laughlin Award

If you’re already a published poet, this is the award for you it’s given for a second book of poetry due to come out in the forthcoming year. The winner receives $5,000 and an all-expenses-paid week-long residency at The Betsy Hotel in Miami Beach, Florida. In addition, copies of the winning book are distributed to 1,000 members of the Academy of American Poets.

Deadline: Annual submission window is January 1 through May 15.

36. African Poetry Book Fund Prizes

The APBF awards three prizes annually for African Poetry. The Luschei Prize for African Poetry gives $1,000 for a book of original African poetry published in the prior year.

The Sillerman First Book Prize for African Poets gives $1,000 and a publication contract for a book-length collection of poetry by an as-yet-unpublished African author.

The Brunel International African Poetry Prize is a new prize that grants £3,000 to a poet who was born in Africa, or has African parents, who has not yet had a full-length book of poetry published. (U.S. citizens qualify.) To submit, you’ll need 10 poems.

Deadlines: See individual prize pages.

37. Tufts Poetry Awards

Claremont Graduate University presents two awards each year to poets they deem to be “outstanding.” The Kate Tufts Poetry Award grants $10,000 for a published first book of poetry that shows promise.

The Kingsley Tufts Poetry Award grants a mammoth $100,000 for a published book of poetry by an established or mid-career poet.

Deadline: 2021 deadlines not yet announced.

38. Graywolf Press Walt Whitman Award

The Walt Whitman Award is a $5,000 prize awarded, along with publication, to an American poet with a winning first book manuscript. He or she also receives an all-expenses-paid six-week residency at the Civitella Ranieri Center in Umbria, Italy.

Graywolf Press is also one of the publishers of the Cave Canem Poetry Prize , “a first book award dedicated to the discovery of exceptional manuscripts by Black poets.” Winners receive $1,000 and Graywolf publishes every third winner of the prize.

Prazo final : Submissions for 2021 have passed 2022 submission deadline TBD.

39. Wergle Flomp Humor Poetry Contest

Now in its 21st year, this humor contest wants your best published or unpublished work for a grand prize of $2,000 runners-up are awarded $500 and 10 honorable mentions will receive $100 each. Writers of all ages from eligible countries can submit an original, humorous poem with 250 lines or less, and it must be an English.

Prazo final : April 1, 2022.

40. The Alpine Fellowship Writing Prize

This writing competition is looking for the best piece of unpublished themed writing. In 2021, the theme was “Untamed: On Wilderness and Civilization.” Submissions may be prose, poetry or non-academic essays. Maximum word count is 2,500, and this is open to all nationalities and to anyone 18 or older. The winner gets a £10,000 cash prize, second place gets £3,000 and third place gets £2,000.

Prazo final : Applications for 2021 have closed. Follow the Alpine Fellowship on Instagram for updates.


Why Do Boxers Jump Rope?

At the measly cost of $5, you won’t find a cheaper or more effective piece of boxing training equipment (except maybe gravity). It’s one of the most effective and fun ways to improve your boxing performance! If you’re not jumping rope, you’re missing out on one of the best exercises for fighters.

The benefits of jumping rope for fighters:

  • better endurance
  • better footwork
  • increased punching power
  • increased stamina for throwing combinations
  • improved breathing efficiency
  • improved ability to stay calm

Jumping rope will improve your:
conditioning, rhythm, coordination, footwork and power.

Jumping rope, (also called skipping rope), is one of the best training discoveries I’ve made in any sport. I used to come into the gym, hit the mitts, hit the bags, and then go straight to sparring. I never bothered with the jump rope.

It took up space, wasn’t fun (initially), and I never saw the point of it. It didn’t help that my first trainer didn’t force us to jump rope. It’s truly a shocker that more sports do not skip rope as a standard exercise. I can only guess that it’s probably because jumping rope is initially hard to learn and embarrasses even seasoned athletes.

All the pros jump rope

It wasn’t until I wanted to copy the pros that I began to jump rope. They were doing it to warm up and warm down and so I figured I could at least do a few rounds every day. The results after a month were pretty amazing. I felt like such a idiot for not having done it sooner.

Better Footwork

This was the most obvious benefit and it made perfect sense. For most beginner fighters, the only leg conditioning they ever really do comes from 75% running and maybe 25% of plyometrics, weights, or other non-running exercises. The problem with this is that all of those exercises don’t really develop a better “coordinated lower body”.

Good footwork has more to do with leg coordination,
than leg conditioning.

You would think that running truly develops great legs but it isn’t so. Many fighters are day-dreaming while they run or just throwing their feet around without any form. Even the most diligent runners are hardly doing anything complicated with their legs except making sure the foot hits the ground. Plyometrics, weights, and other resistance exercises have the same problem. It’s a boring repetitive motion and doesn’t really activate your foot awareness very much. At best you would have better conditioning but you still wouldn’t have better control of your lower body.

This is where the jump rope shines. Jumping rope FORCES you to be more conscious and aware of your feet. And the more tricks you do with the jump rope, the more conscious and coordinated you have to be. This coordination development easily leads to better footwork in the ring. Being able to control your feet will make a huge difference over just lifting and dropping your feet all over the place.

More Stamina

The jump rope is by far my number one exercise for developing stamina for boxing. It’s better than running, better than swimming, better than Crossfit, it’s better than anything else I’ve ever tried. And I’ll tell you why…

The first reason is because the jump rope can mimic many exercises. You can jog, you can sprint, you can jump high, you can jump low, squats, lunges, twist, turn, etc. There are virtually limitless body motions you can do while jumping rope. Add in the fact that you can vary the intensity, speed, difficulty, rhythm, etc and you have the ultimate exercise.

The second reason (which is more important than the first) is because the jump rope WILL DEVELOP BETTER EFFICIENCY. This is a technical matter, not a physiological matter. The jump rope forces you to do many repetitive motions over and over again and with good rhythm too (or else you’ll trip on the rope). This quickly builds muscle memory, coordination, and superior technique.

I don’t care how good you think a sprinting or weight training program can be. If I was to compare a boxer who jumped rope for 10 minutes everyday versus a boxer who lifted weights for 30 minutes everyday, the one that jumped rope would easily out-move him every single time. He’ll have more bounce, more control, and just better foot agility.

I know because I developed my bounce through the jump rope. Running was great for endurance but the jump rope really taught me how to bounce efficiently. With the jump rope, I was easily bouncing over 100 times every minute so it was only natural that I quickly learned how to bounce in the most efficient way possible. This is such a basic skill and yet so many fighters STILL do not know how to bounce an entire round without getting tired. I’m not saying you should be bouncing around forever, but it’s important to have the ability to move without getting tired!

More Rhythm

The jump rope is such a great exercise for fight training because it mimics the fight rhythm better than other exercises. You’re forced to be in constant motion and always maintain a minimum level of awareness. The problem with fighters that don’t jump rope is that they aren’t used to being in constant motion and don’t have a constant awareness. They’re slow at transitioning from stillness to movement.

The jump rope always improves your mental awareness. You’re no longer “sleeping” during fights because you’re used to always having to watch out for something (like the rope). In the ring, this increased mental awareness helps you to avoid incoming punches or find countering opportunities. At the very least, your increased awareness helps to keep your mind calm so that you don’t panic during sudden exchanges. The fighters that do jump rope do a better job of maintaining a constant rhythm (physically and mentally) even when they’re not actively moving.

This might be a surprising fact for some but the jumping rope truly does increase your punching power. As I’ve said before, when jumping rope your body is forced to make many repetitive movements quickly and on rhythm so your body naturally learns how to move efficiently. This same skill will transfer over to affect the way that you punch.

And the jump rope won’t only improve your power of punch, but also your power of movement. You will be far more powerful in any movement because you’re now a more efficient and more coordinated machine. I can actually look at fighters move in the ring and tell which ones jump rope and which ones don’t. Once you’ve learned how to jump rope yourself you will be able to see what I mean. There’s a difference between fighters with a natural relaxed bounce vs an energy-wasting muscle bounce.


A record-breaking number of people were exonerated in 2015 — freed after serving time in American prisons for crimes they did not commit.

In all, 149 people spent an average of 15 years in prison before being cleared last year, according to a new report (.pdf) out Wednesday from the National Registry of Exonerations, a project at the University of Michigan Law School.

The convictions ranged from lower level offenses, such as 47 drug crimes, to major felonies, including 54 murder convictions that were overturned. Five of the convicts were awaiting execution, and were saved last year when courts ruled they didn't belong in the prison in the first place.

Of the people wrongly convicted for homicides, the report notes, "more than two-thirds were minorities, including half who were African American."

Twenty-seven of the innocent convicts falsely confessed to their crimes, a group comprised mainly of children or the mentally handicapped, according to the report.

Falsely Accused

"I feel that if I die this afternoon, I’ll be able to go to my tomb and rest in peace because my name has finally been cleared," said William Vasquez, who was cleared in December of an arson that killed a mother and her five children in 1981.

Vasquez already served 31 years in prison, where he went blind for untreated glaucoma, and was released in 2012. He even had an alibi witness at trial, who testified he was with her when the fire was set, but the building owner, Hannah Quick, accused him of the arson. She recanted shortly before her death in 2014.

An attorney who worked on the case, Adele Bernhard, credited the Brooklyn District Attorney's office for reviewing the conviction.

"We know very little about the sorts of mistakes we make . how frequently they happen."

“I was impressed with the sheer dedication and resources that they brought to bear,” she said.

Brooklyn D.A. Ken Thompson has prioritized a Conviction Integrity Unit in his office to proactively address false convictions, which, Thompson says, undermines "the public’s confidence and trust in our criminal justice system."

Prosecutors Playing Defense

The notion that prosecutors would spend time double-checking past convictions is quite new. Traditionally, most prosecutors view their role as convicting at trial and defending victories in virtually all appeals — not reassessing whether evidence undermines a conviction their office once sought.

The first Conviction Integrity Unit was created by a California district attorney in 2002, and 24 D.A.'s now have such units, a fourfold increase since 2011.

In places where the units have been created, the numbers show that when the government joins the cause of looking for wrongful convictions, they are not hard to find.

For example, about 28 percent of all exonerations last year came from a single office, Harris County, Texas, because it has rigorously reviewed past convictions. Prosecutors found that their previous, aggressive tactics — threatening defendants with long prison terms to secure guilty pleas — led some defendants to plead guilty to drug crimes that never even occurred.

Harris County's review opens "a window into the world of plea bargaining in misdemeanors," the report states, noting the local prosecutor now forbids aggressive plea bargaining tactics unless, lab tests confirming a drug crime happened in the first place.

University of Michigan law professor Samuel Gross, who runs the school's exoneration registry, says this year's record breaking numbers shows some "slow, steady" shift towards taking exoneration seriously in parts of the country.

“We know very little about the sorts of mistakes we make," he adds, or "how frequently they happen."

The mounting interest in the exoneration process among some D.A.s comes amidst a renewed cultural and political assessment of America's criminal courts.

Leaders in both parties now criticize a justice system they say is overly punitive, while shows like "Making a Murderer," the Netflix documentary tracking a man exonerated for one crime only to be convicted of another, have sparked a passionate debate about certain prosecutorial tactics and the true meaning of reasonable doubt.

The 30-page University of Michigan report — mostly a dry analysis of conviction policy — notes at one point that "Making a Murderer" both "reflects and contributes" to a growing awareness that wrongful convictions are a real problem.

Unlike media or movie treatments of the issue, however, prosecutors and judges don't have the luxury of fixating on one particularly dramatic case. In a system where only 6 percent of convictions actually have evidence tested at trial — the rest are plea bargained – the question is how to double-check cases that may not have ever been fact-checked in the first place.


Assista o vídeo: HISTÓRIA # 7 (Outubro 2021).